Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.845, de 29/05/2013

    A grande contradição do capitalismo: capital antrópico versus capital natural, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A minhoca é o mocinho e a formiga o bandido? artigo de Efraim Rodrigues Usinas Hidrelétricas na Amazônia Cientistas avaliam iniciativas globais para adaptação às mudanças climáticas Estudo revela que 24 milhões de toneladas de lixo (37,5%) tiveram destino inadequado em 2012 Descarte do lixo e do esgoto na água são ameaças sem solução

A grande contradição do capitalismo: capital antrópico versus capital natural, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Mother Earth has given her lifeblood to us, but like the vampires we are, our thirst remains unsated” (A Mãe Terra tem nos dado o seu sangue vital, mas como vampiros que somos, a nossa sede continua insaciada) - William Astore, 25/05/2013     [EcoDebate] O capitalismo foi o sistema de produção histórico que mais gerou riqueza material em todos os tempos. Antes da Revolução Industrial e Energética, no final do século XVIII,

A minhoca é o mocinho e a formiga o bandido? artigo de Efraim Rodrigues

  Foto: imagensdeposito.com   [EcoDebate] A minhoca goza de maravilhosa reputação entre os amantes da natureza. Suas galerias arejam o solo e abrem caminho para infiltração de água, seus resíduos fertilizam o solo, se você ver minhocas em um solo, ele é fértil ! Já as formigas são a praga da humanidade. Ou o Brasil acaba com a formiga, ou ela acaba com o Brasil ! disse Saint Hilaire no século 19. Pouca saúde e

Usinas Hidrelétricas na Amazônia

  Custo da Usina de Belo Monte já ultrapassou os R$30 bilhões   Em pleno debate sobre os impactos da construção da usina no Rio Xingu, a grande questão é: as hidrelétricas são necessárias na geração de energia no país? [Por Deborah Rezaghi, para o EcoDebate] Em sete estados amazônicos estão em operação 260 usinas termelétricas, responsáveis pelo abastecimento energético da região. A grande maioria delas é movida a óleo diesel, e despejam por

Cientistas avaliam iniciativas globais para adaptação às mudanças climáticas

    Pela primeira vez, os 18 cientistas que integram o comitê do Programa Mundial de Pesquisa Climática, WCRP na sigla em inglês, estão reunidos no Brasil para avaliar as iniciativas globais para mitigação e adaptação às mudanças do clima. No encontro anual, os dirigentes da organização vão concluir, até a próxima sexta-feira (31), um balanço de desafios considerados prioritários, como melhorias nas observações do nível dos oceanos e medidas para avaliar

Estudo revela que 24 milhões de toneladas de lixo (37,5%) tiveram destino inadequado em 2012

    Em 2012, foram enviados para destinos inadequados 24 milhões de toneladas de lixo (37,5%), segundo levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), divulgado ontem (28). A pesquisa aponta ainda que, dos 64 milhões de toneladas de resíduos gerados ao longo do ano passado, 6,2 milhões não foram sequer coletados. O percentual de coleta apresentou, entretanto, um aumento de 1,9% em comparação a 2011, totalizando 55

Descarte do lixo e do esgoto na água são ameaças sem solução ao mangue de Santos

  Foto de arquivo   O pescador David Dias Filho, o seu "marroco", já teve chances de morar longe das palafitas, mas voltou: "A vida à beira do mangue é mais tranquila" A cidade que tem o maior porto da América Latina, a sede do pré-sal e vive um boom imobiliário de luxo, abriga também o que já foi chamado do maior complexo de favelas sobre palafitas do Brasil. Além do drama da habitação

MPF move ação para assegurar proteção de manguezais da Baía da Guanabara

  Foto: SouSampaio   Ecossistema vem sendo ameaçado por ocupação irregular em São Gonçalo O Ministério Público Federal (MPF) moveu ação civil pública contra o município de São Gonçalo (RJ) e a União por se omitirem na fiscalização das ocupações irregulares em regiões limítrofes aos manguezais da Baía de Guanabara, áreas de preservação permanente (APP). O procurador da República Lauro Coelho Junior, autor da ação, pede que o Município de São Gonçalo elabore e

RJ: Reservas particulares estaduais protegem 6 mil hectares de Mata Atlântica

    O Estado do Rio ganhou nesta segunda-feira (27/05), Dia da Mata Atlântica, mais 16 Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) estaduais, que totalizam mais 4,5 mil hectares de proteção integral em áreas particulares. A solenidade de entrega dos certificados, no auditório SEA/Inea, contou com as presenças do secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, e da presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos. Entre as unidades se destaca a Reserva

Tecnologia eletroquímica de oxidação pode tratar águas contaminadas com ftalatos

    Tecnologia eletroquímica de oxidação poderá ser utilizada no tratamento de efluentes industriais No Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP, a química Fernanda de Lourdes Souza desenvolveu um projeto de doutorado sobre um método de degradação de dimetil ftalato utilizando tecnologias eletroquímicas. A substância, usada em indústrias, é contaminante e pode estar associada a ocorrência de câncer e desregulação hormonal. O estudo propõe que os métodos eletroquímicos venham a

Produtores rurais ‘pedem’ suspensão de demarcação de terras indígenas e ameaçam ‘parar o país’

    Produtores rurais de Mato Grosso do Sul se reuniram ontem (28) com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para pedir a suspensão da demarcação de terras indígenas no estado até que os processos sejam submetidos a pareceres da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e dos ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário. A interrupção da criação de novas reservas indígenas está suspensa no Paraná e o mesmo também

Índios que ocupam Belo Monte dizem estar cansados de esperar governo para negociar

    Em uma carta divulgada no site do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e atribuída à lideranças indígenas munduruku, xipaya, kayapó, arara e tupinambá, o grupo que, desde a madrugada de 27/5, ocupa um dos canteiros de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, diz estar cansado de “esperar e chamar” representantes do governo federal para negociar. “O governo disse que se nós saíssemos do canteiro, nós seríamos

Top