Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.319, de 11/06/2015

    Cidades Sustentáveis, artigo de Roberto Naime Povos Indígenas do Acre: fortalecimento da soberania alimentar através do intercâmbio de sementes tradicionais, por Paula Lima e Marcos Catelli Comportamento do Consumidor: o que dizer sobre a campanha de namorados de O Boticário? artigo de Camila Craveiro Estudo do ISA revela que nova Lei Florestal trouxe retrocesso ambiental em três municípios do Xingu Greenpeace expõe mais um caso de fraude em plano de

Cidades Sustentáveis, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Sempre que se fala em cidades sustentáveis, particularmente no país, sempre é citada a cidade de Curitiba. E realmente, não existem projetos acabados, nem tampouco definições que sejam completas, todas as situações podem e devem sofrer aprimoramentos contínuos. Mas em Curitiba de fato, estão presentes e realizadas iniciativas que devem ser demonstradas e realçadas sempre que se deseja discutir cidades sustentáveis. Transportes públicos sempre são um dos grandes problemas de

Povos Indígenas do Acre: fortalecimento da soberania alimentar através do intercâmbio de sementes tradicionais, por Paula Lima e Marcos Catelli

  "Povos Indígenas do Acre: fortalecimento da soberania alimentar através do intercâmbio de sementes tradicionais" Por Paula Lima e Marcos Catelli1 [EcoDebate] Com intuito de cada vez mais fortalecer uma articulação entre os povos indígenas na região do Alto Juruá, valorizar os conhecimentos tradicionais e apoiar, de fato, suas estratégias de gestão territorial e ambiental, é que foi realizado o seminário “A gestão territorial e ambiental das Terras Indígenas na faixa de fronteira

Comportamento do Consumidor: o que dizer sobre a campanha de namorados de O Boticário? artigo de Camila Craveiro

    [EcoDebate] Se você acompanha minimamente os posts que se sucedem nas redes sociais, perceberá a repercussão causada por um anúncio da marca O Boticário, cujo tema é o Dia dos Namorados. De maneira sutil - e eu arriscaria dizer, sensível - a empresa buscou representar os diferentes tipos de casais, independentemente da orientação sexual. Ocorre que houve por parte de alguns segmentos da sociedade demonstrações de indignação, discriminação e preconceito com

Estudo do ISA revela que nova Lei Florestal trouxe retrocesso ambiental em três municípios do Xingu

  Pesquisa realizada em Brasil Novo (PA), Querência e Canarana (MT), na zona de expansão do desmatamento na Amazônia, mostra que número de produtores rurais que precisará se regularizar não caiu com o novo Código Florestal e que inclusão no Cadastro Ambiental Rural não significa redução do desmatamento em MT Uma pesquisa realizada pelo ISA conclui que o novo Código Florestal (Lei nº 12.651/2012) significou retrocessos ambientais em pelo menos três municípios

Greenpeace expõe mais um caso de fraude em plano de manejo da Amazônia para ‘lavar’ origem suja de madeira

  O ipê é uma das espécies mais valiosas da Amazônia. Normalmente, é possível encontrar 1 árvore de ipê a cada 3-5 hectares (ou 3-5 campos de futebol). No entanto, um plano de manejo do Pará apresentou um inventário florestal em que os ipês nascem aos borbotões, com um volume 1300% maior do que a média encontrada para a espécie! A Agropecuária Santa Efigênia, situada no município de Uruará-PA, superestimou a presença

Pecuária e mineração põem formações vegetais, que abrigam um terço da biodiversidade do país, sob ameaça

  Existe no Brasil uma formação vegetal extremamente rica do ponto de vista biológico, enquanto fornecedora de serviços ecossistêmicos relacionados principalmente com a questão da água, mas que se encontra seriamente ameaçada por atividades econômicas como a pecuária e a mineração. Trata-se dos campos rupestres, que ocorrem em porções altas de serras de Minas Gerais, Bahia e Goiás – e que apesar de ocuparem menos de 1% do território nacional (0,8%,

PA: Cosipar, Sidepar e Ibérica terão que recompor passivo ambiental de 43 mil ha, no valor de quase R$ 142 milhões

  Persistir na ilegalidade e descumprir obrigações previstas no TAC firmado com o MPF, especialmente a exigência de autossustentabilidade, cujo prazo encerrou no início desse ano, motivaram aplicação de sanções às siderúrgicas. A interrupção ou redução da produção de siderúrgicas que assinaram acordos para regularizar ambientalmente suas atividades no Pará não dispensa as empresas da obrigação de recuperar áreas ilegalmente degradadas ou pagar indenizações pelos danos ambientais causados. A confirmação de que

Reforma agrária garante segurança alimentar em assentamento

  Pesquisadora acompanhou famílias assentadas em área na zona rural de Mogi Mirim   Vários segmentos da sociedade desqualificam a reforma agrária como política de significativa importância na vida das pessoas que almejam um pedaço de terra por considerá-la historicamente ultrapassada, ineficiente e desnecessária.  A essa visão contrapõe-se a tese de Iris Cecilia Ordoñez Guerrero, apresentada à área de Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável, da Faculdade de Engenharia Agrícola (Feagri) da Unicamp, orientada

França considera alguns linfomas, potencialmente causados por pesticidas, como doença ocupacional

  A França reconheceu como uma doença ocupacional (causada por fatores relacionados ao ambiente de trabalho, ndlr) um tipo de câncer do sistema imunológico, o linfoma não-Hodgkin, quando afeta os agricultores expostos a pesticidas no exercício de sua profissão. Matéria da AFP, no Yahoo Notícias. A exposição pode ser resultado de "manipulação e utilização" dos pesticidas, "contato ou inalação" ou " contato com culturas, áreas, animais tratados ou manutenção de máquinas para

Top