Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.381, de 13/07/2011

O decrescimento e os limites da Terra, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Importa que suma uma árvore? artigo de Alcione Cavalcante Veneno à nossa mesa: Agrointoxicação e 'vedação ocular', artigo de Bruno Peron Produtos verdes: mais transparência para o consumidor, artigo de Newton Figueiredo Embrapa e SBPC criticam viés ideológico do novo texto do Código Florestal Embrapa sugere marco regulatório para uma economia verde SC: Justiça determina prosseguimento de

O decrescimento e os limites da Terra, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“As atividades humanas estão atingindo o limite imposto pelo Planeta, dado a tecnologia corrente” [EcoDebate] Esta frase já foi escrita e reescrita ao longo da história. Ela traz duas tendências conflitantes: por um lado os limites da Terra tendem a interromper o crescimento econômico, mas novas tecnologia tendem a expandir os limites da presença do ser humano no Planeta. De fato, a inventividade humana tem prolongado constantemente os limites naturais do planeta.

Importa que suma uma árvore? artigo de Alcione Cavalcante

[EcoDebate] Costumeiramente, no mês de julho, em função do dia do Engenheiro Florestal, fico cuíra(1), ou sou instado por colegas a escrever alguma coisa sobre florestas, engenheiros florestais ou sobre a importância social, economica, cultural e ambiental das florestas. Temas sem dúvidas instigantes e interessantes para nós que vivemos na Amazônia e laboramos este segmento do saber científico e tecnológico. Este ano, entretanto a motivação e a inspiração (no

Veneno à nossa mesa: Agrointoxicação e ‘vedação ocular’, artigo de Bruno Peron

[EcoDebate] Você desconfia de que parte dos alimentos que come podem acarretar danos graves e irreversíveis à saúde devido aos resíduos de agrotóxicos e fertilizantes químicos? Especialistas advertem que o Brasil é um dos países mais agrointoxicados e que sua população padece de insegurança alimentar, uma vez que está contaminada mais de metade das cenouras, pimentões, uvas, pepinos e morangos que consumimos. Ganhou notoriedade o tema da insegurança alimentar quando se temia

Produtos verdes: mais transparência para o consumidor, artigo de Newton Figueiredo

[EcoDebate] Diversas pesquisas realizadas no Brasil e no mundo continuam confirmando que nós brasileiros somos a nação mais preocupada com as consequências das mudanças climáticas e que uma boa parcela da população está disposta até a pagar mais por produtos que possam ajudar a construir uma sociedade mais justa e com melhor qualidade de vida. Várias empresas têm identificado uma nova forma de melhorar a rentabilidade, oferecendo produtos que atenderiam essa

Embrapa e SBPC criticam viés ideológico do novo texto do Código Florestal

Para o presidente da Embrapa, o novo texto do Código Florestal tem um viés ideológico e não tem um embasamento técnico sobre os impactos no campo. Ele chama a atenção para a necessidade de o País avançar no atual texto para evitar novos desmatamentos das florestas. "Hoje o Brasil já tem área suficiente para ser o celeiro agrícola do mundo", disse. Com opinião semelhante, José Antonio Aleixo, secretário da SBPC

Embrapa sugere marco regulatório para uma economia verde

O Cerrado Brasileiro, que despontou como uma fronteira agrícola a partir da década de 1970, deve ser a mola propulsora que levará o Brasil a tornar-se uma potência mundial agrícola, ambiental e energética (renovável) nos próximos anos. A opinião é do presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Pedro Antonio Arraes Pereira, em conferência sobre Cerrado: água, alimento, energia e pesquisa agropecuária, no primeiro dia da 63ª Reunião Anual da

SC: Justiça determina prosseguimento de desapropriação de imóvel rural por danos ambientais

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) confirmou a sentença de primeira instância e determinou o prosseguimento do processo de desapropriação do imóvel rural Fazenda Campo do Paiol, localizado no município de Taió, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, por descumprimento da função social da propriedade, no aspecto ambiental. Segundo relatório do 5º Pelotão da Guarnição Especial da Polícia Militar Ambiental do estado, foram constatados no imóvel danos à

Pesquisador da USP destaca potencial medicinal das moléculas presentes em plantas do Cerrado

Potencial químico do Cerrado - O potencial químico e farmacológico do Cerrado, embora sabidamente rico, ainda é pouco explorado e estudado. E o interesse da comunidade científica é ainda maior diante do cenário de desmatamento e da perda de biodiversidade do bioma, que ocupa cerca de 23% do território brasileiro. Foi o que afirmou o professor Fernando Batista da Costa, do Laboratório de Farmacognosia da Faculdade

BA: Incra inicia ajuste ambiental de 451 assentamentos

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, destacou como oportunidade de inclusão, o ajuste ambiental de 451 assentamentos baianos à legislação ambiental do estado. “As 39,5 mil famílias assentadas serão inseridas à dinâmica sustentável de produção de alimentos saudáveis para a mesa dos baianos”. Florence, juntamente com o governador da Bahia, Jaques Wagner, e presidente do Incra, Celso Lacerda, participou da solenidade de assinatura do termo de adesão ao Plano Estadual

O bullying além da escola

O bullying, uma forma de violência entre alunos, tem causas que vão além do ambiente escolar e está criando uma cultura do medo nos colégios. Essa foi uma das principais conclusões da mesa redonda Bullying: diferentes olhares, realizada ontem durante a 63ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), evento que está ocorrendo nesta semana na Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia. Ao longo de

Uso de agrotóxico pode intensificar desmatamento na Amazônia. Entrevista com Jefferson Lobato

Em vistoria de rotina no município de Novo Aripuanã, na floresta amazônica, técnicos do Ibama apreenderam quatro toneladas de herbicidas que seriam utilizadas para desmatar cerca de três mil hectares da floresta. Em outra região, encontraram árvores secas, com poucos indícios de queimadas, características que levam os profissionais a cogitar a possibilidade de ter ocorrido desmatamento químico em áreas florestais. De acordo com Lobato, o uso de agrotóxico para desmatar

Top