nº 2.395, 2015 [05/10/2015]

    Professora, nunca vi um surubim, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) COP21 - Brasil aposta em energia renovável, combate ao desmatamento e replantio para cumprir meta do clima COP21 - Brasil ignora compromissos com Clima e promove fontes fósseis na Amazônia, alerta o Greenpeace COP21 - Metas enviadas à ONU sobre aquecimento não limitam aumento de temperatura a 2°C Fracking - Seminário debate impactos ambientais causados pela exploração de gás de xisto EIA-RIMA da usina São

Professora, nunca vi um surubim, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] - Depois de tantos anos assistindo a olho nu a decadência do rio São Francisco, foi chocante ouvir essa frase. A declaração foi feita por um aluno a uma professora de um colégio particular de Petrolina. Ela também é professora numa escola pública de Juazeiro e, durante um debate sobre rio, citou a expressão para os alunos presentes ao debate. Ela utilizava a música Boato Ribeirinho (Nilton Freittas, Wilson Freittas e Wilson

COP21 – Brasil aposta em energia renovável, combate ao desmatamento e replantio para cumprir meta do clima

    Aumentar o uso de energia renovável, acabar com o desmatamento ilegal e restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de vegetação em território nacional são algumas das iniciativas que o Brasil pretende adotar para reduzir em 43% as emissões de gases de efeito estufa até 2030, segundo exposição feita pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em audiência pública promovida nesta quinta-feira (1º) pela Comissão Mista Permanente de Mudanças Climáticas

COP21 – Brasil ignora compromissos com Clima e promove fontes fósseis na Amazônia, alerta o Greenpeace

  Greenpeace realiza protesto no encontro das águas dos rios Negro e Solimões contra avanço da exploração de petróleo e gás na maior floresta tropical do mundo zoom Protesto na Amazônia - Deixe as fontes fósseis no chão. (©Rogério Assis/Greenpeace)   Na contramão da história e contra a tendência global de desincentivo às fontes fósseis, o governo federal promove no dia 7 de outubro mais um leilão de energia voltado para petróleo e gás. Em

COP21 – Metas enviadas à ONU sobre aquecimento não limitam aumento de temperatura a 2°C

COP 21

    O Climate Action Tracker, organização composta por instituições científicas que monitoram o aquecimento global, divulgou na quinta-feira (1º) uma análise de 19 Contribuições Nacionalmente Determinadas Pretendidas (INDC), que são documentos com as metas de cada país para reduzir as emissões de gases do efeito estufa. As propostas foram enviadas à ONU pelos países-membros e serão o ponto de partida das negociações da Convenção do Clima de Paris, entre 30 de novembro

Fracking – Seminário debate impactos ambientais causados pela exploração de gás de xisto

Especialistas mostraram posições favoráveis e contrárias à exploração de hidrocarbonetos de reservatório não convencional, por meio do fraturamento hidráulico Membros do Ministério Público Federal (MPF), representantes do governo e especialistas da área debateram, nesta quinta-feira, 1º de outubro, a exploração e produção de hidrocarbonetos de reservatórios não convencionais, por meio de fraturamento hidráulico. Esse recurso energético é comumente referido como gás de folhelho e gás de xisto, apesar também ser possível

EIA-RIMA da usina São Luiz do Tapajós omite de impactos importantes

notícia

    Nove cientistas analisaram os estudos e demonstram a omissão de impactos importantes. Para Deborah Duprat, do MPF, o licenciamento ambiental não pode mais ser uma farsa Na região a ser impactada por São Luiz do Tapajós, no médio curso do rio Tapajós, foram identificadas 352 espécies de peixes, mais do que existe no Pantanal matogrossense, famoso pela riqueza da ictiofauna e mais do que já foi identificado na Europa inteira. Mesmo

Começa desova de tartarugas marinhas nas praias do Brasil

    A temporada de desova de tartarugas marinhas no Brasil começou em setembro, com a chegada ao litoral brasileiro das fêmeas reprodutoras das tartarugas cabeçuda e oliva e, em seguida, das tartarugas de couro, e se estenderá até março de 2016, quando todos filhotes terão nascido. As últimas tartarugas a chegar às praias são a tartaruga pente, em dezembro, e a tartaruga verde, em janeiro. A postura dos ovos ocorre nas praias

Índios Guarani Kaiowá denunciam ataques de milícias armadas e pedem demarcação de terras

    Indígenas da etnia Guarani Kaiowá reclamam dos constantes ataques de milícias armadas às comunidades do Mato Grosso do Sul. Nos últimos 12 anos, 390 índios foram assassinados no estado, de acordo com o Conselho Indigenista Missionários. Elizeu Lopes, líder indígena, denuncia o envolvimento de fazendeiros e, inclusive, da polícia e de políticos locais nos ataques. Nos últimos dois meses, as tribos sofreram 12 agressões e pelo menos quatro foram mortos. Os

Relatório Figueiredo: crimes contra os povos indígenas continuam 50 anos depois. Entrevista com Elena Guimarães

  “Discutir o Relatório Figueiredo ou o relatório da CNV é colocar em pauta a necessidade de efetivar as recomendações encaminhadas pela Comissão Nacional da Verdade ao Estado brasileiro, de afirmar políticas de não repetição e de reparação coletiva”, afirma a pesquisadora. www.mixologynews.com.br   “O Relatório Figueiredo deixa sua marca por se tratar de uma documentação que identifica e reconhece as violências cometidas contra os índios a partir da década de 1950, em que

Top