Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.260, de 18/01/2011

Sete bilhões de habitantes em 2011, artigo de José Eustáquio Diniz Alves As florestas e os deslizamentos de encostas, artigo de de Osvaldo Ferreira Valente Ciência e Tecnologia, enfim? artigo de Montserrat Martins Todas as áreas de topografia suave podem ser consideradas seguras? artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos O antropoceno: uma nova era geológica, artigo de Leonardo Boff Governo anuncia criação, até 2014, de sistema nacional de prevenção de catástrofes Sistemas de alerta eficientes podem

Sete bilhões de habitantes em 2011, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[Ecodebate] O mundo deve alcançar 7.000.000.000 (7 bilhões) de habitantes em 2011. Esta é a projeção da divisão de população da ONU. O mundo alcançou o seu primeiro bilhão de habitantes por volta de 1804. A humanidade levou milhões de anos de evolução para chegar a este número. O segundo bilhão de habitantes aconteceu em 1924. Portanto, gastou-se 118 anos para se acrescentar mais um bilhão de pessoas. O terceiro

As florestas e os deslizamentos de encostas, artigo de de Osvaldo Ferreira Valente

[EcoDebate] Os desastres originados de fenômenos naturais, como os que acabam de acontecer na Região Serrana do Rio de Janeiro, despertam a solidariedade de todos os brasileiros e de pessoas do mundo inteiro. Muitas coisas são ditas a respeito, muitas entrevistas são divulgadas pelas redes de televisão e pelos jornais e revistas. Muitos conselhos e indicações de procedimentos para soluções dos problemas. Também muitas bobagens, como artigos que

Ciência e Tecnologia, enfim? artigo de Montserrat Martins

[EcoDebate] A comoção com os novos desabamentos, no Rio, provocou pelo menos uma proposta nova de enfrentamento do problema. Nova porque vem de um Ministro do governo, o que significa um compromisso que pode ser cobrado pela população, eis que se partisse da oposição poderia parecer oportunismo ou demagogia. Quem se responsabilizou foi o Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, essa semana, prometendo criar um grande programa de previsão

Todas as áreas de topografia suave podem ser consideradas seguras? artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

[EcoDebate] Colegas geotécnicos (geólogos de engenharia e engenheiros geotécnicos) e de demais especialidades implicadas, Essas últimas tragédias têm nos chamado a atenção sobre a importância em termos mais cuidado em definir como geotecnicamente estáveis certas feições de relevo de topografia mais suave junto ao sopé de nossas regiões serranas tropicais. Há duas situações típicas de áreas de topografia suave situadas nas bordas das serras: a) áreas imediatamente situadas ao

O antropoceno: uma nova era geológica, artigo de Leonardo Boff

[EcoDebate] As crises clássicas conhecidas, como por exemplo a de 1929, afetaram profundamente todas as sociedades. A crise atual é mais radical, pois está atacando o nosso modus essendi: as bases da vida e de nossa civilização. Antes, dava-se por descontado que a Terra estava aí, intacta e com recursos inesgotáveis. Agora não podemos mais contar com a Terra sã e abundante em recursos. Ela é finita, degradada e com

Governo anuncia criação, até 2014, de sistema nacional de prevenção de catástrofes

O governo anunciou ontem (17) a criação do Sistema Nacional de Prevenção e Alerta de Desastres Naturais. A decisão foi informada após reunião da presidenta Dilma Rousseff com os ministros da Justiça, Defesa, Ciência e Tecnologia, Integração Nacional e Saúde. A montagem do sistema ocorrerá com a modernização dos equipamentos metereológicos, como radares e pluviômetros, para tornar mais eficiente a capacidade de prevenção de fenômenos climáticos, como chuvas fortes, e com

Sistemas de alerta eficientes podem evitar tragédias, afirmam especialistas

Especialistas advertem que a falta de planejamento urbano e ocupação de encostas levam à tendência de repetição do que houve na região serrana do Rio de Janeiro a outras áreas do Brasil. Para eles, o ideal é implementar sistemas de alerta para a população, recomendando a desocupação de áreas arriscadas, além do planejamento urbano de longo prazo. Segundo os especialistas, um exemplo é o adotado em países onde há ocorrências

Tragédia na região serrana do Rio deve acirrar discussões sobre ‘revisão’ do Código Florestal

Assim que a Câmara dos Deputados retomar os trabalhos legislativos a partir do início de fevereiro, ruralistas e ambientalistas terão que encontrar um ponto comum que viabilize a aprovação do novo Código Florestal Brasileiro. A matéria está pronta para ir à votação em plenário. Essa é a opinião do deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) que praticamente resume a situação de um dos assuntos mais polêmicos hoje na pauta do Congresso Nacional. “O

Tragédia no Rio deve ser levada em consideração no debate da ‘revisão’ do Código Florestal

A destruição causada pelas fortes chuvas na região serrana do Rio de Janeiro, com mais de 600 mortes contabilizadas até agora, forçosamente será levada em consideração pelos deputados federais no debate sobre o novo Código Florestal Brasileiro, cujo relator é o deputado Aldo Rebelo (PDdoB-SP). Para o professor de engenharia florestal da Universidade de Brasília (UnB), Eleazar Volpato, as flexibilizações propostas no relatório do deputado Aldo Rebelo agravam “de

Incra e PM voltam a Anapu (PA) por causa de tensão com madeireiros

Semana passada, a pedido do MPF, foi flagrada novamente a derrubada ilegal de árvores, mas após saída da PM madeireiros voltaram a ameaçar moradores do PDS Esperança A situação permanece tensa em Anapu, na região da Transamazônica paraense, onde trabalhadores rurais do Projeto de Desenvolvimento Sustentável Esperança mantém desde a semana passada um bloqueio na estrada para impedir o trânsito de madeireiros que exploram ilegalmente a floresta do assentamento. Hoje, 18 de

Política Nacional de Resíduos Sólidos: Até 2014 coleta seletiva estará implantada em todo Brasil

Municípios terão de se adaptar à Política de Resíduos Sólidos que proíbe os lixões e o descarte de resíduos que possam ser reciclados ou reutilizados Em quatro anos, no dia 3 de agosto de 2014, o Brasil estará livre dos lixões a céu aberto, presentes em quase todos os municípios brasileiros. Isso é o que define o artigo nº 54 da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), recentemente regulamentada por Decreto

Trabalho degradante: MPT e Justiça do Trabalho interditam três matadouros alagoanos

Em inspeções judiciais realizadas nesta sexta-feira, o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Alagoas e a Justiça Trabalhista interditaram três matadouros alagoanos. Isso significa que os munícipios Chã Preta, Viçosa e Paulo Jacinto estão descumprindo acordo judicial, firmado em 2008, e colocam em risco a vida dos trabalhadores. O procurador do trabalho Gustavo Acciloy e o juiz do trabalho Flávio Luiz da Costa flagraram crianças nos matadouros e trabalhadores sem equipamento

Portaria do Ministério da Agricultura anuncia retirada gradual do agrotóxico metamidofós do mercado

O metamidofós, agrotóxico usado nas lavouras brasileiras, principalmente nas de cana-de-açúcar, soja e algodão, vai sair do mercado gradualmente, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria publicada ontem (17) no Diário Oficial da União informa que o uso do produto será proibido a partir de dezembro de 2012. De acordo com a portaria, em 120 dias estará proibida a importação e produção do inseticida. Sua formulação, no entanto, será

Ocupação do solo: Instrumentos criados pelo Estatuto da Cidade há 10 anos ainda não são utilizados

Cidades ignoram dispositivos para viabilizar moradia em área segura - Em geral, eles permitem às prefeituras taxar de forma progressiva e até desapropriar imóveis que são subutilizados A maioria dos municípios do país ignora os instrumentos criados há dez anos pelo Estatuto da Cidade para regular a ocupação do solo. A lei federal, de 2001, cria dispositivos a serem usados pelas prefeituras para combater a especulação imobiliária e viabilizar moradias populares em

Venda de calmante dispara no Brasil; dependência pode ocorrer após 3 meses

A venda do ansiolítico clonazepam disparou nos últimos quatro anos no Brasil, fazendo do remédio o segundo mais comercializado entre as vendas sob prescrição. Entre 2006 e 2010, o número de caixinhas vendidas saltou de 13,57 milhões para 18,45 milhões, um aumento de 36%. O Rivotril domina esse mercado, respondendo por 77% das vendas em unidades (14 milhões por ano). Reportagem de Cláudia Collucci, na Folha de S.Paulo. O levantamento foi

Como Pequim planeja transformar os chineses em consumidores

As exportações alimentaram os estágios iniciais do boom econômico em andamento da China. Agora, entretanto, o governo em Pequim está dando uma maior ênfase ao consumo doméstico. A classe média chinesa, ao que parece, está mais do que feliz em cumprir a ordem. As multidões se acotovelam enquanto avançam. Homens em uniformes pretos acompanham a cena enquanto montam guarda. Uma convenção do Partido Comunista? Não. Na verdade, é a inauguração

Top