Por que o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA) é necessário? por Patricia Constante Jaime

  Papel do CONSEA na democratização da administração pública e conformação de uma agenda política sinérgica entre agricultura, alimentação, nutrição, saúde, meio ambiente, sustentabilidade e justiça social. Jornal da USP   A Medida Provisória n. 870, de 01 de janeiro de 2019, publicada pelo novo governo federal de modo a estabelecer a organização administrativa dos órgãos da Presidência da República e seus Ministérios, trouxe más noticias para a política pública de segurança alimentar e

Contratações informais aumentam no país após um ano de Reforma Trabalhista

  Reforma Trabalhista - Governo prometeu 2 milhões de vagas; criou 298,3 mil até agora Por Giulia El Halabi     Aprovada quando o país tinha 13,3 milhões de desempregados e uma taxa de desocupação de 12,8%, a Reforma Trabalhista completou um ano em novembro. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que têm como base informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua apontaram que a informalidade atingiu 37,3 milhões de

Bolsonaro diz que ‘pode sair fora’ do Acordo de Paris; Presidente eleito também critica Pacto Global de Migração

  O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse ontem (12) em pronunciamento pelas redes sociais que pretende propor, via Itamaraty, mudanças ao Acordo de Paris. "Se não mudar, sai fora. Porque temos de ficar? É um acordo possivelmente danoso para a nossa soberania", afirmou. "Muitos estão fora, não assinaram. Por que o Brasil tem de ficar, para ser politicamente correto?", questionou. Segundo ele, o Brasil pode não conseguir cumprir, até 2030, as exigências previstas no Acordo de Paris

A defesa do interesse público, um princípio a ser resgatado, artigo de Clóvis Borges

  "As mudanças necessárias e prementes que nos tornem cidadãos mais solidários não representam nenhuma utopia"     [EcoDebate] Até que ponto cabe considerar legítimo o jogo de influência sobre o poder público que interfere em decisões estratégicas do governo, altera a legislação e interfere em decisões judiciais? Se as práticas que proporcionam favores excessivos aos mais diversos grupos setoriais trazem como consequência um duro ônus ao resto da sociedade, é necessário evidenciar que

Amazônia é totalmente estratégica para nossa sobrevivência enquanto espécie

  'Amazônia é totalmente estratégica para nossa sobrevivência enquanto espécie'. Entrevista especial com Marcela Vecchione Por Vitor Necchi e Patricia Fachin, IHU Nos últimos 60 anos, as propostas de desenvolvimento para a Amazônia e os povos tradicionais que habitam a região, como indígenas, quilombolas e amazônidas, visam “integrar a região - e as várias ‘regiões’ dentro da Amazônia - ao país”, diz a pesquisadora Marcela Vecchione à IHU On-Line. No entanto, lamenta, “dificilmente há um debate sobre desenvolvimento de dentro da região

Bolsonaro critica forma como europeus defendem meio ambiente e os indígenas

  O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), criticou, no sábado (1º), a forma como europeus defendem o meio ambiente e os indígenas. Segundo ele, sua preocupação é garantir apoio à ciência e à proteção ambiental, assim como à integração dos povos indígenas à sociedade, oferecendo as mesmas oportunidades dadas aos demais cidadãos.     “Eu acredito na ciência e ponto final. Mas o que a Europa fez para manter as suas florestas e as

O Brasil precisa cuidar de seus professores, artigo de Camila Cury

  Se o país pretende zelar pela educação, precisa cuidar dos seus professores     [EcoDebate] Uma pesquisa realizada em 35 países, divulgada no início deste mês pela Varkey Foundation, entidade dedicada à melhoria da educação mundial, mostrou que o Brasil caiu para último lugar no ranking de status do professor. Ou seja, menos de 1 em cada dez brasileiros acha que professor é respeitado em sala de aula. O que falta para o Brasil

Governo federal lança o 3º Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil

  Brasil tem 2,4 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil     Governo lança plano para combater trabalho infantil - O governo federal lançou ontem (27) o 3º Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. O documento traça um conjunto de medidas a serem adotadas entre 2019 e 2022 para acabar com essa prática e foram divulgadas pelo Ministério do Trabalho, em Brasília. O Brasil estabeleceu como meta

Pesquisa aponta que mortes de jovens negros na periferia resultam de escolhas históricas de governo

  Pesquisa aponta alto número de jovens negros assassinados como reflexo das políticas de exclusão no processo de segregação urbana Por Antonio Carlos Quinto, do Jornal da USP Era para ser uma segunda-feira como qualquer outra na vida da assistente social Cláudia Rosalina Adão. Mas, naquela manhã, no caminho de seu trabalho ela se deparou com três corpos juntos ao meio-fio. Eram jovens e negros que, desde a madrugada anterior, já faziam parte

Agenda ambiental do próximo governo não é só prejudicial ao país, mas uma ameaça ao planeta

  Agenda ambiental do próximo governo não é só prejudicial ao país, mas uma ameaça ao planeta. Entrevista especial com José Eustáquio Diniz Alves IHU Na entrevista a seguir, concedida por e-mail à IHU On-Line, José Eustáquio Diniz Alves aponta que as maiores ameaças (do governo eleito) estão nos campos de direitos humanos e ambiental. “A agenda ambiental do presidente eleito é prejudicial não só ao Brasil, mas é uma ameaça ao planeta”, aponta. E completa: “o governo Bolsonaro, tudo indica, deve reforçar

Presidente Bolsonaro, não junte meio ambiente e agropecuária num único ministério, artigo de Braulio Ferreira de Souza Dias

  [EcoDebate] Agropecuária e meio ambiente são duas agendas prioritárias e estratégicas para o Brasil. O Brasil é reconhecido nacional e internacionalmente pela pujança de sua natureza e recursos naturais e pela excelência da sua agropecuária. Somos reconhecidos como campeões mundiais de conservação da natureza e da biodiversidade e da produção de alimentos. O mundo inteiro olha para o Brasil como solução para a segurança alimentar da crescente população mundial, para a

Frente Parlamentar Ambientalista vai obstruir possível fusão de ministérios da Agricultura e Meio Ambiente

  O coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), defendeu nesta quarta-feira (31) a obstrução de eventual projeto ou medida provisória do governo Jair Bolsonaro para juntar o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). Cleia Viana/Câmara dos Deputados “Se o novo governo insistir nessa péssima ideia, isso será objeto de uma disputa política. Vamos obstruir, apresentar emendas e trazer a sociedade aqui para dentro para dizer, em nome do

Top