Índice da edição nº 2.942, 2018 [de 15/03/2018]

    Agricultura de vazante, artigo de Roberto Naime Por que aprovar empreendimentos de impacto negativo no Litoral? artigo de Junior Ruiz Garcia Árvores nos trópicos, especialmente importantes para o planeta, enfrentam ameaças crescentes Mudanças climáticas colocam em risco metade das espécies de plantas e animais dos locais naturais mais importantes do mundo Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA 2018) - Como o agronegócio está exportando nossa água PGR defende que água

Agricultura de vazante, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] A exploração agrícola de vazantes de açude em pequenas áreas com “irrigação de salvação” garante a produção e não compromete a oferta de água para os consumos humano e animal. São as faixas de terras situadas às margens dos açudes, barragens, lagoas e leitos dos rios, que são cobertas pelas águas durante o período chuvoso e descobertas durante a época seca. A técnica de cultivo tradicional de vazante é bastante antiga

Por que aprovar empreendimentos de impacto negativo no Litoral? artigo de Junior Ruiz Garcia

    A Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) lançaram, em fevereiro, um mapeamento da região litorânea do Brasil: o Atlas da Costa Atlântica. O estudo avaliou os ecossistemas costeiros de 14 estados brasileiros que abrigam o bioma Mata Atlântica. Os resultados mostraram que o Paraná concentra importantes remanescentes de ecossistemas de mangues e restinga, somando mais de 133 mil hectares de um total de 871

Árvores nos trópicos, especialmente importantes para o planeta, enfrentam ameaças crescentes

  Por Tom Rickey, PNNL (Pacific Northwest National Laboratory)* Uma mistura de fatores está contribuindo para uma taxa de mortalidade crescente das árvores nos trópicos úmidos, onde as árvores em algumas áreas estão morrendo em cerca de duas vezes a taxa que faziam 35 anos, de acordo com um estudo de longo alcance que examina saúde das árvores na zona tropical que abrange a América do Sul para a África até o

Mudanças climáticas colocam em risco metade das espécies de plantas e animais dos locais naturais mais importantes do mundo

  Amazônia, Floresta do Miombo na África e o Sudoeste da Austrália serão os lugares mais afetados do mundo, de acordo com um novo relatório encomendado pelo WWF     Até a metade das espécies de plantas e animais nas áreas mais naturais do mundo, como a Amazônia e as Galápagos, podem enfrentar a extinção local até a virada do século devido às mudanças climáticas caso as emissões de carbono continuem a subir sem

Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA 2018) – Como o agronegócio está exportando nossa água

  Produtos como soja, café, algodão, açúcar e carne bovina, enviam para o exterior mais de 112 trilhões de litros de água doce Fama 2018 O capital, sobretudo internacional, há anos tem se interessado por um dos maiores recursos naturais que despomos em nosso território: a água. Do ponto de vista estratégico, esse é um dos elementos fundamentais que garantem nossa soberania, no entanto, a cada ano que passa, observamos a ganância das

PGR defende que água seja oficializada como direito humano fundamental

  Raquel Dodge falou sobre proposta em palestra a universitários de Brasília; medida deve ser apresentada no 8º Fórum Mundial da Água Foto: Leonardo Prado/Secom/PGR Em palestra a estudantes universitários, realizada na manhã de quarta-feira (14), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a inclusão da água como direito humano fundamental no ordenamento jurídico nacional. Ela adiantou que essa proposta será apresentada, na próxima semana, durante o 8º Fórum Mundial da Água, no

Anglo American, mineradora responsável por duto rompido, é alvo de ação por danos sociais

  ABr Uma semana antes do rompimento do mineroduto da Anglo American, a mineradora britânica já tinha se tornado alvo de uma ação civil pública apresentado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por danos morais coletivos e danos sociais a populações de três cidades: Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim e Alvorada de Minas. Segundo o ministério, essas comunidades estariam sofrendo violações de direitos na implantação do empreendimento Minas-Rio. A ação

Top