Índice da edição de 27/07/2009

O Caráter e a Política, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Piscinões um despropositado atentado urbanístico e ambiental, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Saneamento Ambiental no Estado de Rondônia Grupo Móvel liberta 1.492 trabalhadores nos primeiros sete meses de 2009 Acordo antidesmatamento provocado pela pecuária ganha adesão de mais cinco empresas no Pará MPF/MS quer fazendeiros engajados no combate às queimadas no Pantanal Comunidade de Chácara das Rosas (RS) pode se tornar primeiro quilombo urbano do

Piscinões um despropositado atentado urbanístico e ambiental, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

TPI-7 Eliseu de Almeida, Taboão da Serra / Córrego Pirajuçara, Vol 113 000 m3. Foto do Departamento de Águas e Energia Elétrica- DAEE [EcoDebate] Em resumo, mas sem prejuízo da precisão, a equação das enchentes da Região Metropolitana de São Paulo (extrapolável para outros centros urbanos) pode assim ser expressa e entendida: volumes crescentemente maiores de água, em tempos sucessivamente menores, sendo escoados para drenagens naturais e construídas progressivamente incapazes de

Saneamento Ambiental no Estado de Rondônia

[Por Margarida Marchetto, para o EcoDebate] A questão relacionada ao saneamento nas cidades Brasileiras tem evoluído nas últimas décadas. A partir de 2007, muitos municípios foram contemplados para o avanço do saneamento com as obras do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC. No estado de Rondônia alguns municípios estão sendo contemplados com as ações do PAC, conforme especificados a seguir. Na capital do estado já foram iniciadas a ampliação

Grupo Móvel liberta 1.492 trabalhadores nos primeiros sete meses de 2009

GRUPO MÓVEL: No período de 2003 a 2008, o Grupo Móvel libertou 26.890 trabalhadores em 1.368 estabelecimentos. Foto: Renato Alves Trabalhadores receberam R$ 2,5 milhões em verbas rescisórias. Fiscalização contra trabalho escravo detectou exploração em 15 estados. Maior número aconteceu em Pernambuco: foram 369 pessoas entre janeiro a julho Nos primeiros sete meses do ano, 1.492 trabalhadores foram libertados de condição análoga a de escravo mediante ação fiscal do Ministério do Trabalho

Acordo antidesmatamento provocado pela pecuária ganha adesão de mais cinco empresas no Pará

Rebanho aprendido pela operação Boi Pirata (agosto/2008). Foto: Valter Campanato/ABr Dos 13 empreendimentos processados, nove já assinaram acordos; pecuaristas negociam Os frigoríficos Eldorado, Rio Maria e Ativo Alimentos e as empresas exportadoras de gado Agroexport e Boi Branco assinaram esta semana termos de ajustamento de conduta (TACs) propostos pelo Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) para evitar o desmatamento provocado pela pecuária no estado. 16622

MPF/MS quer fazendeiros engajados no combate às queimadas no Pantanal

Queimada no Pantanal, em foto de arquivo Proprietários têm 60 dias para elaborar plano de contingência para prevenir e combater incêndios florestais O Ministério Público Federal (MPF/MS), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MP/MS) expediram recomendação conjunta a todos os proprietários rurais dos municípios de Corumbá e Ladário, determinando a elaboração de plano de contingência destinado a prevenir e combater incêndios florestais em suas respectivas

Comunidade de Chácara das Rosas (RS) pode se tornar primeiro quilombo urbano do Brasil

Ministério Público Federal tomou parte em audiências públicas para discutir problemas vivenciados pelos quilombolas em Canoas Primeiro quilombo urbano do Brasil pode receber titulação do Insituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) até agosto deste ano. A titulação do Incra é atributo necessário para que a comunidade de Chácara das Rosas, em Canoas (RS), possa se enquadrar na descendência quilombola. A novidade foi informada por representantes do Incra durante as audiências

Instituto Estadual de Florestas reassenta famílias mineiras

Foto Gontijo M./Divulgação Iniciativa alia preservação do meio ambiente e melhorias na qualidade de vida dos moradores que habitam o Parque do Itambé Pela primeira vez no Brasil, Instituto Estadual de Florestas (IEF) de Minas Gerais esta colocando em prática o reassentamento de famílias que habitam no Parque Estadual do Pico do Itambé. A iniciativa tem como objetivo preservar a unidade e promover melhorias na qualidade de vida dos moradores, que viviam

Leitor denuncia abatedouros clandestinos no Pará

Prezado senhor Henrique, Gostaria de sugerir, que façamos uma corrente em detrimento da Abate Clandestino de bovinos e suínos no país. Moro em Conceição do Araguaia-PA, e gostaria de DENUNCIAR crimes ambientais praticados pelo ABATE CLANDESTINO DE BOVINOS, ocorre que tais crimes são acobertados e tem a participação de servidores corruptos da ADEPARA - Agencia de Defesa Agropecuária do Estado do Pará, e do IBAMA. Facilmente se constata a não fiscalização dos abatedouros

Cientistas fazem avaliação das vulnerabilidades das áreas metropolitanas de SP e RJ em relação às mudanças climáticas

Primeiro esboço – O Painel Internacional de Especialistas em Megacidades, Vulnerabilidade e Mudança Climática Global, encerrado na última quarta-feira (22/7), resultou em uma avaliação preliminar que servirá para traçar, pela primeira vez, um mapa qualitativo das vulnerabilidades da Região Metropolitana de São Paulo frente aos efeitos do aquecimento global. De acordo com um dos coordenadores do painel, o climatologista Carlos Afonso Nobre – do Centro de Previsão de Tempo e Estudos

Especial: Pesquisa revela que 87% da comunidade escolar têm preconceito contra homossexuais

A coordenadora-geral de Direitos Humanos do Ministério da Educação, Rosiléa Maria Wille, afirma que há despreparo dos professores para lidar com o tema homossexualidade em sala de aula Foto: Marcello Casal JR/ABr Discriminação afeta desempenho escolar de alunos homossexuais Debate sobre diversidade sexual ainda não chegou aos livros didáticos Despreparo de professores potencializa discriminação contra homossexuais Travestis e transexuais são os mais afetados pelo preconceito na escola Nas escolas públicas brasileiras, 87% da comunidade

Progresso em questão: Sábios dizem como mudar nosso olhar, artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] Há poucas semanas (3/7) foi mencionado aqui [Controlar trilhões resolverá tudo?]o relatório produzido pela chamada Comissão Stiglitz-Sen-Fitoussi, liderada pelos Prêmios Nobel Joseph Stiglitz e Amartya Sen e encarregada pelo presidente da França de definir novos caminhos para avaliar a situação do mundo que superem as limitações dos indicadores apenas econômicos e financeiros - cuja precariedade ficou evidenciada na não-previsão da atual crise global. Seria importante que

The New York Times: Devastação ambiental coloca tribos indígenas em perigo

Crianças Kamayurá. Foto Damon Winter/The New York Times Enquanto os homens jovens pintados e nus da tribo Kamayurá se preparavam para os jogos de guerra ritualizados de um festival, eles encerraram seu canto de caça ao lado da fogueira com um som de sopro -"uoosh, uoosh"- uma tentativa simbólica de eliminar o odor de peixe, para que não fossem detectados pelos inimigos. Por séculos, os peixes dos lagos e rios da

Amazônia Pós-MP458: Especialistas temem efeitos de nova lei na Amazônia

Especialistas envolvidos na preservação da Floresta Amazônica temem os efeitos da nova lei criada a partir da MP 458, que determina regras para a regulamentação da posse de terras na região. Sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com alguns vetos a mudanças introduzidas pelo Congresso Nacional, a nova lei é considerada um avanço, mas está longe de ser reconhecida como a solução definitiva para o problema do desmatamento. "O objetivo

Em 1 ano, Brasil importou oficialmente 175,5 mil t de lixo para reciclagem

Fiscais do Ibama manipulam conteúdo de contêiner recheado de lixo, no Guarujá. JF Diório/AE País deixa de reciclar 78% dos resíduos sólidos que produz O Brasil importou, oficialmente, mais de 223 mil toneladas de lixo desde janeiro de 2008, a um custo de US$ 257,9 milhões. No mesmo período, deixou de ganhar cerca de US$ 12 bilhões ao não reciclar 78% dos resíduos sólidos gerados em solo nacional e desperdiçados no lixo

Top