Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.782, de 25/02/2013

    Diagnóstico do país, artigo de Montserrat Martins China ultrapassa os Estados Unidos no comércio mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Desmatamentos e degradações na Amazônia Legal aumentaram 6% em 2013 Força Nacional de Segurança vai combater desmatamento ilegal na Amazônia Parque eólico do Rio Grande do Sul deve receber investimento de R$ 4,8 bi Lideranças mundurukus não aceitam construção de hidrelétricas no Rio Tapajós Aumento de 1,5º C na

Diagnóstico do país, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Somos um país rico em patrimônio natural, livre e pluralista, mas com graves indicadores de violência, desigualdade e pobreza. Estamos entre as 7 maiores economias do mundo, mas não conseguimos dar educação de qualidade e garantir bom atendimento de saúde para todos. Somos um país soberano e independente, mas com pouca capacidade de interferir nos fóruns e mercados globais. Não valorizamos nossas riquezas, a começar pela diversidade étnico-cultural de

China ultrapassa os Estados Unidos no comércio mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A China era a maior economia do mundo até o início do século XIX. Foi superada pelo Reino Unido e depois pelos Estados Unidos. A China sofreu mais de um “século de humilhações”, como os chineses costumam se referir ao período de invasões, guerras e declínio contínuo de sua economia e de perda de influência política regional e internacional. Mas a retomada do peso econômico da China e sua influência

Desmatamentos e degradações na Amazônia Legal aumentaram 6% em 2013

    Segundo informações do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia ( Imazon), 63% do desmatamento identificado em janeiro de 2013 ocorreu em Mato Grosso. Em segundo lugar ficou o estado do Amazonas com 12%; seguido pelos estados do Pará e Roraima com 9%; e Rondônia, com 7%. Já o número de áreas degradas na Amazônia Legal nesse mesmo período teve maior aumento em relação ao mesmo período do ano

Força Nacional de Segurança vai combater desmatamento ilegal na Amazônia

    Na próxima semana, 180 soldados da Força Nacional de Segurança serão deslocados para reforçar os trabalhos de agentes ambientais no controle do desmatamento ilegal na Amazônia. O anúncio foi feito na sexta-feira (22) pelo presidente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Volney Zanardi, em cerimônia de comemoração dos 24 anos do órgão. "Vamos ter uma série de ações articuladas este ano. Acertamos, ontem (21), um processo

Parque eólico do Rio Grande do Sul deve receber investimento de R$ 4,8 bi

    O minuano é presença marcante na trilogia "O tempo e o vento", na qual o escritor gaúcho Érico Veríssimo conta a formação do Rio Grande do Sul. Agora, ganha lugar de destaque no processo de desenvolvimento do Estado. A energia eólica é um dos 22 setores considerados estratégicos para alavancar o crescimento da economia gaúcha. O Estado tem 12 parques eólicos em operação, com potência de 390 MW, nos municípios de

Lideranças mundurukus não aceitam construção de hidrelétricas no Rio Tapajós

  Representantes do povo Munduruku (Priscila Ferreira / Portal EBC)   Preocupados com o impacto de novas usinas hidrelétricas no Rio Tapajós, na região amazônica, líderes indígenas das comunidades mundurukus do Pará e Mato Grosso disseram a representantes do governo federal que farão de tudo para impedir que os empreendimentos - em fase de estudos - sejam levados adiante. Os índios prometeram se unir a outros segmentos, como populações ribeirinhas e organizações não governamentais

Aumento de 1,5º C na temperatura é suficiente para iniciar o derretimento do permafrost na Sibéria

  O permafrost, solo permanentemente congelado que cobre quase um quarto do Hemisfério Norte   Um aumento da temperatura global de 1,5º C seria suficiente para iniciar o derretimento do permafrost na Sibéria, alertaram os cientistas na última quinta-feira. A reportagem é de Fiona Harvey, publicada no sítio do jornal The Guardian, 21-02-2013. A tradução é de Moisés Sbardelotto. Qualquer degelo generalizado no solo permanentemente congelado da Sibéria poderia ter severas consequências para as mudanças

Governo da China admite que país pode ter ‘vilas do câncer’ em razão dos elevados níveis de poluição

  Foto: AFP   O Ministério do Meio Ambiente da China reconheceu, pela primeira vez, que elevados níveis de poluição podem estar relacionados à incidência de casos de câncer em algumas localidades do país. Há quatro anos, foi publicado na imprensa local um mapa que identificava essas regiões, chamadas “vilas do câncer”. O reconhecimento está em um relatório do ministério, que é divulgado no momento em que as autoridades chinesas discutem os problemas causados

As prioridades dos ruralistas no Congresso

    A bancada ruralista deve concentrar sua atuação neste ano legislativo em projetos que envolvam a demarcação das terras indígenas e a definição de um novo código de trabalho rural, dois temas considerados prioritários na reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e de outras entidades ligadas ao setor agropecuário. O objetivo do encontro de ontem em Brasília foi justamente definir essas prioridades. Matéria de Murilo Rodrigues Alves, no Valor Econômico,

MPT resgata 60 trabalhadores em condições análogas à escravidão em obra da prefeitura de Valinhos

    Sessenta trabalhadores foram resgatados em Valinhos, na região de Campinas, em uma obra pública que os sujeitava a condições análogas à escravidão. A irregularidade foi descoberta em uma diligência do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na tarde de quinta (21). A construção de uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) era administrada pela empresa Palácio Construções SC Ltda., que subcontratava a execução à empreiteira

Geração ritalina, artigo de Roseli Fischmann

    Crianças agitadas e ‘impossíveis’ são mensageiras das agitações e impossibilidades dos pais nelas refletidas [O Estado de S.Paulo] O aumento do consumo de ritalina e congêneres sinaliza como a medicalização de crianças e adolescentes, em substituição a processos educacionais mais plenos, tem sido um caminho “confortável” para famílias, escolas e sociedade, apesar de ser apenas aparente solução para situações vividas. Em nada auxilia o trabalho educativo dos pais, o que se verifica

Iniciativas buscam reduzir o desperdício de alimentos na capital paulista

    A redução do desperdício de alimentos é uma preocupação cada vez maior dos empresários que produzem ou vendem comida, avalia Luciana Curvello uma das coordenadoras do Programa Mesa Brasil em São Paulo. Uma iniciativa do Serviço Social do Comércio (Sesc), o Mesa Brasil recolhe alimentos de 630 empresas doadoras e distribui para 650 instituições, beneficiando cerca de 120 mil pessoas no estado. “O Mesa funciona baseado em um conceito de

Desperdício de alimentos ainda é significativo nas feiras livres do Rio

    O volume de alimentos comercializados nas feiras livres do Rio de Janeiro que vai para o lixo é inferior a 10%, disse à Agência Brasil o presidente do Sindicato dos Feirantes do município do Rio, Gilberto Neder Amendoeira. Na capital fluminense, são feitas 168 feiras por semana, reunindo entre 3,5 mil e 4 mil comerciantes. Desse total, entre 700 e 800 trabalhadores são sindicalizados, segundo Amendoeira. A filiação é voluntária. O

Top