nº 2.447, 2016 [07/01/2016]

    Um sanduíche de peixe como exemplo de impacto ambiental antrópico, artigo de Roberto Naime Educação: Molde e ferramenta, artigo de Daniel Clemente E a água, José? Como garantir que a 'festa' não acabe? artigo de João Ricardo Raiser Rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, causou destruição de mais de 660 quilômetros de rios Rompimento da barragem da Samarco: Mancha de lama no litoral capixaba triplica de tamanho Minerodutos: um

Um sanduíche de peixe como exemplo de impacto ambiental antrópico, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Quando em algumas oportunidades, os úteis e práticos empreendimentos de redes varejistas se implantam, boa parte dos maiores impactos ambientais, decorrem de pequenos e tradicionais iniciativas também empreendedoras que acabam definitivamente afetadas. Abre um grande supermercado e a tradicional padaria da esquina, ou o açougue que existe há décadas, são deleteriamente afetados. Tanto que frequentemente quando se implanta empreendimento varejista, uma das medidas mais comuns de compensação ambiental é a

Educação: Molde e ferramenta, artigo de Daniel Clemente

    [EcoDebate] O Ministério da Educação e Cultura do Brasil (MEC) glorifica-se como a instituição que mais adquire livros no mundo, distribuindo-os gratuitamente, proporcionando e impulsionando o surgimento de “best sellers” a cada ano. A nobre atitude esbarra na pobre escolaridade, livros são entregues aos iletrados escolarizados e analfabetos funcionais como sobrepeso a ser transportado diariamente às escolas, o conteúdo escrito não corresponde com a realidade do leitor, os alunos entendem

E a água, José? Como garantir que a ‘festa’ não acabe? artigo de João Ricardo Raiser

    [EcoDebate] E a água, José? Estranho falar sobre água, parece um assunto menor diante de tantas outras necessidades, como o famoso tripé: saúde, educação e segurança. Mas não se engane, é um assunto de igual relevância. Quando perguntam sobre o meu trabalho, respondo rápido: “- Trabalho com gestão de recursos hídricos.”. Frequentemente ouço de volta: “- Ah, essas coisas de meio ambiente?”. Por amor ao que faço, e não é fácil

Rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, causou destruição de mais de 660 quilômetros de rios

    O desastre ambiental provocado pelo rompimento da Barragem do Fundão, da Mineradora Samarco em Mariana (MG), no último dia 5 de novembro, atingiu 663 quilômetros de rios e resultou na destruição de 1.469 hectares de vegetação, incluindo Áreas de Preservação Permanente, mostra laudo técnico preliminar do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). No distrito de Bento Rodrigues, 207 das 251 edificações (82%) ficaram soterradas. Os rejeitos

Rompimento da barragem da Samarco: Mancha de lama no litoral capixaba triplica de tamanho

    Na terça-feira (5), dia em que se completaram dois meses do rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana (MG), o tamanho da mancha de lama que se espalha pela superfície do mar do Espírito Santo, a partir da foz do Rio Doce, triplicou de tamanho em relação a domingo (3), e não há prazo para que os rejeitos de minério deixem de ser despejados no litoral. O acompanhamento é feito pelo

Minerodutos: um cheque em branco para as mineradoras

  “Minerodutos têm um único objetivo: acelerar o processo de expropriação e exportação do patrimônio mineral brasileiro”, diz o representante do Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas - Fonasc-CBH de Minas Gerais. Foto: www.otempo.com.br   A tragédia com a barragem de rejeito da Samarco, em Mariana, traz à tona a discussão sobre os impactos ambientais do uso de minerodutos para o transporte de minérios no país. Atualmente, dois complexos minerários com

Solo retirado de construções pode ajudar a recuperação de áreas degradadas

  Um estudo realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) revelou que uma parte do solo retirado em construções e áreas de mineração pode ter um excelente reaproveitamento para regeneração de áreas degradadas. A técnica consiste em retirar a camada superficial do solo de uma área a ser explorada e aplicar esse material em locais destinados à compensação ambiental. Normalmente descartado em aterros e em áreas próximas a rodovias, esse composto de

Energia solar em telhados gera renda e melhorias no sertão baiano

energia solar

  Residenciais com energia solar gerada nos telhados ultrapassaram a marca de R$ 2 milhões em receita obtida com a venda da energia elétrica à distribuidora local     Com 9.144 placas fotovoltaicas instaladas nos telhados dos blocos com quatro ou seis apartamentos, os conjuntos vizinhos do Minha Casa Minha Vida, lar de mil famílias de baixa renda, têm potencial para produzir 2,1 Megawatts (MW), capazes de abastecer 3,6 mil domicílios por ano. Transformados na maior microusina de energia

Mais de 2 mil testes nucleares já foram feitos no mundo desde 1945

    A bomba de hidrogênio que a Coréia do Norte assegura ter testado ontem (6) de madrugada eleva para 2.056 o número de testes nucleares realizados a nível mundial desde 1945. O primeiro ensaio nuclear foi realizado pelos Estados Unidos em 16 de julho de 1945. Denominado Experiência Trinity, o teste ocorreu a 48 quilômetros de Socorro, próximo de Alamogordo, no Novo México. Após o êxito do teste, Washington lançou em agosto desse

Top