EcoDebate: Índice da edição nº 3.173, 2019 [de 27/03/2019]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394 Informações, notícias e artigos sobre temas socioambientais   Os países em desenvolvimento são o motor da economia internacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A saga de atingidos por tragédias e empreendimentos de grande impacto ambiental – o que será de Brumadinho? artigo de Leonardo Pereira Rezende Agrotóxico e câncer, não; agroecologia, sim, artigo de Gilvander Moreira Muitas espécies de insetos polinizadores estão desaparecendo de áreas da Grã-Bretanha Índice de Progresso Social

Os países em desenvolvimento são o motor da economia internacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Os países desenvolvidos (ou economias avançadas na terminologia do FMI) representavam quase dois terços da economia global, enquanto os países em desenvolvimento ficavam com pouco mais de um terço do PIB global, no passado recente. As economias avançadas (representadas por 39 países: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canada, Coreia do Sul, Chipre, República Checa, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, EUA, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hong Kong, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Letônia,

A saga de atingidos por tragédias e empreendimentos de grande impacto ambiental – o que será de Brumadinho? artigo de Leonardo Pereira Rezende

  A SAGA DE ATINGIDOS POR TRAGÉDIAS E EMPREENDIMENTOS DE GRANDE IMPACTO AMBIENTAL – O QUE SERÁ DE BRUMADINHO? Leonardo Pereira Rezende1 [EcoDebate] Desde a faculdade de Direito, em 1997, acompanho famílias afetadas por empreendimentos hidrelétricos em Minas Gerais e, enquanto advogado, acompanho várias delas há 19 (dezenove) anos. São relatos de muito sofrimento e injustiça. Para se ter ideia, atuo em processos de desapropriação de famílias iniciados em 2002, na comarca de

Agrotóxico e câncer, não; agroecologia, sim, artigo de Gilvander Moreira

Agroecologia aponta para um modelo de produção popular e livre da 'epidemia' de câncer com o uso e a aplicação de agrotóxicos nas lavouras Agrotóxico e câncer, não; agroecologia, sim. Por Gilvander Moreira1 Já está acionada a luz vermelha sobre a relação da ‘epidemia’ de câncer com o uso e a aplicação de agrotóxicos nas lavouras de monoculturas do café, da cana, do eucalipto, do feijão, da soja e outras.     Está comprovado pelo Programa

Muitas espécies de insetos polinizadores estão desaparecendo de áreas da Grã-Bretanha

    A pesquisa, liderada pelo Centro de Ecologia e Hidrologia, mediu a presença de 353 espécies de abelhas silvestres e Sirfídeos (como moscas-das-flores) em todo o país, de 1980 a 2013. Ela mostrou que um terço das espécies sofreu declínios em termos de áreas em que foram encontradas, enquanto um décimo aumentou. Para o restante das espécies, sua distribuição foi estável ou a tendência foi inconclusiva. Uma descoberta positiva, mas inesperada, do

Índice de Progresso Social (IPS Amazônia 2018) revela que não houve avanço no progresso social na região

  IPS Amazônia 2018 - Quatro anos após a primeira medição, realizada em 2014, a Amazônia continua marcada por problemas como violência crescente, saneamento precário, elevada mortalidade por doenças crônicas, desmatamento e educação de baixa qualidade. Por Stefânia Costa     Pesquisadores do Imazon divulgaram nesta segunda-feira, 25, os dados do Índice de Progresso Social na Amazônia Brasileira 2018 (IPS Amazônia 2018). Em sua segunda edição, o índice que mede a performance social e ambiental

Pesquisa indica que exposição a agrotóxicos durante a gravidez aumenta o risco de autismo nas crianças

  Agrotóxicos e autismo: relação demonstrada - Maior pesquisa já feita sobre a exposição a venenos agrícolas, durante a gravidez, conclui que ela aumenta risco de desenvolver transtorno. Dados parecem devastadores A reportagem é de Raquel Torres, publicada por Outra Saúde, 21-03-2019.     Durante a gravidez e na primeira infância, a exposição a alguns dos agrotóxicos mais usados no mundo está ligada a um maior risco de as crianças desenvolverem o Transtorno do Espectro

Saiba o papel de cada indivíduo para um trânsito mais seguro

  Trânsito mais seguro: Respeito, educação e empatia são essenciais para a redução de acidentes e vítimas Por Paula Batista     O trânsito é um espaço democrático, compartilhado entre pedestres, ciclistas, passageiros e condutores. Para um país do tamanho – e dos números - do Brasil, o desafio de organizá-lo pode ser ainda maior. São 54,7 milhões de carros, 22,3 milhões de motocicletas, 2,7 milhões de caminhões, 627 mil ônibus e 70 milhões de

Top