Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.397, de 04/08/2011

Projetos comunitários, transparência e responsabilidade socioambiental, artigo de Roberto Naime Soluções incompletas para a substituição de sacolas plásticas, artigo de Newton Figueiredo Novo Código Florestal modifica critérios para proteção ambiental Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado também analisará texto do novo Código Florestal Governo e ambientalistas começam a elaborar plano para a preservação da biodiversidade Projeto pretende fazer biomonitoramento das águas doces de âmbito nacional MG: Atingidos pela Usina

Projetos comunitários, transparência e responsabilidade socioambiental, artigo de Roberto Naime

[EcoDebate] Hoje em dia, são cada vez mais comuns publicações sobre marketing ambiental (Marketing ambiental. Quando cuidar do meio ambiente é um bom negócio. Silvia Zampar, 2009; Marketing ambiental: Ética, responsabilidade social e competitividade nos negócios, Reinaldo Dias, Atlas e Marketing ambiental, Joaquim Caetano, Marta Soares, Rosa Dias, Rui Joaquim e Tiago Robalo Gouveia, Plátano Editora). O que se entende como marketing ambiental. O marketing ambiental é uma modalidade que visa

Soluções incompletas para a substituição de sacolas plásticas, artigo de Newton Figueiredo

[EcoDebate] O movimento provocado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) no sentido de reduzir o uso de sacolas plásticas tem provocado uma corrida para se encontrar uma solução adequada. A questão não pode ser vista apenas pelo lado ambiental. É importante que sejam adotados outros mecanismos para uma visão mais holística do problema. Neste momento, no afã de se encontrar soluções, redes de varejo já estão apresentando alternativas que não atendem aos

Novo Código Florestal modifica critérios para proteção ambiental

O projeto de lei do novo Código Florestal (PLC 30/2011 no Senado e PL 1876/1999 na Câmara), já aprovado pelos deputados e encaminhado para o Senado, modifica de forma significativa a legislação em vigor, introduzindo novas definições e parâmetros para a proteção do meio ambiente. O código traça os limites entre as atividades econômicas, em especial a produção rural, e a proteção ao meio ambiente, notadamente das florestas, das matas nativas

Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado também analisará texto do novo Código Florestal

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (3) requerimento do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) que submete o projeto do novo Código Florestal (PLC 30/2011), em tramitação na Casa, à análise da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). A proposta já teve três emendas aprovadas na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), de autoria dos senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Acir Gurgacz (PDT-RO). Na justificativa do requerimento, Ricardo

Governo e ambientalistas começam a elaborar plano para a preservação da biodiversidade

O Brasil quer estabelecer metas de conservação do meio ambiente e do uso sustentável da biodiversidade para atender aos compromissos assumidos na 10ª Conferência das Partes (COP-10), realizada no ano passado em Nagoia (Japão) com a participação de 193 países. Governo e ambientalistas fazem , em Brasília, a primeira reunião com o meio empresarial para estabelecer uma estratégia brasileira de biodiversidade até 2020. A COP-10 determina que os países devem elaborar

Projeto pretende fazer biomonitoramento das águas doces de âmbito nacional

“Um rio é mais do que a água que se encontra ali: é a memória da terra. Ele reproduz a realidade de tudo o que está acontecendo num determinado ecossistema”. É com esta afirmação que Daniel Buss, pesquisador do Laboratório de Avaliação e Promoção da Saúde Ambiental do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), justifica a necessidade de um projeto de monitoramento de águas doces de âmbito nacional no país. O foco

MG: Atingidos pela Usina Hidrelétrica de Candonga pedem ações para sair da pobreza

O representante da Associação dos Atingidos pela Usina Hidrelétrica de Candonga, em Santa Cruz do Escalvado (Zona da Mata), José Antônio dos Santos, denunciou aos deputados da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais que as cerca de 250 famílias afetadas pela implantação do empreendimento vivem abaixo da linha de pobreza na região. A afirmação foi feita em audiência pública realizada nesta quarta-feira (3/8/11), solicitada pelo presidente

Resgatados 42 trabalhadores de situação análoga a de escravo em fazendas no Amazonas

Ao todo, grupo que atuava em fazendas na área rural de Boca do Acre, recebeu R$ 396,1 mil em indenizações Em ação fiscal realizada entre os dias 12 e 22 de Julho, no município de Boca do Acre, localizado a cerca de 1000 km de Manaus, no amazonas, auditores fiscais da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (SRTE/AM) resgataram 42 trabalhadores de trabalho análogo à escravidão. A ação resultou no

1ª Oficina de informação e sensibilização sobre povos isolados na TI Mamoadate, região de fronteira, no Alto Acre

“A importância dos mapas que trabalhamos durante a oficina realizada sobre os índios isolados no Mamoadate na aldeia extrema, foi muito valioso de identificar, localizar os pontos de acesso de pessoas com o tráfico de droga, rota dos isolados e a distância de aldeia para outras aldeias, e conhecemos a terra Indígena Mamoadate que está tão pequena para nós com a proximidade de parente isolados perto da aldeia. O mapa

Semana Anti Nuclear no Recife

Neste mês de agosto ocorrerá em Recife a Semana Anti Nuclear, organizada pelo Movimento Ecossocialista de Pernambuco (www.mespe2011.ning.com) com o apoio da Fundação Lauro Campos, Fundação Heinrich Böll, Greenpeace, Centro Cultural Correios, Simples Consultoria e Articulação Anti Nuclear Brasileira. Na quarta-feira dia 10, as 19 horas, no Centro Cultural Correios haverá o lançamento da Revista Ecoss de Pernambuco com o tema “Reflexões sobre Energia Nuclear”, reunindo textos de autores do mundo

Debate em conferência traz polêmica sobre internação compulsória de jovens viciados em crack no Rio

Diante da polêmica em torno da legalidade da internação compulsória de menores viciados em crack, no Rio de Janeiro, determinada pela prefeitura da capital, o coordenador da Secretaria Nacional de Assistência Social do Ministério de Desenvolvimento Social, Luiz Otávio Pires, disse ontem (3) que é válido o estado reconhecer o problema e tomar uma atitude para combater o crack, mas que é preciso discutir democraticamente com os críticos da medida

Top