Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.903, de 22/08/2013

    Preservar é bom, mas desenvolver com ecoeficiência é melhor, para os amazônidas! artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior Enfoque Sistêmico para Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - ATER, Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável, por João A. Mangabeira, Sérgio Gomes Tôsto e Lauro Charlet Pereira Todo entulho de obra é desperdício de dinheiro e recursos naturais, artigo de Fernando de Barros Bom Samaritano (Lc 10,25-37): estudo literário, artigo

Preservar é bom, mas desenvolver com ecoeficiência é melhor, para os amazônidas! artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior

    [EcoDebate] A Amazônia é uma das regiões do mundo aonde será decidido o futuro ambiental do planeta, com a maior biodiversidade e a que mais produz serviços ecossistêmicos, como: regulação do clima, manutenção das funções hídricas e cultural (Cardoso et al., 2005; Boerner et al., 2007). Considerando-se o estabelecimento do objetivo de limitar a 2°C (dois graus centígrados) o aumento da temperatura, isso só será possível, se houver a interrupção

Enfoque Sistêmico para Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER, Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável, por João A. Mangabeira, Sérgio Gomes Tôsto e Lauro Charlet Pereira

  Enfoque Sistêmico para Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - ATER, Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável.     João A. Mangabeira1 Sérgio Gomes Tôsto2 Lauro Charlet Pereira3   [EcoDebate] Grande parte do fracasso de projetos agrário nos países em desenvolvimento é devido ao desconhecimento de seus autores das realidades agrárias. Um dos principais erros cometidos consiste em idear soluções técnicas sem levar em conta a complexidade dos sistemas de produção utilizados no contexto da produção agrícola. Um

Todo entulho de obra é desperdício de dinheiro e recursos naturais, artigo de Fernando de Barros

  Resíduos de construção civil, em usina de reciclagem   [EcoDebate] Ao ser obrigado pela legislação ambiental, em especial pela Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010) e Resolução CONAMA 307/2002, a segregar os resíduos nas obras, é comum que a primeira reação seja adversa. Em especial quanto aos resíduos classe A, típicos de construção, como restos de concreto, tijolos, argamassas, telhas de barro, olha-se para as inúmeras caçambas de entulho

Bom Samaritano (Lc 10,25-37): estudo literário, artigo de Gilvander Luís Moreira

    Bom Samaritano (Lc 10,25-37): estudo literário. Gilvander Luís Moreira1 [EcoDebate] Para uma interpretação sensata e libertadora do episódio-parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37) é preciso, entre vários exercícios, fazer um estudo literário do texto. Eis o que segue. 1 - Estudo literário do texto O texto de Lc 10,25-37 está organizado em duas partes de tamanhos diferentes com estruturas literárias com várias equivalências, conforme se segue: 1a parte (Lc 10,25-28) - 2a parte (Lc 10,29-37) Pergunta

SBPC e ABC enviam carta à presidente Dilma Rousseff solicitando a suspensão da licitação para a exploração do gás de xisto

    A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) enviaram, hoje, carta à presidente da República, Dilma Rousseff, manifestando a sua preocupação com o anúncio da Agência Nacional do Petróleo (ANP) da decisão de incluir o chamado “Gás de Xisto”, obtido por fraturamento da rocha (shale gas fracking), na próxima licitação, em novembro, de campos de gás natural em bacias sedimentares brasileiras. No documento,

No estado do Rio, capital é cidade mais exposta a mudanças climáticas

  Estudo mapeia municípios mais vulneráveis ao aquecimento global e aponta Rio como o que mais sofrerá nos próximos 30 anos. Mapa pode ajudar na criação de políticas mais eficazes para proteger áreas críticas. Nos próximos 30 anos, a cidade do Rio Janeiro é a que mais sofrerá, entre os municípios do estado, com o aumento do nível do mar, chuvas intensas, inundações, perda de biodiversidade, além do aumento de casos de

Conceito Base Zero promete acabar com escassez de água no Semiárido

  As barragens são construídas de forma simples, sem argamassa ou escavações. FOTO: CID BARBOSA / Diário do Nordeste   O assunto foi discutido recentemente na reunião da SBPC em Recife Afogados da Ingazeira (PE) Há mais de quase quatro décadas, o engenheiro mecânico José Artur Padilha desenvolve um projeto chamado Conceito Base Zero (CBZ), que promete, dentre outras coisas, resolver o problema da escassez de água na região do Semiárido. Através da construção

Pesquisadores criam biossensor para detectar pesticida

  Princípio básico de sensor biológico para identificar pesticida altamente tóxico em água e alimentos também deu origem a um teste rápido de dengue (IFSC/USP)   Pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP), em colaboração com colegas da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), criaram um sensor biológico (biossensor) que detecta em minutos, na água, no solo e em alimentos, a presença de um pesticida

Especialistas constatam câncer de tireoide em pessoas expostas à radiação após o acidente em Fukushima

  Usina de Fukushima, após o desastre nuclear – Em 11 de março de 2011, o mundo soube da tragédia de Fukushima: um fortíssimo terremoto e um tsunami de grandes proporções, a que se seguiu a explosão de uma usina nuclear com todas as consequências de um acidente nuclear: a difusão de radioatividade, que permanecerá ativa durante anos, ameaçando muitas gerações. Foto: DW   Especialistas concluíram que após os acidentes radioativos na Usina

Grife Lelis Blanc pagará R$ 1 mi em caso de trabalho escravo

  Calça Taylor, em promoção no site da Bo.Bô por R$ 319,20. No destaque, caderno com registro da produção dos costureiros, que ganhavam R$ 5 por peça. Imagens: Anali Dupré / Agência de Notícias Repórter Brasil   Dona da marca, Grupo Restoque comprava de confecção que explorava bolivianos. Irregularidade foi flagrada em julho O Grupo Restoque, dono das grifes Le Lis Blanc e Bo-Bô, pagará R$ 1 milhão por trabalho escravo. O valor corresponde

Top