Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.950, de 29/10/2013

  Princípios da Rotulagem ambiental, artigo de Roberto Naime Obras de Terraplenagem: O Patinho Feio da Geotecnia, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Quanta pobreza podemos suportar? artigo de Esther Vivas Gorduras: evidências e recomendações, artigo de Fabio Cardoso de Carvalho A leviandade da AGU no caso do licenciamento da fábrica da Suzano em Imperatriz, por Mayron Régis Em Campina Grande, agricultores trocam sementes e experiências de convivência com o Semiárido

Princípios da Rotulagem ambiental, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Reis (1996) cita os princípios que devem orientar todos os processos de rotulagem ambiental (modificado): 1. Constitui um processo voluntário; 2. Os selos/declarações ambientais devem ser acurados, verificáveis, relevantes e não-enganosos; 3. As informações sobre os atributos ambientais de produtos e serviços devem ser disponibilizadas aos compradores pelas entidades que se utilizam dos selos/declarações ambientais; 4. Os selos/declarações ambientais devem ser embasados em métodos científicos, que possam ser repetidos e reproduzidos, suficientemente completos

Obras de Terraplenagem: O Patinho Feio da Geotecnia, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

[EcoDebate] Pela desatenção técnica com que são comumente executadas as obras de terraplenagem (cortes/aterros) podem ser consideradas o “patinho feio” da Geotecnia brasileira. Salvo no caso de grandes barragens de terra, onde fortes exigências técnicas estão já classicamente consagradas, a terraplenagem é costumeiramente considerada o serviço inicial “sujo” e tecnologicamente nada nobre, a ser realizado normalmente por terceiros, serviço ao qual não importa dar muita atenção, e com o qual

Quanta pobreza podemos suportar? artigo de Esther Vivas

  Foto: Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil   [EcoDebate] “Não podemos ficar pior”. Quantas vezes ouvimos esta frase? Pensamos que mais pobreza, mais precariedade, mais desemprego, mais despejos, mais fome são impossíveis. A realidade, no entanto, contradiz esta percepção. Nos últimos anos, os números, e os rostos, da miséria só têm aumentado no Estado espanhol. Hoje, o número de pessoas que vive em situação de pobreza extrema situa-se já em três

A leviandade da AGU no caso do licenciamento da fábrica da Suzano em Imperatriz, por Mayron Régis

  Foto: skyscrapercity.com   [Territórios Livres do Baixo Parnaíba] O governo Dilma Roussef cumpre a agenda do agronegócio e da mineração. Então não deve soar estranho o titulo “Procuradorias comemoram a prevalência da tese de que é supletiva a competência do Ibama no licenciamento de atividades que afetem diretamente apenas um Estado da Federação.” Desde quando a advocacia da União se comporta como torcida organizada ? O Ministério Público Federal entrou com um pedido

Em Campina Grande, agricultores trocam sementes e experiências de convivência com o Semiárido

  3º Encontro Nacional de Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Semiárido. Foto: AS-PTA – Agricultura Familiar e Agroecologia   "Quem somos? Camponeses! O que queremos? Terra, trabalho e justiça!", bradaram cerca de 300 pequenos produtores do Semiárido na abertura do 3º Encontro Nacional de Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Semiárido, iniciado ontem (28) em Campina Grande (PB). O evento é focado na troca de experiências de convivência com o Semiárido, região onde vivem mais

MPF/MG questiona Kinross sobre impactos resultantes da produção de ouro em Paracatu

  Foto: Mina da Kinross Brasil Mineração SA, em Paracatu, MG. Foto Flickr / SkyTruth   Um dos objetivos é saber se a incidência de câncer no município estaria de fato relacionada com a liberação de substâncias tóxicas durante o processo de mineração   O Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG) encaminhou à Kinross Brasil Mineração SA diversos questionamentos acerca do processo de extração de ouro e prata em seu complexo minerário instalado no

Justiça Federal ordena nova paralisação de Belo Monte por ilegalidade no licenciamento

    BNDES não pode repassar nenhum recurso para projeto Belo Monte enquanto não forem cumpridas as condicionantes   O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em Brasília, ordenou na última sexta-feira, 25 de outubro, nova paralisação das obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, por ilegalidade no licenciamento. O desembargador Antonio Souza Prudente considerou procedente a ação do Ministério Público Federal (MPF) ajuizada em 2011 que questionava a emissão de

Ministério Público recomenda suspensão das licenças para mineração no noroeste do Pará

    Órgãos públicos estaduais e federais foram recomendados a só concederem autorizações depois de consulta prévia, livre e informada, conforme prevê convenção 169 da OIT   O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) e o Ministério Público do Estado do Pará (MP/PA) encaminharam a órgãos públicos estaduais e federais recomendação para que sejam suspensas as licenças e autorizações expedidas para pesquisa ou concessão minerária nas unidades de conservação da região do alto rio

Agrotóxicos contrabandeados foram apreendidos pelo Ibama em três cidades do Rio Grande do Sul

    Cerca de três toneladas de agrotóxicos, sem registro no Brasil, foram apreendidas em atuação conjunta do Ibama com o Exército Brasileiro, nas cidades de Rosário do Sul, São Gabriel e Lavras do Sul. A maior parte em uma granja que realizava plantio de 250 hectares de arroz. A lavoura foi embargada com a suspensão da atividade agrícola e recebeu multa de R$2 milhões. A Polícia Federal também já foi comunicada

Acidente nuclear na central de Fukushima causa uma morte por dia, segundo pesquisador japonês

    Uma pessoa morre por dia em decorrência do acidente nuclear na central de Fukushima, no Japão, especialmente devido aos efeitos psicológicos e físicos, informou ontem (28) o ex-presidente do Comitê de Investigação do Acidente na Usina de Fukushima Yotaro Hatamura. Segundo ele, 180 pessoas morreram nos últimos seis meses devido ao acidente de março de 2011. Para o ex-presidente do comitê japonês, também pesquisador e professor universitário, a crise nuclear no

Romero Jucá (PMDB-RR) e ruralistas fazem ofensiva final contra PEC do Trabalho Escravo

    Texto que prevê desapropriação de imóveis que empregam mão de obra degradante perderá eficácia se senadores limitarem conceito de trabalho escravo e dificultarem punição a empresários Por Tadeu Breda, da RBA - Rede Brasil Atual SRTE/PA Trabalhador explorado em carvoaria do Pará: projeto quer restringir punição a escravocratas Aprovada pela Câmara em maio do ano passado, e festejada como um salto civilizatório para o país, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 438,

Top