Encerrada a COP24, manga arregaçada e mão na massa, por André Ferretti e Juliana Baladelli Ribeiro

    O Brasil tem ocupado um papel de protagonismo e liderança técnica e diplomática desde que as Conferências da ONU foram criadas na Rio-92. Essa visibilidade nos maiores fóruns globais sobre desenvolvimento e sustentabilidade se dá muito por sermos considerados a maior potência mundial em biodiversidade e água potável, donos da maior área de floresta tropical úmida, um dos maiores produtores de alimentos do planeta e proprietários do maior programa de

A COP24 diante da emergência planetária e do Armageddon ecológico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  Emergência Planetária - A afluência e a influência humana sobre a Terra nos tempos modernos têm sido tão significativas (e ambientalmente tão negativas) que pôs fim à estabilidade climática existente nos cerca de 12 mil anos do Holoceno   “É triste pensar que a natureza fala e que o ser humano não a ouve” Victor Hugo [EcoDebate] A Terra é a nossa casa comum. A humanidade é uma das inúmeras formas de vida que

COP24: Representantes de cerca de 200 nações concordaram em manter os compromissos do Acordo de Paris

  Programação adotada na COP24, em Katowice, inclui série de padrões para medir emissões de gases poluentes e que países desenvolvam políticas nacionais. ONU News Representantes de cerca de 200 nações concordaram este sábado em manter os compromissos do Acordo de Paris, adotando regras para implementar o pacto na Conferência do Clima, COP24, realizada em Katowice na Polônia. O Programa de Trabalho do Acordo de Paris, aprovado após duas semanas de negociações, prevê padrões para medir as

COP24 termina sem definir como o chamado mercado de carbono será regulado

  Regulamentação do mercado de carbono será decidida somente na COP 25; Próxima Conferência do Clima será no ano que vem no Chile ABr A 24ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 24) foi encerrada no sábado (15), depois de intensas negociações entre os delegados de mais de 190 países, sem definir como o chamado mercado de carbono será regulado. Realizada em Katowice, Polônia, desde o último dia 3, a COP 24

COP24 – Sociobiodiversidade e populações tradicionais são destaques em programação do Espaço Brasil

Por Bruno Bianchin Martim Da Polônia KATOWICE - Números indicam que a coleta de produtos encontrados no interior da floresta amazônica, como castanha, açaí e babaçu, garantem a subsistência de mais de 2 milhões de pessoas no Brasil. Apenas em áreas protegidas, estas atividades extrativistas movimentam mais de R$ 1 bilhão por ano, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Esse foi um dos assuntos discutidos ontem (6), na COP24

Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24) inicia sob pressão de medidas urgentes

  COP24 - Países devem apresentar plano para redução das emissões de carbono     ABr A cidade de Katowice, na Polônia, abriu ontem (2) a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24). Sob o clima gelado do inverno polonês, a ONU começa as negociações com a expectativa de que os 196 países-membros possam fazer um plano de ação e mostrem como vão implementar o chamado Acordo de Paris, firmado em 2015 pelas nações

15/3 – A greve global dos adolescentes pelo clima; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Esse movimento é o ponto de luz no cenário de chumbo em que estamos. Ele se insurge contra a apatia ou mesmo a cumplicidade dos adultos no que se refere à aceleração em curso das mudanças climáticas. No âmbito desse movimento, que vem crescendo e que esperamos cresça cada vez mais, ocorrerá no próximo dia 15, sexta-feira, uma greve global dos adolescentes pelo clima. Também os estudantes brasileiros começam agora

Índice da edição nº 3.119, 2018 [de 28/12/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394 Informações, notícias e artigos sobre temas socioambientais   Cresce a presença de mulheres chefes de família entre os idosos no Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Dessalinizar os cérebros, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Pequenos peixes podem não ser mais capazes de prosperar sob níveis de oxigênio decrescentes Não prosseguir com Angra 3 e substituir a produção de energia nuclear por solar representaria uma economia de R$ 12,5 bilhões ao

Índice da edição nº 3.114, 2018 [de 17/12/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394 Informações, notícias e artigos sobre temas socioambientais   Livrai-nos do Mala Man, artigo de Montserrat Martins A COP24 diante da emergência planetária e do Armageddon ecológico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Elevados níveis de mercúrio liberado pelo descongelamento do permafrost no Ártico canadense COP24: Representantes de cerca de 200 nações concordaram em manter os compromissos do Acordo de Paris COP24 termina sem definir como o chamado mercado de carbono será regulado Mudanças

Mudanças Climáticas definem a difícil escolha entre ficar ou partir na América Central

  Mudanças Climáticas - No chamado “Corredor Seco”, que vai do sul do México até o Panamá, secas que normalmente não excediam 20 dias agora duram mais do dobro; estudo aponta que jovens de áreas rurais com até 24 anos formam maior parte de migrantes da região. ONU News A cidade de Katowice, na Polônia, recebe a Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, COP24. Líderes mundiais trabalham num plano

As emissões globais de combustíveis fósseis batem recorde em 2018, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "O fato é que as emissões só cairão consistentemente com uma mudança completa no modelo de produção e consumo e o decrescimento demoeconômico".   [EcoDebate] O Acordo de Paris, assinado em 2015, em seu ponto principal, trata do esforço para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE). Entre 2014 e 2016 as emissões mundiais ficaram estagnadas e parecia que tinham alcançado um pico para, em seguida, começar um processo de

COP 24: Fórum Brasileiro de Mudanças do Clima (FBMC) apresenta estratégias para contenção das mudanças climáticas

  Mudanças Climáticas - Estudo conclui que desmatamento ilegal zero, reflorestamento de áreas de pasto degradadas e agricultura de baixo carbono são ações consideradas urgentes no País     Katowice, 10 de dezembro. Nesta segunda-feira (10/12), membros do Fórum Brasileiro de Mudanças do Clima (FBMC) lançaram o estudo ‘Brasil Carbono Zero em 2060’ no Espaço Brasil da COP24, na Polônia. Trata-se de um relatório preliminar das recomendações brasileiras de desenvolvimento de economia de baixo

Top