Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.652, de 08/08/2012

    Holoceno e Antropoceno, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Ação flagra crimes ambientais em Rondônia e no Amazonas Ecoeconomia: uma resposta à crise ambiental? Ecoeconomia: Decrescimento ou barbárie! Decrescimento justo ou barbárie, artigo de Yayo Herrero e Luis González Reyes Em seis anos, Disque 180 recebe mais de 329 mil denúncias de violência contra a mulher País desconhece realidade da violência contra a mulher, dizem pesquisadoras INSS entra na Justiça

Holoceno e Antropoceno, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Holoceno é um termo geológico para definir o período que se estende de 12 ou 10 mil anos - quando terninaram os efeitos da última glaciação - até a contemporalidade. A população humana no início do período Holoceno era de cerca de 5 milhões de habitantes (menor do que o número atual de moradores da cidade do Rio de Janeiro). Mas o Holoceno propiciou as condições climáticas para

Ação flagra crimes ambientais em Rondônia e no Amazonas

  Desmatamento na Amazônia, em foto de arquivo   Agentes de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) participaram, por meio da Comissão Interministerial de Combate aos Crimes e Infrações Ambientais (Ciccia), da operação Tamanduá, realizada dia 31 de julho. O objetivo foi combater o desmatamento e a exploração ilegal de madeira no sul do município de Lábrea (AM) e na região de Vista Alegre do Abunã, município de Porto

Ecoeconomia: uma resposta à crise ambiental?

    Ecoeconomia: uma resposta à crise ambiental? Decrescimento ou barbárie! Crise ecológica O Brasil está perdendo o bonde da história O pacote anti-ambiental. A ofensiva dos grupos econômicos País repete erros em nome do desenvolvimento Eis a análise. Ecoeconomia: uma resposta à crise ambiental? A conjuntura desta semana retoma, como ponto de partida, aquela feita há duas semanas e na qual tratamos a temática da economia e da sustentabilidade. Referenciados no artigo do economista e professor da USP José

Ecoeconomia: Decrescimento ou barbárie!

    Com outras palavras, mesmo distribuído, o consumo é demasiado alto para um único Planeta dar conta. Com isso estamos querendo chamar a atenção para o fato de que há um imperativo de mexer realmente na lógica econômica vigente. Sem isso não há saída. É nesse sentido que, novamente, apontam vários dos entrevistados pela Revista. Latouche prossegue propondo o que ele chama de “decrescimento”, o que não é “crescimento negativo”. O

Decrescimento justo ou barbárie, artigo de Yayo Herrero e Luis González Reyes

  Imagem: IHU   “O capitalismo é intrinsecamente incompatível com os limites físicos do planeta. Por isso, foi desenvolvendo toda uma série de pseudo-soluções que tentam demonstrar que se pode continuar crescendo indefinidamente em um planeta de recursos limitados”. A afirmação é de Yayo Herrero e Luis González Reyes em artigo publicado na revista espanhola Pueblos, 12-01-2012. Os autores são membros da organização Ecologistas en Acción. A tradução é do Cepat. Eis o artigo. Em

Em seis anos, Disque 180 recebe mais de 329 mil denúncias de violência contra a mulher

  Brasília - Solenidade de Abertura do encontro nacional "O Papel das Delegacias no Enfrentamento à Violência contra as Mulheres". Foto de Antonio Cruz/ABr   No dia em que a Lei Maria da Penha completa seis anos de existência, o Disque 180 registrou 2,7 milhões de atendimentos de 2006 a 2012. Desse total, 329,5 mil (14%) eram relatos de violência contra a mulher enquadrados na lei. A maioria (60%) foi pedidos de informação.

País desconhece realidade da violência contra a mulher, dizem pesquisadoras

    Tema: A Sistematização e o monitoramento de dados de violência - Miriam Grossi (representante do Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividade da UFSC), Lia Zanotta (representante do Núcleo de Estudos e Pesquisas Sobre a Mulher da UnB), sen. Ana Rita (relatora), dep. Jô Moraes (presidente), dep. Keiko Ota (vice-presidente), Cecília Sardenberg - representante da OBSERVE), Wania Pasinato (representante do Núcleo de Estudos da Violência da USP) Jô Moraes: solicitamos aos

INSS entra na Justiça com ações para que agressores de mulheres paguem por prejuízos causados ao órgão

  Brasília - Solenidade de Abertura do encontro nacional "O Papel das Delegacias no Enfrentamento à Violência contra as Mulheres". Foto de Antonio Cruz/ABr   Os agressores poderão ter de ressarcir os cofres públicos os benefícios, como auxílio-doença, pensão por morte ou por invalidez, pagos a mulheres vítimas de violência doméstica seguradas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). As primeiras ações regressivas (cobrança do agente causador o valor pago por algum tipo

Reforma Agrária: No coração do latifúndio, uma estaca quebrada

  Por André de Oliveira e Jefferson Pinheiro*   Crianças que caminham quilômetros para ir à escola, falta de água e energia, famílias morando em barracos de lona porque não receberam verba para suas casas: a esperança vai sendo minada dia após dia, mês após mês, ano após ano É noite ainda, mas na casa de Rosa Maria da Rosa todos se movimentam como se já fosse dia. Com a cara amassada de sono,

[Áudio] Comissão da Verdade vai investigar crimes contra indígenas na ditadura militar

    Violações de direitos humanos, marcas de torturas, agressões e mortes que não se apagam de muitas memórias, marcaram o período da ditadura militar no Brasil. Muitos intelectuais, estudantes e artistas se tornaram presos políticos, ou foram mortos na luta pela liberdade. Mas há também uma versão pouco contada dessa fase triste da história brasileira: a das violações que povos indígenas sofreram nos governos militares. Confira neste especial depoimentos de indígenas,

Abrampa promove V Encontro em defesa do Patrimônio Cultural na cidade do Rio de Janeiro

    A Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (Abrampa) realizará durante os dias 12, 13 e 14 de setembro deste ano, o “V Encontro Nacional do Ministério Público na Defesa do Patrimônio Cultural”. O evento, um dos mais importantes relacionados à defesa e à preservação do patrimônio cultural brasileiro, acontecerá no auditório do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), na Avenida Marechal Câmara 370,

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners