Índice da edição de 21/05/2010

Redução da biodiversidade ou das atividades antropogênicas? artigo de José Eustáquio Diniz Alves Entulho da construção civil, artigo de Roberto Naime Sem esquecer de se divertir, artigo de Montserrat Martins Brasil: o país do futuro (degradado)!, artigo de Ana Echevenguá Os absurdos conceituais na campanha para presidente, artigo de Bruno Lima Rocha Belo Monte também pode ter licença ilegal para canteiro de obras, artigo de Telma Monteiro Ficha Limpa só vai atingir políticos que serão condenados

Redução da biodiversidade ou das atividades antropogênicas? artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] A população mundial passou de 1 bilhão de habitantes, por volta de 1800, para 6 bilhões de habitantes, no ano 2000, para quase 7 bilhões, em 2010, e deve chegar a 9 bilhões, em 2050. Em 250 anos terá havido um crescimento de 9 vezes no número de pessoas na Terra. Mas a economia (PIB mundial) deverá apresentar um crescimento superior a 100 vezes, no mesmo período, segundo estimativas

Entulho da construção civil, artigo de Roberto Naime

[EcoDebate] Os resíduos de construção civil ou demolição (resíduo de C&D) ou simplesmente denominado entulho, tem uma composição muito heterogênea e varia muito conforme a região em função das alterações das técnicas construtivas. A constituição dos entulhos é argamassa, areia, cerâmica, concreto, madeira, metais, papéis, plásticos, pedras, tijolo e tintas. O concreto é o segundo material mais utilizado pela humanidade, logo depois da água. O entulho da construção civil sempre foi considerado

Sem esquecer de se divertir, artigo de Montserrat Martins

[EcoDebate] Lembro de uma cena (gravada ao vivo e aberta ao público) em que o Paulo Sant'Ana ganhava um presente de uma professora e dizia no ar que "ela está me dando essa geléia, mas disse que não é para dar nem uma provinha pro Mendelski", então colega dele na TV, que não apoiava os pedidos de aumento para os professores. Você pode gostar ou não gostar de pessoas como

Brasil: o país do futuro (degradado)!, artigo de Ana Echevenguá

[EcoDebate] O grande ambientalista Contreras repassou-nos a seguinte notícia: “Brasil é o país que causa maior impacto ao meio ambiente”1, segundo estudos comparativos de degradação ambiental entre 170 países, publicado na revista científica PloS One (www.plosone.org). Na lista dos dez piores, estamos na frente dos EUA, China, Indonésia, Japão, México, Índia, Rússia, Austrália e Peru. Isso provoca alguma surpresa??? Pras pessoas que conhecem o dia-a-dia do nosso Brasil e a

Os absurdos conceituais na campanha para presidente, artigo de Bruno Lima Rocha

[EcoDebate] Tenho a impressão que com este texto, serei contestado pelas equipes de campanha de todos os candidatos a presidente, incluindo os próprios. Se este for o preço da honestidade intelectual, sai até barato. O problema está na definição conceitual de esquerda e de terrorismo. Vejo com profundo pesar (os termos são outros, mas aqui não cabem) a taxação de terrorista que circula abundantemente pela internet, visando os 44 milhões

Belo Monte também pode ter licença ilegal para canteiro de obras, artigo de Telma Monteiro

O consórcio Norte Energia vencedor do leilão ilegal de Belo Monte vai solicitar ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) “licença ambiental provisória” (sic)  para a instalação dos canteiros de obras.  Uma licença “parcial” que autorizaria a instalação de canteiros de obras e ensecadeiras é o golpe covarde que falta para enfiar Belo Monte goela abaixo da sociedade, como aconteceu com Jirau, no rio

Ficha Limpa só vai atingir políticos que serão condenados após sanção. Texto pode gerar questionamentos no STF

Uma alteração no texto do Projeto Ficha Limpa, aprovado pelo Senado, deixará candidatos conhecidos do cenário nacional – como Joaquim Roriz e PauloMaluf – de fora da abrangência da Lei. No trecho sobre a concessão do registro, a expressão “os que tenham sido condenados” foi substituída por “os que forem condenados”. Com isso, a regra só vai ser aplicada aos casos de candidatos condenados após a sanção da medida pelo

III Congresso da CPT: Povos da terra discutem os clamores dos biomas e a resistência campesina

Durante toda a quarta-feira (19/05) os participantes se concentraram na troca de conhecimentos em quatro tendas espalhadas no interior do Colégio São José, Marista, onde discutiram os biomas e as peculiaridades de cada região. Em cada espaço foram apresentadas seis experiências, três em cada período, em seguida as informações foram aprofundadas nos debates. As tendas foram divididas em: Bioma Amazônico, Bioma Caatinga, Biomas Mata Atlântica e Pampa e Biomas

Jornada de Agroecologia: Encontro no Paraná propõe produção de alimentos sem agrotóxicos

Depois de anos sem realizar marcha de abertura, seja pelo tempo chuvoso ou por ameaças de repressão, a Jornada de Agroecologia deste ano levou milhares de militantes às ruas de Francisco Beltrão. “A marcha é uma forma de se apresentar para a sociedade como um todo. Se ficamos isolados não expressamos nosso pensamento”, aponta Avelino Callegari, secretário da Assessoar (Associação de Estudo, Orientação e Assistência Rural), entidade que atua em 18

Especialista alerta para aumento do uso de agrotóxicos no país

O uso de agrotóxicos aumentou consideravelmente nos últimos anos no Brasil, em cujas lavouras são usados indiscriminadamente produtos proibidos em outros países. O alerta é da gerente de Normatização e Avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Letícia Silva, que fez palestra ontem (20) na 9ª Jornada de Agroecologia, no município de Francisco Beltrão. De acordo com Letícia, só no ano passado, o consumo foi de 790 mil toneladas

RJ: Prefeitura de Volta Redonda recebe multa em processo sobre os danos ambientais do lixão no entorno da Floresta da Cicuta

Descumprimento de ordem judicial leva a cobrança de até R$ 20 mil por dia O desrespeito a uma ordem judicial em processo movido pelo Ministério Público Federal (MPF) levará a Prefeitura de Volta Redonda (RJ) a pagar multas diárias que, em quase um mês, já totalizam R$ 400 mil. O município foi novamente intimado pela Justiça a cumprir, até 24 de abril, o termo de ajustamento de conduta (TAC) para reduzir

Top