Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.245, de 10/02/2015

    Seu banho, X-Lane e o Bóson, artigo de Montserrat Martins Buscar o caminho da sustentabilidade, artigo de Roberto Naime Entre 100 e 300 milhões: o Brasil de 2100, artigo de César Marques Especialistas cobram medidas mais 'duras' do Poder Público para enfrentar crise Rio cria gabinete de emergência para projeto de água de reúso da indústria Insa publica dados sobre monitoramento dos reservatórios do semiárido Crise hídrica. Como sobreviver e

Seu banho, X-Lane e o Bóson, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Se falta água em São Paulo é porque o seu (nosso) cérebro presta mais atenção em X-Lane que no Bóson. Parece estranho, mas vamos decifrar esse enigma para garantir o seu banho no futuro e que não falte luz. Correu o mundo a notícia daquela vice-miss que arrancou a coroa da cabeça da miss Amazonas. Virou fofoca irresistível, na internet os debates vão da inveja explícita à teoria conspiratória dos

Buscar o caminho da sustentabilidade, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] O conceito amplo representado pelo desenvolvimento sustentado considera todo um conjunto de concepções e atitudes, destacando-se: 1. Buscar contemplar a satisfação das necessidades básicas da população, integrando a todos e propiciando educação, saúde, lazer, etc.; 2. Priorizar a preservação das condições ambientais para possibilitar boas condições de vida para as gerações futuras; 3. Estimular a participação para obter resultados relevantes, o que somente é possível após a descentralização de poder, governança corporativa

Entre 100 e 300 milhões: o Brasil de 2100, artigo de César Marques

    [EcoDebate] O conhecimento do futuro sempre fascinou a humanidade. Nos tempos recentes, o Clube de Roma ficou conhecido durante a década de 1970 ao financiar o projeto do MIT que gerou o livro “Os limites do crescimento”. A obra trouxe as primeiras simulações de computador usando métodos de pesquisa operacional para estimar como seria o balanço entre crescimento econômico, populacional e ambiente até o século XXI, estabelecendo cenários sobre o

Especialistas cobram medidas mais ‘duras’ do Poder Público para enfrentar crise

    O desperdício, a poluição e falta de planejamento provocaram a crise de abastecimento de água que atinge a região Sudeste, e é preciso ações “duras” do Poder Público e políticas a longo prazo para resolver o problema e evitar que volte a acontecer. A opinião é de Marcos Freitas, professor e coordenador do Instituto de Mudanças Globais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Maurício Broinizi, coordenador executivo da

Rio cria gabinete de emergência para projeto de água de reúso da indústria

    O governo do Rio de Janeiro vai desenvolver um projeto com quatro empresas do Distrito Industrial de Santa Cruz, na zona oeste, para a utilização da água de reúso na região da Baia de Sepetiba, onde deságua o Rio Guandu. O secretário de estado do Ambiente, André Corrêa, reuniu-se com representantes das empresas ontem (9) para definir as estratégias. Foi criado um gabinete de emergência que vai se reunir sempre às

Insa publica dados sobre monitoramento dos reservatórios do semiárido

  Dados do boletim mensal relatam decréscimo no volume de água nos principais reservatórios. Probabilidade de chuvas é 45% menor Os volumes de água armazenados nos reservatórios do Semiárido Brasileiro vem decrescendo mensalmente e 45% de probabilidade das previsões meteorológicas apontam menos chuvas para o primeiro trimestre de 2015 na região O boletim mensal compõe o Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido brasileiro (SigSab), um projeto do Instituto

Crise hídrica. Como sobreviver e aprender com ela? Entrevista com Pedro Telles

  “Temos oportunidade ímpar com essa crise, com todos os problemas que ela traz, de observar o nível a que chegamos com nossa atividade de gestão de recursos hídricos. Temos que transformar isso em momento de virada”, defende o ativista. Foto: anainternationallawyer.com A crise hídrica que afeta o Brasil, especialmente o estado de São Paulo, traz problemas de toda a ordem. No entanto, mais do que resolver os problemas gerados a partir da crise

1% da vazão do Rio AM eliminaria falta de água no NE e Sudeste, diz CPRM. Comentário de João Suassuna

    Meus Prezados, Isso já foi proposto anteriormente. Esse filme já assistimos. Na realidade, isso é o despreparo e o desespero das atuais autoridades diante de um erro brutal cometido, de se fazer as obras da Transposição do Rio São Francisco, pela incapacidade volumétrica do Velho Chico, no atendimento das demandas do povo nordestino. Antes do início da obra da Transposição, o governo já havia pensado na proposta de trazer as águas do

A dimensão humana das remoções no Rio

  Rogério Daflon, Martha Neiva Moreira e Camila Nobrega, do Canal Ibase Marc Ohrem-Leclef nasceu em Colonia, na Alemanha, e costuma dizer que desde pequeno já era “interessado por gente”. Depois de uma passagem profissional na área de saúde, como paramédico, ele resolveu apostar na fotografia. Sorte nossa, que podemos ter acesso on-line a um portfólio de imagens incríveis clicadas por ele de pessoas dos mais diferentes recantos do mundo, muitas delas

Estudantes não percebem tecnologia em sala de aula como parte do aprendizado

  Aparelhos tecnológicos em sala de aula ainda não são vistos por alunos como parte do processo de aprendizagem   Alunos de classes populares ainda não veem a presença de aparelhos tecnológicos em sala de aula como parte do processo de aprendizagem. Principalmente em escolas públicas, estudantes manuseiam aparelhos celulares sem a orientação ou intervenção de seus professores, apesar da proibição de sua utilização por lei. É o que mostra pesquisa de mestrado

Top