Água é de boa qualidade em apenas 4% dos 294 pontos monitorados na Mata Atlântica

  ABr   Um levantamento feito pela organização não governamental (ONG) SOS Mata Atlântica mostra que apenas 4,1% dos 294 pontos de coleta nos córregos lagos e rios da Mata Atlântica dispõem de água considerada de boa qualidade. Segundo a pesquisa, divulgada hoje (20), em 75,5% dos pontos de coleta (222), foi encontrada água em situação regular e, em 20,4% (60), ruim ou péssima. O estudo foi realizado em 102 municípios nos 17 estados,

Cinco frutas nativas da Mata Atlântica têm elevadas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias

  Por Maria Fernanda Ziegler | Agência FAPESP     As frutas conhecidas como bacupari-mirim, araçá-piranga, cereja-do-rio-grande, grumixama e ubajaí ainda não ganharam fama, nem espaço nos supermercados. Se depender de suas propriedades bioativas, em questão de tempo elas poderão estar não só disputando espaço nas gôndolas como ganhando posição no ranking dos alimentos da moda. Além dos valores nutricionais, as cinco frutas nativas da Mata Atlântica têm elevadas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Foi o

Ibama embarga 1,2 mil hectares por supressão ilegal da Mata Atlântica e aplica R$ 9,4 milhões em multas no RS

  Foto: Ibama   Operação de combate à supressão ilegal da Mata Atlântica realizada pelo Ibama na região sul do país resultou no embargo de 1.225 hectares e na aplicação de 16 autos de infração que totalizam R$ 9,4 milhões. Cada hectare equivale à área de um campo de futebol. A partir de imagens de satélite, agentes ambientais identificaram as vinte maiores áreas de supressão no nordeste do Rio Grande do Sul. A região

Edital: Processo de seleção de um novo Diretor para o Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA)

    Prezado(a) Henrique Cortez, SECRETARIA EXECUTIVA DIRETORIA DE GESTÃO DAS UNIDADES DE PESQUISA E ORGANIZAÇÕES SOCIAIS EDITAL Comitê de Especialistas procura candidatos à Direção do Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA) O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) comunica a abertura de processo de seleção de um novo Diretor para o Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA), a ser realizado por um comitê de especialistas, nomeado pelo Senhor Ministro, Gilberto

Fundação SOS Mata Atlântica lança o estudo ‘Unidades de Conservação Municipais da Mata Atlântica’

    A Fundação SOS Mata Atlântica acaba de lançar o estudo “Unidades de Conservação Municipais da Mata Atlântica”, o primeiro trabalho feito no país sobre essas áreas protegidas nas cidades do bioma. O levantamento, divulgado hoje no Fórum Brasil de Gestão Ambiental, em Campinas (SP), revela a existência de mais de mil Unidades de Conservação (UCs) municipais na Mata Atlântica e nos ambientes costeiros e marinhos. As análises se concentraram em 934

Desmatamento na Mata Atlântica, entre 2015 e 2016, cresce quase 60%, atingindo 29.075 hectares

  ABr   O desmatamento na Mata Atlântica cresceu 57,7% em um ano, entre 2015 e 2016, quando o bioma perdeu 29.075 hectares, o equivalente a mais de 29 mil campos de futebol. O número foi apresentado ontem (29) pela Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe). No período anterior (2014-2015), o desmate no bioma havia sido de 18.433 hectares. Segundo a diretora executiva da SOS Mata Atlântica, Marcia Hirota,

Sistemas de restauração ecológica, reconfiguração espacial e manutenção e monitoramento em fragmentos de Mata Atlântica com índice populacional no Rio de Janeiro, artigo de Bianca de Souza Ambrosio

  Sistemas de restauração ecológica, reconfiguração especial e manutenção e monitoramento em fragmentos de Mata Atlântica com índice populacional no Rio de Janeiro Bianca de Souza Ambrosio¹ 1Estudante de Graduação em Geografia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. bianca_ambrosio@ymail.com Resumo: Este trabalho refere-se à de criação de um plano que cruza três sistemas que resultam numa mudança completa da paisagem. O primeiro, um plano de restauração ecológica de áreas de Mata Atlântica reconfigurando

Publicação apresenta plantas importantes para a regeneração natural do Cerrado e da Mata Atlântica

  Publicação apresenta plantas importantes para a regeneração natural do Cerrado e da Mata Atlântica   O novo Código Florestal criou a maior agenda de restauração florestal ecológica no Brasil. Dentre as técnicas para recuperar Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente (APPs), a regeneração natural é a mais barata para o produtor rural. Para contribuir com este grande desafio que é levar a restauração florestal para o chão, o projeto INPUT (Iniciativa

Protocolado EIA/RIMA do Projeto Atlântico Energia que afetará terras indígenas e UCs na Mata Atlântica

  No dia 5 de abril, a empresa Gastrading Comercializadora de Energia S.A protocolou o Estudo de Impacto Ambiental na Cetesb, órgão responsável pelo licenciamento ambiental. O empreendimento poderá impactar Terras Indígenas e Unidades de Conservação localizadas no litoral de São Paulo, em região da Mata atlântica. Por Bianca Pyl, CPI-SP O licenciamento ambiental do Projeto Atlântico Energia avança e preocupa os índios, organizações indigenistas e ambientalistas. “Fomos pegos de surpresa, essa bomba

Estudo revela que apenas 2,5% da água da Mata Atlântica têm qualidade boa

  ABr Dos 240 pontos de coleta de água distribuídos em 184 rios, córregos e lagos de bacias hidrográficas da Mata Atlântica, apenas 2,5% têm qualidade boa. Os dados são do estudo “Observando os Rios 2017”, da Fundação SOS Mata Atlântica, sobre a qualidade da água nas bacias do bioma. Ele foi apresentado ontem (22) durante o seminário Águas do Brasil, que reuniu especialistas e representantes da sociedade civil no Ministério do

Febre Amarela: Medo e desinformação põe em risco macacos na Mata Atlântica

    Ministério esclarece que primatas não transmitem o vírus a humanos. Animais ajudam a alertar sobre a presença da doença. O surto de febre amarela tem provocado uma grave ameaça a primatas da Mata Atlântica, inclusive a espécies ameaçadas de extinção. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) emitiu, nesta semana, um alerta à sociedade para reforçar a preservação dessas espécies e evitar maus-tratos e violência provocados pela ação do homem em áreas

SP: Estudo mostra recuperação de 23 mil hectares de Mata Atlântica em 30 anos

    No período de 30 anos (1985 a 2015), 23.021 hectares (ha) de Mata Atlântica foram recuperados nos 645 municípios paulistas, área superior à extensão das cidades de Santo André e São Caetano do Sul. A parte recuperada ainda está abaixo do total devastado no período (183,1 mil ha), mas desde 2013, o desmatamento no estado é considerado zero (inferior a 100 ha). Entre 2014 e 2015, foram registrados apenas 45

Estado do Rio de Janeiro se mantém em nível de desmatamento zero de Mata Atlântica

  ABr O Rio de Janeiro permanece em nível de desmatamento zero de Mata Atlântica, segundo dados divulgados ontem (6) pela Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em um estudo dedicado ao estado do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica. A unidade da Federação já foi uma das campeãs de desmatamento deste bioma no passado. “Teve menos de um quilômetro quadrado de desmatamento nos últimos levantamentos anuais.

Estudo mostra regeneração 2.197 KM² de remanescentes florestais da Mata Atlântica, em nove estados

  ABr   Entre 1985 e 2015, 219.735 hectares (ha), ou o equivalente a 2.197 quilômetros quadrados de remanescentes florestais da Mata Atlântica, foram regenerados em nove dos 17 estados brasileiros que têm o bioma. A área corresponde a aproximadamente o tamanho da cidade de São Paulo, de acordo com dados divulgados hoje (17) pela Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Segundo o Atlas dos Remanescentes Florestais da

Estudo identifica áreas mais vulneráveis e faz projeções para adaptação da Mata Atlântica

    Objetivo do trabalho, que identifica áreas mais vulneráveis, é apoiar os tomadores de decisão para a definição de estratégias no bioma.   DO MMA O impacto das mudanças do clima na Mata Atlântica e os instrumentos para uma gestão eficiente e sustentável a médio e longo prazos representam um grande desafio para gestores e investidores. Para estudar os desafios que o País terá pela frente, um projeto inovador, desenvolvido pela equipe de

Riviera de São Lourenço: Expansão do bairro de Bertioga implicaria na supressão de mata atlântica e restingas

  MPF em Santos pede e Justiça Federal manda paralisar ampliação da Riviera de São Lourenço     Após ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal, a Justiça Federal concedeu neste sábado (16) uma liminar, em caráter de urgência, durante o plantão judiciário, determinando a imediata paralisação das obras da área de expansão do empreendimento Riviera de São Lourenço, em Bertioga (litoral de São Paulo). A decisão veda a continuidade das obras, especialmente, a

INPE e SOS Mata Atlântica lançam dados do Atlas dos Remanescentes Florestais no período de 2014 a 2015

  A Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apresentaram os novos dados do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, no período de 2014 a 2015. A divulgação aconteceu na última quarta-feira (25), na semana em que se comemora o Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio). O estudo aponta desmatamento de 18.433 hectares (ha), ou 184 Km², de remanescentes florestais nos 17 Estados da

A destruição da Mata Atlântica, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “A floresta precede os povos. E o deserto os segue” Chateaubriand     [EcoDebate] Na chegada dos Portugueses ao Brasil, a primeira vítima (o pecado original) foi uma árvore derrubada para a construção da cruz que serviu de símbolo para a primeira missa, rezada por Frei Henrique de Coimbra, no dia 26 de abril de 1500, um domingo, na praia da Coroa Vermelha, em Santa Cruz de Cabrália, no litoral sul da Bahia.

Laudo da SOS Mata Atlântica revela que água do Rio Doce continua imprópria para consumo

  Análise da água do Rio Doce   SOS Mata Atlântica divulga laudo técnico com resultados obtidos na Expedição pela bacia do rio Doce Dos 18 pontos analisados em campo, 16 apresentaram o IQA (Índice de Qualidade da Água) péssimo e 2 regular. Água está imprópria para o consumo em todo o trecho analisado A equipe da Fundação SOS Mata Atlântica realizou de 6 a 12 de dezembro de 2015 uma expedição pelos municípios afetados

Plantio de espécies nativas da Mata Atlântica recupera biodiversidade em aldeias guaranis no Rio Grande do Sul

    O projeto Ar, Água e Terra: Vida e Cultura Guarani completa quatro anos com o balanço de 50 mil mudas de espécies nativas da Mata Atlântica plantadas, que recuperaram a biodiversidade de nove aldeias guaranis, no Rio Grande do Sul, beneficiando 437 indígenas. “Com essas nove aldeias, trabalhamos o viveirismo, que envolve intercâmbio de sementes e mudas, entre as aldeias, e aquisição de mudas. Levantamos 90 espécies principais usadas na

Top