EcoDebate: Índice da edição nº 3.253, de 01/08/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   A América Latina submergente, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Dos Anaios aos Waiãpi, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Nossa democracia participativa, artigo de Gaudêncio Torquato Técnica permite cultivar cianobactérias para bioenergia e, ao mesmo tempo, limpar a água de estações de tratamento de efluentes Aumento do desmatamento na Amazônia é incontestável, diz Carlos Nobre, pesquisador do IEA-USP   [CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído,

A América Latina submergente, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] O Fundo Monetário Internacional divulgou no dia 23 de julho de 2019 as atualizações para o desemprenho da economia global, das regiões e dos países. O crescimento do PIB mundial que estava estimado para 3,3% em 2019 (WEO de abril) caiu para 3,2%. A maior redução ocorreu na América Latina e Caribe (ALC) cujo crescimento estava previsto para 1,4% e caiu para O,6% em 2019. Portanto, a região (com

Dos Anaios aos Waiãpi, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Em 1676 houve um massacre indígena violento aqui na região do rio Salitre, em Juazeiro da Bahia. Conta a história que o Padre Martinho de Nantes e seus índios aldeados participaram da repressão aos Anaios, sob o comando de Francisco Dias d’Ávila. O Salitre é um afluente do São Francisco. Um rio famoso que alimentou por muito tempo o gado criado para abastecer Salvador, então capital da Colônia. Dias

Nossa democracia participativa, artigo de Gaudêncio Torquato

    [EcoDebate] O clima de polarização que se instalou no país, cuja origem está na construção da equação “nós e eles”, de autoria do PT, gera uma bateria de efeitos, nem todos negativos. Se é verdade que a dose de bílis tem escorrido com maior intensidade pelas veias sociais, é plausível a hipótese de que a conscientização política se expande entre os grupamentos organizados. Fenômeno positivo. São palpáveis os sinais de que

Técnica permite cultivar cianobactérias para bioenergia e, ao mesmo tempo, limpar a água de estações de tratamento de efluentes

  Técnica permite cultivar cianobactérias para bioenergia Idaho National Laboratory/DOE* As florações de cianobactérias têm bloqueado as vias fluviais em todo o mundo, desde estuários na Flórida até a bacia do rio Mississippi e lagos na China. E as toxinas que as cianobactérias produzem são prejudiciais aos seres humanos, aos animais de estimação e à vida selvagem. Esses organismos fotossintéticos, também chamados de algas verde-azuladas, crescem em fontes humanas de nitrogênio e fósforo, incluindo

Aumento do desmatamento na Amazônia é incontestável, diz Carlos Nobre, pesquisador do IEA-USP

    Elton Alisson, de Campo Grande (MS)  |  Agência FAPESP – Alvo de recente questionamento, o aumento no desmatamento na Amazônia nos últimos meses, em comparação com 2018, é incontestável. O aumento foi apontado pelo sistema de monitoramento por satélites Deter, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e deverá ser confirmado antes de dezembro com o lançamento dos dados obtidos durante um ano completo por outro sistema de monitoramento da

EcoDebate: Índice da edição nº 3.252, de 30/07/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Alimentação Saudável é direito, artigo de Roberto Naime Pela segunda vez em menos de um mês, uma onda de calor intensa impacta a Europa Brasil é o 4º país que mais produz lixo plástico no mundo e o que menos recicla Ações do MPF no Pará apontam provas do completo descontrole da cadeia econômica do ouro no Brasil Plantas Alimentícias Não Convencionais - PANCs: Livro, disponível on-line e gratuitamente, traz

Alimentação Saudável é direito, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Durante a época de nomadismo e nos primórdios do sedentarismo, a base hegemônica da alimentação eram produtos frescos, pois não haviam modos instituídos de conservação tanto em estado cru, e muito menos em preparados. Como manifesta a nutricionista Regina da Silva Miranda, que integrou o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), a dieta era diversificada, com adequação aos biomas locais e à sazonalidade dos bens vegetais. Eram então características

Pela segunda vez em menos de um mês, uma onda de calor intensa impacta a Europa

  World Meteorological Organization (WMO)* Pela segunda vez em menos de um mês, uma onda de calor intensa e intensa impactou a Europa, com muitos novos registros de temperatura máxima e mínima, interrupções no transporte e infraestrutura e estresse na saúde das pessoas e no meio ambiente. A Bélgica, a Alemanha, o Luxemburgo e os Países Baixos registaram novos recordes nacionais de temperatura, com as temperaturas a ultrapassarem os 40 ° C no

Brasil é o 4º país que mais produz lixo plástico no mundo e o que menos recicla

    Patrícia Faga Iglésias Lemos diz que impor multas ou punições é positivo, mas são necessários uma mudança de comportamento das pessoas e um trabalho educativo Por Simone Lemos, Rádio USP O Brasil é um dos países que mais produzem lixo plástico no mundo e o que menos recicla. São 11 toneladas por ano, e apenas 9% do plástico produzido no mundo é reciclado. Os números fazem parte de dados divulgados pela ONU

Ações do MPF no Pará apontam provas do completo descontrole da cadeia econômica do ouro no Brasil

  Em plena era digital, falta sistema informatizado de fiscalização, e notas fiscais ainda são preenchidas à caneta Uma investigação inédita para esmiuçar o funcionamento de uma das maiores empresas compradoras de ouro no maior polo da mineração ilegal no Brasil, a bacia do Tapajós, no sudoeste do Pará, resultou em um retrato do completo descontrole do país sobre essa cadeia econômica, responsável por prejuízos financeiros, sociais e ambientais de proporções devastadoras. Coletadas

Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANCs: Livro, disponível on-line e gratuitamente, traz receitas com plantas comestíveis pouco conhecidas

  Você já ouviu falar nas PANC? Essa é a sigla para Plantas Alimentícias Não Convencionais. Ou seja, plantas que podem ser utilizadas em receitas culinárias, mas não são frequentemente aproveitadas, comparando-se com outros tipos de plantas. Jornal da USP Ora-pro-nóbis, capeba, capuchinha, serralha são exemplos de folhas que estão no Livro de Receitas com PANC, um compilado de 11 criações dos chefs de cozinha Flávia Zanatta e Michel Abras. O livro está disponível em PDF

Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) avalia que o Brasil desativou 16 mil leitos de internação pediátrica desde 2010

    Desde 2010, houve queda de leitos de internação pediátrica tanto no SUS como em unidades privadas ABr Um levantamento feito pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) mostrou que nos últimos nove anos o Brasil desativou 15,9 mil leitos de internação pediátrica, aqueles destinados a crianças que precisam permanecer no hospital por mais de 24 horas. Segundo a SBP, dados obtidos no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES), mantido pelo Ministério da

EcoDebate: Índice da edição nº 3.251, de 29/07/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Brasil, um cemitério de obras inacabadas, artigo de Janguiê Diniz Bolsonaro diz que busca parceria internacional para a exploração do território amazônico brasileiro Áreas Protegidas na Amazônia estão sob risco com atividades ilegais como garimpo, extração de madeira e queimadas Dejetos de 40 mil suínos geram energia para cidade de Entre Rios do Oeste, PR Poluição do ar é inimiga da geração de energia solar na China Belo Monte dez anos

Brasil, um cemitério de obras inacabadas, artigo de Janguiê Diniz

    [EcoDebate] Orçamento, custo, prazo de conclusão. Essas são informações que nós vemos nas placas de todas as obras públicas no Brasil. O resultado, porém, não se encontra. A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) realizou levantamento e constatou que, de 2009 para cá, existem 2.555 grandes obras paradas no país. O que mais preocupa é que o setor mais afetado por essa paralisia é o da

Bolsonaro diz que busca parceria internacional para a exploração do território amazônico brasileiro

  Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil   Em resposta a questionamentos de países europeus sobre a gestão das riquezas naturais da Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro disse no sábado (27), durante cerimônia de formatura de paraquedistas no Rio de Janeiro, que busca parcerias “no primeiro mundo” e, em especial com os Estados Unidos, para a exploração do território amazônico brasileiro. “O senhor presidente da França [Emmanuel Macron], a senhora Merkel [chanceler da Alemanha] queriam que

Áreas Protegidas na Amazônia estão sob risco com atividades ilegais como garimpo, extração de madeira e queimadas

  Lideram o ranking territórios que não deveriam registrar desmatamento, como Terras Indígenas e Unidades de Conservação Federais Por Stefânia Costa As Áreas Protegidas representam um patrimônio nacional e possuem muitos benefícios para a manutenção da biodiversidade, estoques de carbono e geração de serviços ambientais, além de possuir grande importância para a regulação do clima. A Amazônia Legal tem 46% do seu território formado por APs. Entretanto, dados publicados pelo Imazon apontam que essas

Dejetos de 40 mil suínos geram energia para cidade de Entre Rios do Oeste, PR

    Em Entre Rios do Oeste, PR, 215 t de dejetos suínos são transformados em biogás ABr Desde a última quarta-feira (26), 72 prédios da prefeitura municipal de Entre Rios do Oeste, no Oeste do Paraná, são abastecidos com energia elétrica gerada pelos dejetos de 40 mil suínos de criadores da região. A iniciativa partiu de uma parceria do poder público com o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e o Centro Internacional de Energias

Poluição do ar é inimiga da geração de energia solar na China

Novo estudo mostra que o país poderia gerar muito mais energia e dinheiro com sua vasta capacidade instalada de painéis solares. Por: Ruy Fontes – Redator Se a saúde de sua população já não fosse o suficiente, a China acaba de ganhar um motivo a mais para continuar sua luta contra a poluição do ar: a perda de geração da sua enorme capacidade fotovoltaica. Foi o que mostrou um estudo realizado pelo

Belo Monte dez anos depois e a contínua precarização dos modos de vida

Belo Monte dez anos depois e a contínua precarização dos modos de vida. Entrevista especial com Sadi Machado Por João Vitor Santos e Patricia Fachin, IHU A vistoria realizada na Volta Grande do Xingu pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público do Pará, dez anos depois do licenciamento ambiental que autorizou a construção da hidrelétrica de Belo Monte, “permite observar uma contínua precarização dos modos de vida na região”, diz Sadi Machado, procurador da República em Altamira. A vistoria deu origem

Top