Mercúrio de garimpos ilegais contamina índios Yanomami

contaminação por mercúrio

  Mercúrio de garimpos ilegais contamina índios Yanomami A retomada dos garimpos ilegais na Terra Indígena Yanomami, em Boa Vista, Roraima, está ameaçando o meio ambiente e as populações de índios locais. De acordo com pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz na região, o consumo de peixes contaminados pelo mercúrio utilizado na extração do ouro é a principal causa do envenenamento dos índios. Hoje na aldeia de Aracaçá, por exemplo, 92% das pessoas

Investigados pela Lava Jato financiavam garimpo ilegal nas terras dos índios Cinta-Larga, em Rondônia, diz PF

    O monitoramento de dois envolvidos na Operação Lava Jato levou a Polícia Federal (PF) a tomar conhecimento de que eles estavam financiando a retomada do Garimpo Lage, mais conhecido como Garimpo de Roosevelt, em uma das maiores jazidas de diamantes do mundo. O garimpo está localizado nas terras dos índios Cinta-Larga, em Rondônia. Segundo a Polícia Federal, para cada R$ 1 milhão financiado por eles, dinheiro que era usado na compra

Abandono ameaça o rio que era um ouro, artigo de Gervásio Lima

opinião

    [EcoDebate] “Tá tudo errado”. Essas foram as palavras de um garimpeiro ao ser interrogado sobre a extração ilegal do ouro, no leito do rio que leva o mesmo nome em Jacobina. Com uma simplicidade peculiar e marcas da labuta nas mãos calejadas, típicas dos que enfrentam as agruras de um trabalho rústico e perigoso, o trabalhador que não quis se identificar, resume o que está acontecendo com a relação entre

PF deflagra operação contra extração ilegal de ouro e pedras em terras indígenas

    Policiais federais de Roraima, Rondônia, São Paulo, do Amazonas e Pará estão nas ruas desde as primeiras horas da manhã de ontem (7), cumprindo 313 mandados judiciais expedidos contra suspeitos de integrar um esquema de extração ilegal de ouro e pedras preciosas em terras indígenas. O principal alvo dos investigados é a reserva indígena Yanomami, de Roraima. De acordo com a Polícia Federal (PF), o esquema contava com a participação de

PF investiga ação de instituições financeiras em extração ilegal de ouro e pedras preciosas em terras indígenas

garimpo ilegal

    Instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central a atuar no mercado de capitais são o alvo final da Operação Warari Koxi, deflagrada ontem (7), pela Polícia Federal (PF), para desmantelar esquema criminoso de extração ilegal de ouro e pedras preciosas em reservas indígenas. O principal alvo da atividade ilícita é a Terra Indígena Yanomami, em Roraima. Segundo a delegada federal Denisse Dias Rosas Ribeiro, responsável pelo inquérito policial, o principal objetivo da

Funai e Ibama desativam garimpos ilegais na Terra Indígena (TI) Kayapó, no Sul do Pará

  Desde a última sexta-feira (26), uma operação de fiscalização conjunta entre a Funai e o Ibama percorre a Terra Indígena (TI) Kayapó, com foco no combate ao garimpo ilegal de ouro.A TI Kaiapó é uma das maiores do país, com 3,3 mi ha, localizada no sul do Pará.No final de julho, representantes dos órgãos notificaram os garimpeiros, que insistiram na prática ilícita, desencadeando a operação.Nos dois primeiros dias, foram desativados

Garimpo de ouro no Pará, artigo de Bruno Peron

    [EcoDebate] O Pará volta a receber atenção devido à sua tradição extrativista. Desta vez, evidencia-se a divisão entre os índios da etnia Kayapó com respeito à dúvida sobre se o território em que eles vivem deve ser explorado para mineração ou preservado para subsistência. Estima-se que entre 4 e 5 mil garimpeiros revirem a terra em busca de ouro numa região denominada Terra Indígena Kayapó, no sudeste do Pará. A ação

Ibama impede implantação de garimpo ilegal em Novo Mundo, MT

  O Ibama realizou, na última quinta-feira (24), em conjunto com a Policia Ambiental (BPA/MT) em Sinop/MT, uma operação de fiscalização que resultou na interdição de mineração irregular em área de preservação permanente e na apreensão de diversos maquinários no município de Novo Mundo, Mato Grosso, distante 740 km de Cuiabá. O Ibama vem realizando sobrevoos e identificando áreas suspeitas. A partir desta orientação, os agentes do Ibama e da Polícia Ambiental

Mineração ilegal: Ibama fiscaliza garimpos no Pantanal de Mato Grosso

    A Operação Minamata deflagrada pelo Ibama no último dia 16, vem realizando ações fiscalizatórias em garimpos de ouro localizados nos municípios de Nossa Senhora do Livramento/MT e Poconé/MT (100 km de Cuiabá), já aplicou R$3,2 milhões de multas e apreendeu cinco caminhões basculantes, três escavadeiras, duas pás carregadeiras e diversos motores, moinhos e demais equipamentos de mineração, além de uma motosserra sem licença. A Operação, que conta com o apoio da

Mineração no Xingu, a batalha entre a canadense Belo Sun e os garimpeiros da Ressaca, por Rogério Almeida

  Mapa: ISA / Amazonia.org   Há seis meses perto de 600 garimpeiros da Vila da Ressaca, no município de Senador José Porfirio, estão sem fonte de renda. Eles fazem parte do universo de pessoas e categorias que serão atingidas pelos grandes projetos da região do Xingu, a sudoeste do Pará, mais precisamente na Volta Grande do Xingu, a 50 km a sítio Pimental, que integra a engenharia do projeto da Hidrelétrica de

MPF denuncia 34 pessoas por garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami

    Operação Xawara desarticulou organização criminosa que praticava garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami O Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR) ofereceu denúncia contra 34 pessoas acusadas de crimes relacionados à prática, fomento e apoio ao garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami, reserva ambiental que abriga cerca de 20 mil índios no Estado. A denúncia foi feita após conclusão de investigação deflagrada pela Operação Xawara, iniciada em julho do ano passado pelo

Acordo entre Brasil e França sobre combate a garimpo ilegal enfrenta resistência na Câmara

Um acordo entre Brasil e França sobre o combate ao garimpo ilegal enfrenta resistências para a votação no Plenário da Câmara e divide a bancada do Amapá. O texto (PDC 1055/13) tramita na Casa desde 2009, um ano após os ex-presidentes Lula e Nicolas Sarkozy terem assinado o documento de cooperação em áreas de proteção ambiental e de interesse patrimonial ao longo da fronteira do Brasil com a Guiana Francesa. Dep.

Le Monde denuncia ameaças contra a tribo Ianomâmi no Brasil

  Os Ianomâmis são índios que habitam o Brasil e a Venezuela. Wikipédia   As ameaças para a sobrevivência da comunidade Ianomâmi denunciadas pelas Ongs de defesa dos povos indígenas ganharam uma extensa reportagem no vespertino francês Le Monde desta quinta-feira. O enviado especial do jornal à região leste de Roraima constatou as dificuldades da população Ianomâmi em preservar seu território diante do apetite cada vez mais voraz dos garimpeiros e dos lobbies

Em Roraima, 106 pessoas são denunciadas por crimes ambientais em três meses

  Garimpo ilegal, em foto de arquivo   Denunciados são acusados de extração ilegal de minérios em Terra Indígena. MPF/RR também pediu a prisão preventiva de 51 pessoas O Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR) denunciou, entre os meses de maio a julho de 2013, 106 pessoas acusadas de crimes ambientais. Entre elas, 98 são garimpeiros que atuam na extração ilegal de minérios em Terra Indígena, sobretudo a Yanomami. Além disso, o MPF/RR pediu

Ibama e ICMBio desmontam garimpo ilegal no entorno de floresta nacional no Pará

  Foto de arquivo   Fiscais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Ibama desmontaram garimpo ilegal no entorno da Floresta Nacional do Tapirapé Aquiri, no Pará. O crime foi descoberto durante a operação Tatu-Canastra, realizada em parceria com a polícia ambiental do estado. Os cerca de 60 garimpeiros que atuavam no local foram obrigados a deixar a área. Seis escavadeiras foram apreendidas. Os donos dos equipamentos receberam multas que

Garimpos ilegais no oeste do Mato Grosso são fechados pelo Ibama

  Operação Jungle II, iniciada no dia 12 de março pelo Ibama, com o objetivo principal de coibir desmatamento na região de Pontes e Lacerda (450 quilômetros de Cuiabá), fechou dois garimpos ilegais e apreendeu 1,7 milhão de reais em equipamentos, além de aplicar 732 mil reais em multas.     A fiscalização das áreas de garimpo, na faixa de fronteira com a Bolívia,contou com agentes do Ibama, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.     As

MT: Justiça recebe denúncia por extração ilegal de ouro no interior e entorno das áreas indígenas

    Dragas para extração percorriam rios de Mato Grosso, Pará e Amazonas dentro de terras indígenas A Justiça Federal recebeu a denúncia proposta pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT) contra os 30 envolvidos na extração ilegal de ouro no leito do Rio Teles Pires, sobretudo no interior e entorno das áreas indígenas Kayabi e Munduruku. De acordo com o procurador da República Rodrigo Timoteo da Costa e Silva, as acusações são

Apesar do risco à saúde, Brasil apoia controle sobre mercúrio no garimpo, mas sem proibir o uso

    Trabalho de garimpeiros brasileiros causam risco de o metal ir para o ambiente e contaminar a atmosfera, o solo e os rios "Tenho mais medo do mercúrio do que do aquecimento global. É uma questão mais grave, muito mais séria. Pior que o amianto, que é cancerígeno e afeta quem usa e quem trabalha com ele. O mercúrio se difunde e contamina o ambiente, os peixes e as pessoas que comem

Tratado global sobre o mercúrio ainda exigirá décadas para que seja efetivo

  A utilização de mercúrio para extrair artesanalmente o ouro coloca em riscos a saúde dos mineiros. Foto:IRIN/Kenneth Odiwuor   Ativistas criticam brechas no novo tratado, assinado por 140 países, visando controlar a poluição de mercúrio. Uma das críticas destaca que a  Convenção de Minamata sobre Mercúrio  não cria metas que comprometam os países na redução de suas emissões de mercúrio. A convenção, com o nome de uma cidade japonesa que sofreu grave poluição por

PNUMA alerta para os riscos associados à exposição ao mercúrio nos países em desenvolvimento

garimpo

  A utilização de mercúrio para extrair artesanalmente o ouro coloca em riscos a saúde dos mineiros. Foto:IRIN/Kenneth Odiwuor   Um novo estudo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), intitulado Mercúrio: Hora de Agir, afirma que muitas comunidades nos países em desenvolvimento estão enfrentando riscos de saúde e ambientais associados à exposição ao mercúrio. O documento afirma que regiões da África, Ásia e América do Sul estão sendo atingidas pelo

Top