Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.713, de 06/11/2012

    Impactos dos resíduos de construção civil nos loteamentos litorâneos, artigo de Roberto Naime O uso indiscriminado de agrotóxicos é uma afronta ao direito a uma alimentação saudável, artigo de Gilvander Luís Moreira A conversa 'acalma' o fogo em Carrancas, Baixo Parnaíba Maranhense, artigo de Mayron Régis Questões ambientais continuam atingindo comunidades no entorno dos grandes empreendimentos, por Viviane Tavares Municípios cedem a pressões do mercado e permitem que a cidade

Impactos dos resíduos de construção civil nos loteamentos litorâneos, artigo de Roberto Naime

  Resíduos de construção civil, em usina de reciclagem   [EcoDebate] A construção civil é um dos grandes contribuintes do desenvolvimento socioeconômico, sendo também o maior gerador de resíduos, ao longo de toda a sua cadeia produtiva. A indústria da construção civil apresenta grandes volumes de materiais de construção e de atividades nos canteiros de obras, o que acaba gerando um elevado índice de resíduos produzidos nas áreas urbanas, depositados de maneira indistinta e

O uso indiscriminado de agrotóxicos é uma afronta ao direito a uma alimentação saudável, artigo de Gilvander Luís Moreira

  Foto de Gilvander Luís Moreira, no Blogue Racismo Ambiental   O uso indiscriminado de agrotóxicos é uma afronta ao direito a uma alimentação saudável. Gilvander Luís Moreira1 No início de 2012, ano em que a Campanha da Fraternidade2 foi sobre Saúde Pública, além de escrever alguns textos de apoio às lutas em defesa deste direito constitucional e para que ele se efetive de fato no chão da vida real, disponibilizei um vídeo de 2,5

A conversa ‘acalma’ o fogo em Carrancas, Baixo Parnaíba Maranhense, artigo de Mayron Régis

    [Territórios Livres do Baixo Parnaíba] A conversa acalma o fogo. Nesses tempos, o fogo imprime sua fúria sobre as áreas de Chapada e sobre as áreas de Baixo. No caminho, entre Chapadinha e Buriti, presenciam-se inúmeros córregos secos e inúmeras queimadas em áreas de preservação permanente. A falta de chuva no sertão maranhense em 2012 implicou na perda da safra de culturas como arroz e milho e no aumento das

Questões ambientais continuam atingindo comunidades no entorno dos grandes empreendimentos, por Viviane Tavares

  Moradores de Santa Cruz, bairro do Rio de Janeiro, sofrem com partículas expelidas pelo processo industrial conhecidas como ‘chuva de prata'.   "Quando a gente caminha no chão parece um espelho". Esta não é a primeira vez que o morador e pescador da Baía de Sepetiba Elias de Deus convive com o episódio da ‘chuva de prata' que, segundo moradores, tem presença constante no bairro de Santa Cruz, localizado na zona oeste

Municípios cedem a pressões do mercado e permitem que a cidade avance sem infraestrutura para moradores

  A ideia difundida é que "crescer em expansão urbana é desenvolver-se"   Expansão urbana ocorre de acordo com demandas do mercado A expansão urbana — ou seja, a transformação em área urbana de terrenos definidos legalmente como rurais — não é controlada, nem sequer planejada por parte considerável dos municípios, aponta pesquisa da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP. As cidades aumentam seus perímetros urbanos casuísticamente ou criam, sem regulamentação federal,

AES Tietê deverá pagar indenização por dano ambiental em Cardoso (SP), por inundação de 13,1 km2 de APP

    Procuradoria obteve confirmação da sentença contra a empresa por inundação de 13,1 km² de área de preservação permanente O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) manteve a sentença da 4ª Vara de São José do Rio Preto (SP) contra a empresa AES Tietê S/A, que terá de pagar indenização no valor de R$ 100 mil por dano causado ao meio ambiente. O Ministério Público Federal (MPF) moveu a ação civil

Governo reformula licenciamento ambiental visando liberação de grandes obras de infraestrutura

    Volney Zanardi, presidente do Ibama: "Não podemos continuar a usar tão mal a ferramenta de licenciamento" Licenciamento ambiental será simplificado - Duas medidas na área ambiental que estão sendo costuradas pelo governo devem tornar mais rápida a liberação de grandes obras de infraestrutura, alterando a forma de atuação do Ibama. Comissão formada por representantes da União, Estados e municípios analisa decreto que definirá qual tipo de obra cada esfera de governo

Governo planeja 34 novas usinas hidrelétricas até 2021, sendo 15 delas na Amazônia Legal

  Unidades de Conservação   Região da Amazônia ganhará 15 novas usinas hidrelétricas - Demanda até 2015 exige 30 novas instalações em todo o Brasil.   A oferta de energia elétrica no País tem de crescer 42.600 megawatts (MW) nos próximos dez anos, e o Brasil vai colocar em operação entre três e quatro usinas hidrelétricas por ano para atender à demanda. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) já planejou a entrada em operação de

Energia solar poderá se tornar competitiva em relação a outros sistemas de geração até 2020

  Foto: Arquivo   Captação solar começa a ficar viável - Sistema pode se tornar competitivo em dez anos, mas já existem grandes projetos sendo iniciados, como o de Coremas, na Paraíba Fonte geradora de eletricidade ainda pouco desenvolvida no Brasil, a energia solar poderá se tornar competitiva em relação a outros sistemas de geração até 2020, estima a Agência Internacional de Energia (AIE). Reportagem de Sérgio Torres, em O Estado de S.Paulo. A energia

Primeira usina de energia a partir de ondas já opera no Porto de Pecém, CE

  Ondas movem braços mecânicos flutuantes que ativam bombas hidráulicas: energia para abastecer porto. Foto: Aneel   A energia que vem do balanço das ondas - Ainda de forma experimental, a primeira usina da América Latina a funcionar com a força das ondas do mar já começou a funcionar no Porto de Pecém, no litoral cearense, a cerca de 60 km da capital Fortaleza. Matéria de O Estado de S.Paulo. A produção de energia

Ministério do Desenvolvimento Social vai lançar portaria que define agricultura urbana

  Foto: MDS   Produzir alimentos nas cidades pode ajudar no abastecimento de centros urbanos, gerar emprego e renda, além de oferecer uma opção saudável para a população. A chamada agricultura urbana e nas proximidades das cidades é praticada em mais de 600 locais em todo o Brasil. São comunidades, grupos ou indivíduos que produzem, principalmente hortaliças, tanto para o consumo próprio quanto para serem vendidos em feiras e mercados. O último levantamento do

Top