Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.857, de 17/06/2013

    Manifestações populares. Lá fora é lindo de se ver, artigo de Montserrat Martins Atividade Econômica, Atmosfera e Termodinâmica, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira PEC 215 ameaça direito originário dos povos indígenas Funai pode perder parte de suas atribuições na demarcação de terras indígenas Ibama interrompe extração ilegal de madeira na Ilha de Marajó/PA Lençóis Maranhenses têm 5,5 mil moradores de comunidades tradicionais MPF busca informações sobre desperdício de energia

Manifestações populares. Lá fora é lindo de se ver, artigo de Montserrat Martins

  Foto: Pablo Capilé /Fora do Eixo / EBC   [EcoDebate] A "primavera árabe" comoveu o mundo inteiro, o "Occupy Wall Street" e os jovens do M-15 da Espanha também despertaram simpatias generalizadas, mas quando os manifestantes são daqui - como os contra o aumento das passagens em SP e no RS - então eles passam a ser chamados de "baderneiros e vândalos", dito pelo governador Alckmin esta semana, linha de raciocínio seguida

Atividade Econômica, Atmosfera e Termodinâmica, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira

    [EcoDebate] O principal dogma da ciência econômica continua sendo a estapafúrdia ideia de fazer a economia crescer continuamente para “ofertar” a todos uma vida boa. A intenção em si é benevolente, contudo, isso não é factível. Enquanto a ciência econômica continuar estabelecendo a produção econômica como o mais ilustrativo paradigma de prosperidade, convertendo isso em regra de comportamento, estaremos fadados a conviver com um meio ambiente cada vez mais degradado. Definitivamente,

PEC 215 ameaça direito originário dos povos indígenas

  Neli de Mello-Théry. Foto: Nivaldo Silva / Repórter do Futuro, no Flickr   [Por Sarah Mota Resende, para o EcoDebate] Peça chave para entender história do Brasil – desde muito antes do seu descobrimento, até os dias de hoje – os índios nunca tiveram a importância merecida nas diretrizes da educação brasileira. Triste realidade. As nações indígenas compõem o diversificado cenário étnico brasileiro e são consideradas patrimônio cultural da humanidade. Sua cultura, sua

Funai pode perder parte de suas atribuições na demarcação de terras indígenas

  Ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann diz que Governo vai criar um novo modelo para estabelecer os limites das reservas   Ariovaldo Umbelino de Oliveira. Foto: Nivaldo Silva / Repórter do Futuro, no Flickr   [Por Eduardo Rodrigues, para o EcoDebate] Como se não bastasse o cenário de redução das concessões de terra aos povos indígenas (observado desde o governo de Fernando Henrique Cardoso), uma declaração da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, feita

Ibama interrompe extração ilegal de madeira na Ilha de Marajó/PA

  Uma grande extração irregular de madeira foi embargada pelo Ibama durante a Operação Floresta Caxiuanã, neste domingo (09/06), em plena área de preservação permanente, às margens do igarapé Pacaputeira, na região do Marajó, no Pará. Na ação, foram apreendidos 950 m³ de madeira em tora (o equivalente a 47 caminhões cheios), dois caminhões, dois tratores, duas pás-carregadeiras, um gerador de energia, uma motosserra e uma balsa com rebocador.   O responsável da

Lençóis Maranhenses têm 5,5 mil moradores de comunidades tradicionais

  Mais de 5,5 mil pessoas de comunidades tradicionais vivem no território do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (PNLM), apesar de a lei ambiental não permitir a permanência de moradores nesse tipo de unidade de conservação. As comunidades vivem na região há mais de 200 anos e o governo ainda não iniciou o processo de desocupação do território desde que a unidade foi criada em 1981. “O parque nunca foi objeto de

MPF busca informações sobre desperdício de energia eólica

    Tem foi tratado em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados O procurador da República André Bueno da Silveira participou da audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, na quarta-feira, 12 de junho, para debater a questão do desperdício de energia eólica por falta de linhas de transmissão em alguns estados do Nordeste – especificamente, Bahia, Ceará e Rio Grande do

Conselho diz não a barramentos para geração de energia do Rio Carinhanha

  Rio Carinhanha. © Germano Neto / Funatura   por Aldem Bourscheit, WWF Brasil Quinto maior afluente do São Francisco, o belíssimo rio Carinhanha (foto) pode sofrer com até 6  barramentos para geração de energia. O Conselho do Mosaico de Unidades de Conservação Sertão Veredas-Peruaçu é contra os empreendimentos, pois avalia que os mesmos levarão impactos ambientais, culturais e sociais severos a uma das regiões mais conservadas de todo o Cerrado. Em moção (atalho abaixo) enviada

Livro avalia as políticas públicas para índios que vivem em cidades

    Após dois anos e meio de pesquisas e trabalhos conjuntos com as comunidades indígenas da cidade de São Paulo, a Comissão Pró-Índio de São Paulo e o Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos lançam o livro “A Cidade como local de afirmação dos direitos indígenas” no próximo dia 20 de junho, às 19 horas, na Pinacoteca de São Paulo. A pesquisa e o livro foram realizados com o apoio financeiro

Problemas ambientais exigem uma nova teoria de Administração

    Todos conhecem os danos que o Homem causa à Natureza quando queima matas e florestas para ampliar áreas para pasto ou agricultura, ou contamina o solo com agrotóxicos, fertilizantes e produtos químicos. Segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 90% dos municípios brasileiros enfrentam problemas ambientais. Com a realidade atual, todos precisam cada vez mais buscar alternativas para melhorar o cenário nos seus campos de atuação. O

Representante da ONU alerta para possíveis violações de direitos humanos com os megaeventos no país

  Rio de Janeiro, 15/06/2013 – Quatorze times de comunidades removidas ou ameaçadas de remoção para as obras de preparação da cidade para os grandes eventos esportivos participam no sábado (15) do torneio Copa das Remoções, promovido pelo Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas. Foto de Tânia Rêgo/ABr   A relatora especial da Organização das Nações Unidas sobre Moradia Adequada, a brasileira Raquel Rolnik, informou que denúncias recebidas pelo órgão nos últimos três

Top