Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.691, de 03/10/2012

    O mito da cornucópia e os cornucopianos modernos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O lixo atrapalha, mas não é o vilão das enchentes, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Nova Casa Grande e novas Senzalas, artigo de Gilvander Luís Moreira Hidrelétricas e estradas financiadas pelo governo ameaçam territórios indígenas na Amazônia, diz estudo Grandes empreendimentos na Amazônia, com impacto para indígenas, são questionados pelo MPF Manifestantes denunciam Petrobras por

O mito da cornucópia e os cornucopianos modernos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    O mito da cornucópia e os cornucopianos modernos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] A cornucópia é um símbolo da mitologia grega que representa a fertilidade e a abundância. É uma espécie de fonte natural que fornece gratuitamente e ilimitadamente todos os bens necessários às expectativas humanas. Algo próximo do paraíso. A cornucópia faz parte dos sonhos dos hiper otimistas que acreditam que o crescimento econômico pode ocorrer de maneira infinita

O lixo atrapalha, mas não é o vilão das enchentes, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

    [EcoDebate] O lixo urbano irregularmente lançado ou disposto tem sido apontado por um sem número de vozes como o responsável maior pelas enchentes. Essa tese tem sido insistentemente sustentada por autoridades públicas, com acrítica aceitação por boa parte da mídia e, pasmem, pela própria população de nossas cidades. No entanto, como veremos, é uma tese perigosa e equivocada que, ao espertamente jogar à população, por conseqüência de uma sua eventual falta

Nova Casa Grande e novas Senzalas, artigo de Gilvander Luís Moreira

    Nova Casa Grande e novas Senzalas. Cidade Grande, nova Casa Grande; Periferias, novas Senzalas. Gilvander Luís Moreira1 [EcoDebate] Em 1933, Gilberto Freyre revelou a estrutura colonial da empresa Brasil: Casa Grande e Senzala, aquela vivendo à custa dessa. Na e a partir da Casa Grande, o senhor de engenho manda. Na e a partir da Senzala muitos baixam a cabeça e obedecem, e, assim, são escravizados, mas uma minoria, como Zumbi e Dandara,

Hidrelétricas e estradas financiadas pelo governo ameaçam territórios indígenas na Amazônia, diz estudo

    Estudo elaborado pelo Observatório dos Investimentos na Amazônia, iniciativa  do Instituto de Estudos Socioecômicos, deixa claro que os investimentos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal, financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), provocarão grandes transformações nos modos de vida e nos territórios onde vivem cerca de 30 povos Indígenas na região amazônica. Os investimentos do programa desde 2007 somam cerca de R$ 45 bilhões para construção

Grandes empreendimentos na Amazônia, com impacto para indígenas, são questionados pelo MPF

    Inúmeras ações do Ministério Público Federal questionam a construção de grandes empreendimentos na Amazônia, com impacto em terras indígenas. Pesquisadores e indigenistas afirmam que as consequências dessas obras são muitas. Apresentação de Maíra Heinen, da Radioagência Nacional / ABr EcoDebate, 03/10/2012 [ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação

Manifestantes denunciam Petrobras por despejo de resíduo tóxico no mar

  Protesto acusa Petrobras de prejudicar o meio ambiente (Agua Negra Não/Divulgação)   Manifestantes fizeram um ato público ontem (2) em frente à sede da Petrobras, no centro do Rio de Janeiro, para denunciar a estatal pelo lançamento no mar de resíduo tóxico gerado pela extração de petróleo e gás. A campanha, denominada Água Negra Não, contou com integrantes de movimentos sociais, pescadores artesanais e comunidades impactadas pela indústria do petróleo. O ambientalista, gestor

Como a Política Nacional de Resíduos Sólidos está sendo implementada. Entrevista com Samyra Crespo

  Secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental Samyra Crespo. Foto MMA   Informações e avaliações citadas acima são de Samyra Crespo, secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA. Ela é a nova entrevistada do site do Centro Sebrae de Sustentabilidade. Implementação de legislação voltada para a gestão de resíduos sólidos é tema de entrevista com Samyra Crespo, secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente O Brasil está

Agronegócio procura regiões vulneráveis para se desenvolver. Entrevista com Tiago Cubas

  "É impossível o diálogo entre qualquer tipo de conceito que remeta a equilíbrio no interior do sistema capitalista agrário do agronegócio. Assim como a falácia do aquecimento global e os créditos de carbono, a sustentabilidade é outro projeto de marketing que envolve grandes corporações capitalistas ligadas também ao agronegócio no intuito de mascarar o que, de fato, é a sua essência: a concentração, segregação e desigualdade", assegura o geógrafo. Confira a

Nem direita, nem esquerda. Um governo pragmático

  Charge por Nani, no Humor Político Dilma procura obsessivamente o crescimento da economia e dessa forma dar continuidade e reeditar a Era Lula e sua “inclusão social”. Nesse percurso da busca do que chama de “modernização da economia” brasileira, Dilma já foi taxada de “liberalizante”, “intervencionista”, “desenvolvimentista”, “privatista”. Nenhum desses adjetivos, porém, dá conta do que realmente seja a presidente. Dilma Rousseff é pragmática. Como destaca o economista Fernando Cardim, o

Entenda a Lei de Cotas nas universidades federais

    Há um mês a presidente Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei 12.711 de 2012 que estabelece uma reserva de  50% das vagas nos processos seletivos de universidades e institutos federais para alunos que cursaram todo o ensino médio na escola pública. A nova legislação cria uma única política de ação afirmativa, já que até hoje as instituições de ensino usavam diferentes modelos para garantir o acesso de grupos da

Ascensão de parte da população pobre à classe média não é consenso entre especialistas em desigualdade e estratificação social

    Especialistas divergem sobre ascensão da nova classe média - O diagnóstico de ascensão de parte da população pobre à classe média na última década, como defendido por alguns intelectuais e por técnicos do governonão é consenso entre especialistas em desigualdade e estratificação social. Esses especialistas não negam a diminuição da desigualdade social, a redução da concentração da riqueza, a melhoria da renda dos mais pobres e o incremento das perspectivas desse

Meninas se mudam para estudar em Belém e trabalham como empregadas domésticas

  Ana Aranha - Agência Pública Cenira começou a trabalhar como doméstica aos 10 anos (Foto: Ana Aranha/Agência Pública) Iara*, 18 anos, e Cenira Sarmento, 66, viveram experiências parecidas quando adolescentes. Elas não tiveram o luxo de levar bronca dos pais pela bagunça do quarto, como acontece com as meninas dessa idade. Aos 14 anos, eram elas que arrumavam a bagunça dos outros. Apesar da diferença de gerações, as duas tiveram a mesma

Sexto país mais rico do mundo e o 20º mais violento, por Luiz Flávio Gomes e Natália Macedo Sanzovo

    [Correio Braziliense] Oitenta e nove por cento dos jovens de 18 a 24 anos têm orgulho de ser brasileiros, 76% acreditam que o Brasil está mudando para melhor e 86% consideram que o país é importante no mundo hoje (revelou a pesquisa Sonho brasileiro, divulgada em 13/6/11). Razões? Acreditam no futuro de um país promissor. Afinal, detentor da sexta economia mundial, sede da Copa do Mundo de 2014 e das

Ártico registra recorde de degelo e aquece disputa internacional por gás, óleo e minérios

    Ambientalistas pedem preservação enquanto empresas estão de olho no gás, óleo e minérios no Polo Norte. Sobrevoando o Oceano Ártico, a sensação era de estar diante de um espelho gigante, estilhaçado em milhões de pedacinhos. Em vez de vidro, placas de gelo quebradas, resquícios dos últimos dias de verão, refletiam de forma descontínua os raios de sol. Vistos do alto, de um helicóptero, os pedaços, já frágeis, ocupavam quilômetros de mar,

Rascunho de documento diz que todas as 143 centrais nucleares da Europa precisam de melhorias

  Usina nuclear de Fessenheim (foto: AFP) - A usina nuclear de Fessenheim é a mais velha da França e constante alvo de protestos   Relatório aponta problemas em usinas nucleares europeias - O rascunho de um relatório da Comissão Europeia identificou "centenas" de problemas em usinas nucleares europeias. Segundo o documento, as 143 usinas do bloco precisam passar por melhorias, que devem custar aproximadamente 25 bilhões de euros. O organismo investigou as condições

Top