2013 é o Ano Internacional para a Cooperação pela Água

  Foto: ONU Brasil   Criado pela Assembleia Geral da ONU, objetivo é aumentar conscientização sobre desafios do manejo da água; Unesco é a agência que vai liderar as atividades. Eventos vão destacar manejo do recurso entre fronteiras As Nações Unidas escolheram 2013 como o Ano Internacional para a Cooperação pela Água, criado por uma resolução da Assembleia Geral. O objetivo é promover uma maior interação entre nações e debater os desafios do manejo da

Começa na Espanha conferência da ONU sobre cooperação para água

    Especialistas do mundo todo se reunirão em Saragoça, Espanha, entre os dias 8 e 10 de janeiro para se preparar para o Ano Internacional da Cooperação da Água 2013. Proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 11 de fevereiro de 2011, o objetivo deste Ano Internacional é aumentar a conscientização, tanto para o potencial de uma maior cooperação quanto para os desafios da gestão da água em função do

RN. Projeto do perímetro irrigado da chapada do Apodi. Um contrassenso. Entrevista com Antonio Nilton Bezerra Júnior

  “Essa luta não é apenas dos camponeses e camponesas de Apodi. A luta em defesa da Chapada do Apodi se tornou uma luta nacional de todos aqueles e aquelas que defendem a dignidade das comunidades camponesas”, diz o sociólogo. Confira a entrevista. Na chapada do Apodi, localizada na divisa dos estados do Rio Grande do Norte e do Ceará, há uma “disputa por dois modelos de agricultura”, diz Antonio Nilton Bezerra

Falta de estratégia de gestão da água ameaça agravar conflitos provocados pela escassez de recursos hídricos

  Vicente Andreu Guillo, presidente da ANA: "Com R$ 100 milhões por ano dá para proteger 100 mil quilômetros de margens de rios" Disputa pela água tende a aumentar - A falta de uma estratégia de gestão da água ameaça agravar os conflitos provocados pela escassez de recursos hídricos no país. O alerta foi feito no seminário "A Governança da Água", no primeiro dia do fórum Humanidade 2012, evento paralelo da Rio+20

Ásia corre o risco de ver deflagrada uma guerra da água; Planos da China de usar rios que nascem no Tibete alarmam os países vizinhos

  Atravessando o planalto do Tibete, cinco grandes rios - Indus, Brahmaputra, Irrawaddy, Salween e Mekong - carregam a água das geleiras dos Himalaias e das monções que abastece 1,3 bilhão de pessoas em vários países do Sudeste da Ásia. Agora, no entanto, este fornecimento está ameaçado pelos planos da China e de outros países da região de construir usinas, barragens e desvios em seu curso, o que pode gerar o

Conflitos pela água: China, Índia e Paquistão disputam a água do Himalaia

“A guerra da água”: a possibilidade alarmista agora ganha destaque nas análises prospectivas sobre a segurança no sul da Ásia. Em fevereiro de 2011, o Senado americano havia publicado um relatório intitulado “Evitar as guerras da água”, centrado nos riscos que pesam sobre o Paquistão e o Afeganistão. O estudo faz parte de uma literatura já abundante sobre o aumento de conflitos geopolíticos causados pelo rareamento dos recursos hídricos em

A água como arma de guerra, artigo de Ana Echevenguá

  Muito além das questões religiosas, os conflitos no Oriente Médio fulcram-se na escassez de água regional. Apesar do inconcebível silêncio a respeito do tema, o mundo sabe que são os recursos hídricos que provocam e/ou contribuem para o acirramento dos conflitos. O exemplo clássico é a invasão por Israel das colinas de Golã, na Jordânia, onde está a nascente do rio Jordão. É sabido que israelenses,

Consumo crescente e reservas finitas são receita certa para conflitos pela água

  Potencial de conflito da água cresce na medida da escassez e demanda Turquia pode drenar Síria e Iraque com represa Atatürk sobre o Rio Eufrates Crescimento da população mundial e aumento nos padrões de vida exigem cada vez mais de um recurso natural insubstituível e escasso: água. Consumo crescente e reservas finitas são receita certa para conflitos. Duas coisas são indispensáveis aos seres humanos, não importa como ou onde vivam: água e comida

EUA: ‘Bancos de água’, reservas de água para uso futuro ou para venda, geram polêmica e processos judiciais

'Bancos de água' geram polêmica e processos judiciais nos Estados Unidos - Peter Key sabia que havia algo de estranho quando o nível da água no seu tanque de peixes tropicais começou a diminuir no verão passado. Depois ele percebeu que eram necessários 40 minutos para encher de água a máquina de lavar roupa e que não era mais possível dar descarga nos vasos sanitários. Mas, apesar de Key e os

Escassez de água deixa setor elétrico e produtores rurais do país em guerra

No sudoeste do Piauí, onde estão importantes nascentes para o Rio Parnaíba e para seu principal afluente, o Uruçuí-Preto, pequenos produtores rurais travam uma disputa cotidiana. Desde a entrada da fronteira agrícola da soja, que ocupa vales e chapadas com alta capacidade de drenagem, falta água para as pequenas plantações em uma região já marcada por períodos prolongados de seca. Técnicos ambientais que desenvolvem diagnósticos no Vale do Rio Uruçuí-Preto

Conflitos no Campo Brasil 2010: Conflitos pela água aumentaram 93% no ano passado

Os conflitos pela água tiveram um crescimento de 93,3% no ano passado em relação a 2009. Foi o maior número registrado desde 2002, quando a Comissão Pastoral da Terra (CPT) começou a fazer levantamento e foram registrados 14 conflitos, envolvendo 14.352 pessoas. O número de incidentes em 2010 (87), embora bem maior do que no ano anterior, afetou 197.210 pessoas, menos dos que as 201.675 afetadas nos 45 conflitos ocorridos em

Shell quer usar tecnologia que pode contaminar águas subterrâneas para extrais gás de uma região da África do Sul

Shell encontra resistência para explorar gás natural na África do Sul - Técnica conhecida como fratura hidráulica pode contaminar águas subterrêneas de região onde já ocorre stress hídrico A Shell quer usar uma tecnologia intensiva que pode contaminar as águas subterrâneas para extrais gás de uma região semi desértica da África do Sul, mas executivos da gigante internacional do petróleo disseram nesta quinta que as pessoas que vivem na área não

Agua, conflicto y seguridad, por Gian Carlo Delgado Ramos

Del total del agua en el planeta sólo el 2.5% es agua dulce disponible para el consumo humano. Ésa, dado los crecientes niveles de contaminación, es cada vez de menor calidad y su localización está cambiando debido a la alteración del ciclo hidrológico. Mientras tanto, el consumo aumenta, no sólo por el crecimiento poblacional, sino por los crecientes patrones de consumo, en buena medida relacionados al tipo de vida de

Dados parciais do relatório ‘Conflitos no Campo Brasil’ indicam que conflitos pela água crescem 32%

A CPT lançou ontem (1/9) os dados parciais dos Conflitos no Campo Brasil relativos ao período de 1º de janeiro a 31 de julho de 2010. Três elementos chamam a atenção nestes dados: O primeiro é o aumento de Conflitos pela Água em 2010; O segundo é que mais da metade dos conflitos por terra, 54%, ocorreram no Nordeste, onde cresceu o número de conflitos; E o terceiro, muito preocupante,

Acesso e controle da água do Rio Indus são fontes de tensão entre Índia e Paquistão

Água, fonte de tensão entre Índia e Paquistão - Islamabad teme que construção de hidrelétrica dê a Nova Délhi o poder de manipular a água do Rio Indus e afluentes, que abastecem a região agrícola paquistanesa Em Bandipore, neste vale do alto Himalaia, do lado da Caxemira, uma nova linha de batalha entre Índia e Paquistão foi traçada. Desta vez não é por causa da terra, que vem sendo disputada desde

Nove países africanos brigam pelas águas do Nilo

O rio Nilo no Sudão. Foto de Kazuyoshi Nomachi/Corbis De um lado, Egito e Sudão, que dependem totalmente do rio para sobreviver; de outro, o resto dos países banhados por suas águas. Do quintal de Simon Kitra pode-se ver o segundo maior lago do mundo. O gramado da frente de sua casa se abre para um dos maiores rios do mundo: o Nilo. Se o pescador de 20 anos nascido em Uganda

Quem bebe a água dos pobres?

Infográfico O Globo Os já limitados recursos hídricos dos países em desenvolvimento correm o risco de serem enxugados em grande parte por causa da produção de mercadorias que vão para o Ocidente. A afirmação é de um estudo da associação britânica Royal Society of Engineers, segundo a qual dois terços do total da água utilizada para produzir alimentos e bebidas apenas para a Grã-Bretanha vêm de países que já sofrem com uma

Já há conflito pela água no norte de Minas, Aroldo Cangussu

[EcoDebate] O norte do Estado de Minas Gerais é uma região que apresenta déficit hídrico, pois chove pouco e concentrado em apenas três meses do ano. Quase todos os rios e córregos não são perenes, eles secam durante a estiagem e, por isso, as prefeituras têm que se valer de carros pipas para atender a população em algumas áreas rurais. Mesmo assim, quase não se tinha notícias da existência de

Documento da Secretaria do Meio Ambiente mostra que estado de SP terá conflito por água em 2020

Uma pesquisa da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo mostra que as bacias do Alto Tietê e dos rios Capivari, Jundiaí e Piracicaba serão palco de conflitos causados pela escassez de água no ano de 2020. Os setores industrial, agroeconômico e urbano vão entrar em disputa pelos recursos hídricos se não houver mudança no uso d'água dessas bacias. A previsão está no projeto "Cenários Ambientais 2020", divulgado

Top