Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.860, de 20/06/2013

    Desmatamento e Desobediência Civil, artigo de Efraim Rodrigues A bicicleta fantasma e a perda do senso de coletividade, artigo de Márcia Pimenta O '17 de Junho': a revolta por 40 centavos (ida e volta) e algo mais, artigo de Johannes Gierse O que acordou o gigante, por Ana Carolina Amaral Após protestos, tarifa do transporte público em São Paulo voltará a custar R$ 3 Rio suspende aumento de tarifas do

Desmatamento e Desobediência Civil, artigo de Efraim Rodrigues

    [EcoDebate] Lá pelo século 19, Thoreau andava pelo estado de Massachusetts falando sobre a importância de viver uma vida frugal e em contato com a natureza. Era a época em que esta região dos Estados Unidos estava em seu mínimo de cobertura florestal. Nunca antes nem depois haveria tão poucas árvores. Há duas semanas o SOS Mata Atlântica divulgou seu monitoramento anual, mostrando que ainda não chegamos no fundo do poço

A bicicleta fantasma e a perda do senso de coletividade, artigo de Márcia Pimenta

      [EcoDebate] Você já viu as bicicletas fantasma espalhadas pela cidade? A bicicleta fantasma é uma bicicleta pintada de branco indicando o local onde um ciclista foi morto por um veículo motorizado. O monumento manda um recado: compartilhem as estradas. Amarrada ali num poste a “bicicleta-alma-penada” nos convida a uma reflexão que pode, inclusive, nos fazer entender por que os movimentos sociais que invadiram as cidades das grandes metrópoles lutam por muito mais do que 20

O ’17 de Junho’: a revolta por 40 centavos (ida e volta) e algo mais, artigo de Johannes Gierse

  São Paulo, 17/06/2013 – Protesto contra aumento das passagens do transporte público, gastos na Copa do Mundo e a corrupção tomaram as ruas da capital paulista. Foto de Marcelo Camargo/ABr.   [EcoDebate] Que coincidência! Nos dias que antecederam ao dia 17 de junho de 1953 aconteceram na antiga Alemanha Oriental (socialista, que se autodenominava “República Democrática Alemã”) uma onda de greves, manifestações e protestas que aliadas às reivindicações políticas e econômicas culminaram

O que acordou o gigante, por Ana Carolina Amaral

  Imagem no Facebook Mães de Maio – https://www.facebook.com/maes.demaio   [EcoDebate] O país do futebol se demitiu. Bateu as portas e saiu gritando, entre outras coisas mais pesadas, que “o Neymar não vale mais que o professor”. A manifestação evoluiu tão rapidamente, do passe livre ao país livre, que pegou o mundo de surpresa e ainda será preciso “voltar a fita” muitas vezes para entender esse momento histórico. Mas já parece mais lógico

Após protestos, tarifa do transporte público em São Paulo voltará a custar R$ 3

    O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o governador do estado, Geraldo Alckmin, anunciaram ontem (19) a revogação do aumento das tarifas do transporte público. Com isso o valor passa de R$ 3,20 para R$ 3. A decisão vale para ônibus que circulam dentro do município, trens e metrô. “Nós vamos ter de cortar investimentos porque as empresas não tem como arcar”, disse o governador, ressaltando que o governo dará

Rio suspende aumento de tarifas do transporte público

    O prefeito Eduardo Paes, ontem (19), anunciou a suspensão do aumento das tarifas de ônibus, que subiram de R$ 2,75 para R$ 2,95 no dia 1º de junho. Em São Paulo, o prefeito da capital, Fernando Haddad, e o governador do estado, Geraldo Alckmin, também anunciaram a redução das tarifas do transporte público (ônibus, metrô e trens). Paes lembrou que o aumento já havia levado em consideração a desoneração do PIS-Pasep

O movimento da hora presente, por Luiz Werneck Vianna

  por Zé Dassilva para o Humor Político   "Há um componente novo nessa movimentação social a requerer precisa identificação, a que o repertório de interpretação corrente nos últimos anos não concede acesso. A chave somente se fará disponível quando se compreender que se está diante de uma insurgência democrática em favor do reconhecimento de novas identidades sociais e de direitos de participação na vida pública, especialmente das novas gerações", constata Luiz Werneck

Fundo Amazônia começa a distribuir recursos para projetos de uso sustentável das florestas

  Um ano após parceria firmada na Rio+20 para operacionalizar recursos do Fundo Amazônia, a Fundação Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) firmaram ontem (19), no Palácio do Planalto, os primeiros convênios com entidades da sociedade civil para a execução de projetos. O Fundo Amazônia capta doações para investimentos não reembolsáveis em projetos que auxiliem na proteção, conservação e no uso sustentável das florestas

Devastação da mata atlântica extinguiu espécies que faziam dispersão de sementes de grande porte

  Os tucanos são importantes dispersores na Mata Atlântica   Um grupo de cientistas estudou detalhadamente a ecologia da palmeira conhecida como palmito juçara (Euterpe edulis) em 22 áreas na mata atlântica. Os pesquisadores notaram que em locais onde os tucanos haviam sido extintos há mais de 50 anos pela caça ou desmatamento, as palmeiras juçaras produziam frutos pequenos, enquanto em florestas conservadas, ainda com as aves, as palmeiras possuíam frutos de tamanhos

Pesticidas causam impacto na fronteira agrícola da Amazônia

  Pesquisa feita na USP avaliou padrões de uso por pequenos e grandes produtores. Artigo foi publicado em revista da Royal Society (divulgação)   Os pequenos produtores estabelecidos na fronteira agrícola amazônica brasileira estão utilizando pesticidas em doses maiores, com maior frequência do que as recomendações agronômicas e, em alguns casos, de maneira inadequada para as pragas que pretendem controlar. Já os grandes produtores de soja e cana-de-açúcar da região seguem mais as

Estudo alerta para degelo do permafrost do Ártico em até 30 anos

  Foto de Vladimir V Alexioglo   O "permafrost", solo permanentemente congelado do Ártico, pode começar a derreter daqui a entre 10 e 30 anos, liberando gases de efeito estufa na atmosfera e agravando o aquecimento global, indica um estudo publicado nesta quarta-feira. Matéria da AFP, no Yahoo Notícias, com informações adicionais do EcoDebate. O permafrost poderia começar a derreter a partir de uma elevação das temperaturas globais de 1,5°C, em comparação com níveis

Top