Índice da edição nº 3.026, 2018 [de 01/08/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Sobrecarga da Terra: superpopulação e superconsumo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A questão ambiental entre a ciência e a ideologia, Parte 4/7, artigo de Roberto Naime China pode enfrentar ondas de calor mortais devido a mudanças climáticas Ministério da Saúde registra de 12 mil a 14 mil intoxicações por agrotóxicos no país a cada ano Crianças de povoado cearense de Tomé apresentam malformações relacionadas a agrotóxicos, aponta pesquisa Pesquisa na

Sobrecarga da Terra: superpopulação e superconsumo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Precisamos pegadas menores, mas também precisamos de menos pés”. (Enough is Enough, 2010)   [EcoDebate] Hoje, 01 de agosto, é o dia da Sobrecarga da Terra. Significa que a humanidade já consumiu todos os recursos renováveis para o ano completo de 2018. Nos próximos 5 meses, a economia internacional vai funcionar na base do déficit ambiental, consumindo a herança deixada pela “Mãe natureza”. Serão cinco meses de sobrecarga e degradação ambiental, fato que

A questão ambiental entre a ciência e a ideologia, Parte 4/7, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] SILVA et al (1997) assinalam que a constatação da crise generalizada, identificada na ciência e refletida na sociedade, pode ser percebida como risco ou como oportunidade de se lançarem novas bases para mudanças. A própria ciência hoje é colocada em questão, e segundo Acot, "na sua essência, a ciência é atravessada pelas ideologias e marcada pelas mentalidades, governada por instituições que intervém em suas criações e transformações, como inspiradora das

China pode enfrentar ondas de calor mortais devido a mudanças climáticas

  Uma das regiões mais densamente povoadas do mundo pode empurrar os limites da habitabilidade até o final deste século, segundo o estudo. Por David L. Chandler | MIT News Office*     A pesquisa mostrou que, além de um certo limiar de temperatura e umidade, uma pessoa não pode sobreviver desprotegida a céu aberto por longos períodos - como, por exemplo, os fazendeiros devem fazer. Agora, um novo estudo do MIT mostra que, a menos

Ministério da Saúde registra de 12 mil a 14 mil intoxicações por agrotóxicos no país a cada ano

  Por Sumaia Villela, da Radioagência Nacional O Brasil é um dos maiores produtores agrícolas mundiais e também um dos maiores consumidores de agrotóxicos. 80% dos produtos são aplicados em soja, milho, cana-de-açúcar e algodão, normalmente plantados em larga escala. O setor movimenta no país cerca de US$ 10 bilhões por ano. Nesse universo, é intensa a disputa por dois modelos: se o Estado deve reprimir ou facilitar o uso dos produtos. A

Crianças de povoado cearense de Tomé apresentam malformações relacionadas a agrotóxicos, aponta pesquisa

  Por Sumaia Villela, da Radioagência Nacional O povoado de Tomé, de cerca de 2,5 mil habitantes, fica no município de Limoeiro do Norte, no Ceará. É famoso na região. Mas, o motivo não é tão bom: a comunidade fica encurralada por territórios do agronegócio, e é conhecida pela contaminação por agrotóxicos. Fato comprovado por cientistas, segundo a professora de Medicina da Universidade Federal do Cariri, Ada Pontes, que também faz parte

Pesquisa na Chapada do Apodi mostra que trabalhador rural que manuseia agrotóxicos pode sofrer alteração genética

  Por Sumaia Villela, da Radioagência Nacional Chapada do Apodi. Divisa entre Ceará e Rio Grande do Norte. Uma terra antes ocupada pela agricultura familiar, mas que na década de 1990, com a instalação de um perímetro irrigado, começou a receber multinacionais produtoras de frutas. É, também, uma região conhecida nacionalmente pelo uso intenso de agrotóxicos. E foi lá que o professor de Medicina da Universidade Federal do Ceará, Ronald Pinheiro, fez descobertas

Agir contra injustiça social garante progressos em saúde

  Por Júlia Dias (Agência Fiocruz de Notícias) “Por que tratar pessoas e devolvê-las às mesma condições que as fizeram adoecer?”, essa é a pergunta que inicia o livro The Health Gap (A lacuna em saúde), do diretor do Institute of Health Equity, sir Michael Marmot. Ela resume a ideia dos determinantes sociais da saúde, que buscam entender e atuar sobre fatores socioeconômicos que interferem na saúde. “Esta ideia está decolando”, garantiu o fundador

Top