Índice da edição de 07/06/2010

A resistência frente a crise, artigo de Josep Maria Antentas e Esther Vivas Afinal, quem são os inimigos da paz? artigo de Nilo Sergio S. Gomes [Corantes nos alimentos) O Diabo veste vermelho, artigo de Américo Canhoto Entre manobras e chavões na pauta da Previdência, artigo de Bruno Lima Rocha Gestão ambiental e desenvolvimento dos municípios, artigo de Antonio Silvio Hendges Confrontos por terra tornaram-se mais frequentes no governo Lula Crise ambiental atual e perspectivas de

A resistência frente a crise, artigo de Josep Maria Antentas e Esther Vivas

[EcoDebate] Um ano e meio após o crack de Wall Stret em plena presidencia espanhola da União Européia(UE), a situação das resistências e dos movimentos sociais no Estado Espanhol está marcada por uma tíbia resposta frente a crise. Assim o mostram, até agora débeis mobilizações durante este semestre europeu. Ficou para trás o otimismo que invadiu grande parte dos movimentos no momento da derrocada financeira, marcada por um visivel

Afinal, quem são os inimigos da paz? artigo de Nilo Sergio S. Gomes

[EcoDebate] O presidente do Irã, Mahmmoud Ahmadinejad, é tido pela mídia hegemônica ocidental – a brasileira sendo uma das mais entusiastas – como o “tirano”, o “inimigo público nº 1 do mundo livre”, isto é, da parte ocidental do mundo. Volta e meia, em debates e conferências em que participo, indago aos presentes e interlocutores sobre o seguinte: quantos países o Irã invadiu nos últimos 50 anos; e quantos países

[Corantes nos alimentos) O Diabo veste vermelho, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Neste lindo planeta azul... Todo mundo concorda que a luz do sol que nos ilumina é que dá colorido ás nossas vidas. Quando queremos dizer que algo nos deprime dizemos que está cinzento ou a coisa está preta. Quando dias nublados e chuvosos se sucedem; muitas pessoas tornam-se tristes e até depressivas; embora em certas regiões sejam obrigadas a se adaptar. Nas dietas saudáveis busca-se além da tradicional tolerância a combinação

Entre manobras e chavões na pauta da Previdência, artigo de Bruno Lima Rocha

[EcoDebate] O senso comum costuma repetir como ladainha de lamentos a seguinte frase: “Quando entramos em ano eleitoral, os parlamentos ficam generosos com o dinheiro alheio”. Este chavão revela apenas parte dos fatos. Isto porque projetos e emendas do tipo “trem da alegria”, onde se efetivam servidores não concursados ou decreta-se o próprio aumento de salários, são inteiramente distintos do atendimento de uma reivindicação justa e consensual numa categoria. Tal

Gestão ambiental e desenvolvimento dos municípios, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] A preocupação com os impactos ambientais causados pelas atividades humanas é parte recente da história da(s) Sociedade(s). Grandes avanços foram conseguidos nas últimas décadas, porém ainda é necessário muito esforço conjunto das administrações públicas, ONGs, empresas, trabalhadores, universidades e cidadãos de todas as classes sociais para que se possa construir um modelo sustentável, que combine o desenvolvimento econômico e social com a preservação e a recuperação ambiental. [Leia na

Confrontos por terra tornaram-se mais frequentes no governo Lula

[Reportagem de Cristiano Morsolin, para o EcoDebate] Nos últimos 25 anos, o período com o maior número de conflitos agrários no País foi o do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com estudo divulgado o dia 15 de abril de 2010, pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), a média anual de conflitos registrados entre 2003, quando Lula assumiu, e 2009 chegou a 929. O recorde anterior

Crise ambiental atual e perspectivas de futuro

[Reportagem de Luceni Hellebrandt, para o EcoDebate] Na última sexta-feira (22) o professor Dr. Alexandro Yáñes-Arancibia esteve em Rio Grande (RS) abordando o tema “Crise Ambiental e Implicação Cultural, Social e Econômica no Século XXI”, por ocasião da aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Gerenciamento Costeiro – PPGC, da Fundação Universidade de Rio Grande (FURG). No início de sua aula, o prof. Yáñes-Arancibia destacou que estava pela segunda vez na

Pesquisa: Percepção ambiental da sociedade, região da Grande Vitória (ES), frente à problemática das mudanças climáticas

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DA SOCIEDADE – REGIÃO DA GRANDE VITÓRIA (ES) – FRENTE À PROBLEMÁTICA DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS Pesquisa estruturada e desenvolvida pelo Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA Coordenador do NEPA: Roosevelt S. Fernandes, M. Sc. roosevelt@ebrnet.com.br Apoio para desenvolvimento da pesquisa: Brasitália Mineradora Espírito Santense Perg. 1 - Igreja/Nível Social: Frequency    Percent Católica A    240    25,0 Católica B    240    25,0 Evangélica A    240    25,0 Evangélica B    240    25,0 Total    960    100,0 [Leia na íntegra]

Campanha Carne Legal alerta consumidor sobre importância de saber origem de produtos bovinos

"O Ministério Público Federal vai trabalhar pela legalização da pecuária na Amazônia, nos pampas, no Pantanal, no cerrado, na área de Mata Atlântica, em todas regiões do país", anunciou o procurador da República Marcus Marcelus Gonzaga Goulart nesta terça-feira, 1º de junho, durante o lançamento da campanha Carne Legal, um alerta sobre as ilegalidades presentes na cadeia da pecuária e pelo consumo consciente de produtos bovinos. A fala de Gonzaga Goulart

MPF/RO recomenda à Funai que assessore índios cintas largas em contrato de créditos de carbono

Índios cintas largas desejam comercializar créditos de carbono com empresa especializada O Ministério Público Federal em Rondônia (MPF/RO) emitiu uma recomendação para que a Fundação Nacional do Índio (Funai) acompanhe de perto todo o processo referente à comercialização de crédito de carbono envolvendo o povo indígena cinta larga. Recomendação é um documento enviado a órgãos públicos para que cumpram determinados dispositivos constitucionais ou legais. É uma das formas de atuação extrajudicial do

Fechamento de aterro sanitário de Gramacho leva preocupação a duas comunidades no Rio

A prometida desativação em 2011 do aterro sanitário de Gramacho, na região metropolitana do Rio, está deixando duas comunidades apreensivas, por motivos opostos. Enquanto os trabalhadores de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, temem pela perda maciça dos milhares de empregos gerados com a reciclagem do lixo, os moradores da bucólica Agrovila de Chaperó, em Seropédica, protestam contra a chegada do aterro que irá substituir Gramacho. No lixão que atualmente existe

Top