Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.630, de 09/07/2012

  Teoria do Caos e natureza, artigo de Roberto Naime PNE 2011-2020 e o xis da questão, artigo de Bruno Peron COMPERJ: A Morte da Pesca Artesanal na Baía de Guanabara Estudos mostram problemas no processos de avaliação de impacto feito pelo Ibama e empresas Veto do Ibama a estaleiro em Alagoas provoca reação política na bancada do estado no Senado MPF denuncia Incra como responsável por um terço do desmatamento na Amazônia Incra nega

Teoria do Caos e natureza, artigo de Roberto Naime

  [EcoDebate] No Laboratório Nacional de Física em Los Álamos nos Estados Unidos, estudando a turbulência nos líquidos e gases, a vida para Mitchell Feigenbaum tornou-se um caleidoscópico quântico. As nuvens formadas em alguns experimentos representam um aspecto da natureza negligenciado pela física, um aspecto ao mesmo tempo nevoento e detalhado, estruturado e aparentemente imprevisível. Em 1974, embora poucos colegas soubessem disso, Feigenbaum estava trabalhando num problema que os físicos denominam de

PNE 2011-2020 e o xis da questão, artigo de Bruno Peron

  [EcoDebate] Educação é um discurso tão polissêmico quanto cultura o é na medida em que é vulnerável a interpretações inúmeras e a atritos incuráveis entre os que promovem mudanças egoístas e as vozes roucas que solicitam o viés público através do qual os brasileiros se iluminem. Gestores públicos da Educação têm trabalhado para remexer suas diretrizes e estabelecer novas metas para alcançar ao longo da década. Olhemos para uma destas

COMPERJ: A Morte da Pesca Artesanal na Baía de Guanabara

  No final do mês de junho, os pescadores Almir Nogueira de Amorim e João Luiz Telles Penetra (Pituca), membros da Associação Homens e Mulheres do Mar da Baía de Guanabara (AHOMAR), foram brutalmente assassinados, causando profunda indignação a todos aqueles e aquelas que acompanham a luta deste grupo contra os impactos socioambientais provocados pela indústria do petróleo e gás, em especial, pela PETROBRAS. As investigações vêm sendo conduzidas pelas autoridades

Estudos mostram problemas no processos de avaliação de impacto feito pelo Ibama e empresas

  Por Lívia Duarte, da FASE O livro Relatório-Síntese do Projeto Avaliação de Equidade Ambiental como instrumento de democratização dos procedimentos de avaliação de impactos de projetos de desenvolvimento foi lançado pela FASE e pelo ETTERN – Laboratório Estado, Trabalho, Território e Natureza do IPPUR/UFRJ - em duas atividades da Cúpula dos Povos: primeiro em oficina sobre o tema na tenda da Fundação Ford. Depois, em atividade sobre o papel da

Veto do Ibama a estaleiro em Alagoas provoca reação política na bancada do estado no Senado

  Veto do Ibama a estaleiro em Alagoas faz senadores alagoanos vetarem projeto na CCJ - A negativa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de conceder licença prévia para construção de um estaleiro em Alagoas provocou uma reação política na bancada do estado no Senado, liderada pelo senador Renan Calheiros (PMDB). Na sexta-feira (6), o senador disse que a decisão do Ibama de vetar o

MPF denuncia Incra como responsável por um terço do desmatamento na Amazônia

  O Ministério Público Federal (MPF) está denunciando na Justiça Federal o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) como responsável por um terço do desmatamento da Amazônia. Procuradores da República ingressaram com ações civis públicas (ACPs) contra o órgão em seis estados por desmatamento ilegal em assentamentos da reforma agrária, nas quais apresentam, entre outros pedidos, o fim imediato das derrubadas. As ações foram ajuizadas essa semana no Pará, Amazonas,

Incra nega que seja responsável por um terço do desmatamento na Amazônia

  Nota oficial em resposta a Rede Globo O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) contesta as informações divulgadas pela rede Globo em matéria no Jornal Nacional do dia 05.07.12. Existem hoje na Amazônia Legal 3.554 projetos onde vivem 752 mil famílias em 76,7 milhões de hectares. Há mais de dez anos, a instituição direcionou a política de Reforma Agrária na Região para a criação de Projetos de Assentamentos Ambientalmente

Impactos socioambientais na corrida por megawatts na Amazônia Legal

  As 30 usinas hidrelétricas projetadas para a Amazônia Legal trazem danos potenciais que o governo não consegue prever, evitar ou mitigar, afirma Nota Técnica. O Observatório de Investimentos na Amazônia – criado para acompanhar a aplicação de recursos públicos e privados na região e seus impactos socioambientais e econômicos acaba de divulgar uma Nota Técnica para a sociedade brasileira alertando sobre a necessidade de uma urgente e profunda discussão sobre os

Movimento ‘Floresta faz a Diferença’ tenta impedir alterações do novo código florestal pela bancada ruralista

  O Floresta faz a Diferença é formado por mais de 200 entidades civis coordenadas pelo Comitê Brasil. Entre elas estão a CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a OAB, Ordem dos Advogados do Brasil, a Via Campesina, além de organizações ambientais diversas Apresentação de Leonardo Catto, da Radioagência Nacional / ABr. EcoDebate, 09/07/2012 [ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao

Qualidade de água do reservatório Itupararanga, um dos principais mananciais de São Paulo, tem rápida deterioração

  Estudo feito por pesquisadores da USP indica que poluição de rios do reservatório Itupararanga promove graves alterações na represa da região de Sorocaba (divulgação) O reservatório Itupararanga, localizado na bacia hidrográfica do rio Sorocaba, nas proximidades dos municípios de Votorantim e Ibiúna, desempenha um papel estratégico no abastecimento de água e geração de energia para cidades do interior paulista como Sorocaba, Votorantim e São Roque e na gestão dos recursos hídricos

Secretaria do Ambiente do Rio multa unidade do mercado Hortifruti por despejar esgoto na rede pluvial

  Pelo crime ambiental, o Hortifruti deverá ser multado em até R$ 30 mil. A Secretaria de Estado do Ambiente continua a apertar o cerco a estabelecimentos comerciais e residências que despejam esgoto in natura em corpos hídricos. Nesta sexta-feira (06/07), o alvo foi o mercado Hortifruti da Ilha do Governador, na Região Metropolitana do Rio, que acabou autuado e multado por não ter se conectado à rede de coleta de esgoto

Top