Índice da edição nº 2.726, 2017 [de 28/03/17]

    Meio ambiente e os princípios da prevenção e precaução, artigo de Roberto Naime Até que enfim, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado Os mercadores de sonho e a transposição do rio São Francisco. Entrevista com Dom Luiz Flávio Cappio Decreto do Rio de Janeiro que subtraiu 68% da área original da APA Tamoios é inconstitucional, diz PGR Operação conjunta combate extração ilegal de madeira em terras indígenas no MA

Meio ambiente e os princípios da prevenção e precaução, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] A civilização humana vive em um estágio evolutivo das relações sociais que é muito complexo, caleidoscópico e multifacetado, que caracteriza o que tem se denominado classificar como sociedade de risco, segundo manifestações sintetizadas da obra de grandes ícones como Ulrich Beck. Os pensadores e operadores do direito atribuem para a palavra princípio, em sua raiz latina última, significa ‘aquilo que se toma primeiro’ (do latim “primum capere”), designando o início,

Até que enfim, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado

    - Esta obra da transposição não vai começar; se começar, não vai continuar; se continuar, não vai terminar; se terminar, não vai funcionar. Tal frase, que relembra outra de Carlos Lacerda a respeito da candidatura, eleição e posse de JK, foi dita em um debate na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Nesse debate, ao final da palestra do representante do Ministério da Integração Nacional, uma assistente foi à mesa e lhe

Os mercadores de sonho e a transposição do rio São Francisco. Entrevista com Dom Luiz Flávio Cappio

  Os mercadores de sonho e a transposição do rio São Francisco. Bem social, direito de todos, transformado em bem econômico, direito de alguns. Entrevista especial com Dom Luiz Flávio Cappio IHU "O Projeto de Transposição de Águas do Rio São Francisco é eleitoreiro, e por isso é muito oportuno usá-lo em momentos como este que temos pela frente, as eleições de 2018”, afirma Dom Luiz Flávio Cappio à IHU On-Line, em entrevista concedida

Decreto do Rio de Janeiro que subtraiu 68% da área original da APA Tamoios é inconstitucional, diz PGR

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, propôs ao Supremo Tribunal Federal (STF) ação direta de inconstitucionalidade (ADI) 5676 contra decreto do Rio de Janeiro que reduz o território da Área de Proteção Ambiental (APA) de Tamoios. De acordo com a ação, a norma questionada promoveu subtração de aproximadamente 15.356 hectares, ou seja, 68% da área original. Janot pede a inconstitucionalidade da expressão “com área total aproximada de 7.173,23 hectares”, contida no

Operação conjunta combate extração ilegal de madeira em terras indígenas no MA

  Agentes do Ibama e da Polícia Federal na operação Maravalha Foto: Polícia Federal O Ibama, a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciaram na quinta-feira (23/03), no sudoeste do Maranhão, a operação Maravalha com o objetivo de combater a extração, o transporte e a comercialização ilegal de madeira da Reserva Biológica (Rebio) do Gurupi e das terras indígenas Caru e Arariboia. Três Ações Civis Públicas (ACPs) resultaram na interdição de

Atlas Agropecuário revela a malha fundiária do Brasil

Uma colaboração entre o Imaflora, o GeoLab da Esalq / USP (Projeto Fapesp 2016/17680-2) e a KTH (Suécia) resultou na criação de uma base de dados georreferenciada da malha fundiária de todo o Brasil. Englobando aproximadamente 6,7 milhões de polígonos, a malha recobre todo o território nacional e, pela primeira vez, oferece aberta e publicamente para a sociedade uma visão do conjunto das terras públicas e dos imóveis privados do

Fiocruz dá início às liberações de mosquitos Aedes aegypti com Wolbachia em Niterói (RJ)

  Os bairros de Charitas, Preventório, São Francisco e Cachoeira são os primeiros a receber o mosquito aliado no combate a dengue, Zika e chikungunya     O Projeto Eliminar a Dengue: Desafio Brasil inicia a liberação dos mosquitos Aedes aegypti com a bactéria Wolbachia, na região de Praia de Baía de Niterói, nos bairros de Charitas, Preventório, São Francisco e Cachoeira. Essa é a etapa mais aguardada do método inovador e natural que

Com dupla jornada, mulher trabalha 5,4 anos a mais do que homem, diz estudo do Ipea

  ABr A mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem ao longo de cerca de 30 anos de vida laboral, segundo simulação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos. O cálculo foi feito a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o Ipea, nesse período de aproximadamente

Top