Índice da edição de 12/04/2010

Transição demográfica nos países islâmicos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Questão de saúde e de Estado, artigo de Montserrat Martins Cuiabá, na busca da melhoria da qualidade de vida! artigo de Eduardo Figueiredo Abreu A geopolítica do lítio, artigo de Bruno Peron A arte de dizer Não na urna, artigo de Américo Canhoto Na Amazônia tem cidade, artigo de Igor Ricardo Castro de Souza Belo Monte vai ser a maior agressão já vista na Amazônia,

Transição demográfica nos países islâmicos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Existem diversos vídeos na Internet afirmando que há uma explosão da população muçulmana no mundo e que o crescimento do islamismo ameaça principalmente os países ocidentais e cristãos. Vejamos a realidade dos dados mais recentes, com base no site da divisão de população da ONU (disponível em: http://esa.un.org/unpp/) e do artigo Changes in Fertility Rates Among Muslims in India, Pakistan, and Bangladesh, de Eric Zuehlke (disponível em: http://www.prb.org/). O percentual

Questão de saúde e de Estado, artigo de Montserrat Martins

[EcoDebate] Do cantor Lobão ao ex-presidente FHC, várias personalidades sugerem que a liberalização seria a melhor alternativa para diminuir a violência decorrente do tráfico de drogas. Com o devido respeito, há pelo menos duas ingenuidades nessa tese. Uma, a de que a legalização acabaria com o comércio ilegal - apelidado de "pirataria", mais lucrativo por não pagar impostos. Outra, a de que é por serem proibidas que as drogas são

Cuiabá, na busca da melhoria da qualidade de vida! artigo de Eduardo Figueiredo Abreu

[EcoDebate] Historicamente, o conceito de qualidade de vida surge nos anos 60. Prevalecia, então, uma corrente essencialmente economicista que analisava o crescimento econômico das sociedades através da evolução do Produto Interno Bruto – PIB. Esta medida, correspondendo ao montante de bens e serviços gerados e sendo, assim, um indicador da riqueza produzida e distribuída. Traduzia de forma geral o crescimento econômico mensurado, mas não contemplava diversos aspectos fundamentais que permitissem

A geopolítica do lítio, artigo de Bruno Peron

[EcoDebate] O Japão, embora não disponha de riquezas minerais, é um dos países mais poderosos do mundo, enquanto a Bolívia é rica em recursos naturais, mas um país desigual, explorado e pobre. Não urge discutir se é mais um exemplo de ironia da natureza ou de má administração das benesses com que alguns rincões do planeta são presenteados, porém incapazes de recompensar as mesmas terras de onde surgem. A experiência da

A arte de dizer Não na urna, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] O destino de todos está nas mãos que aperta botões e no cérebro de cada um; que escolhe... A depressão é uma praga que se alastra rapidamente – vitaminada pelo desaparecer de crenças infrutíferas; esperanças vãs; desejos inúteis; fé sem sustentação da inteligência. Nossos velhos valores transitórios e fúteis estão indo por água abaixo – apenas alguns interesseiros teimam em sobreviver... Quando a vida começa a perder o sentido; quando permitimos que

Na Amazônia tem cidade, artigo de Igor Ricardo Castro de Souza

[EcoDebate] Uma cidade. Como ferida no meio de uma imensidão verde. Pedaço de terra dando contraste com seu concreto cinza. O barulho é intenso. Como o vai e vem de pessoas. É hora pra isso. Hora pra aquilo. Luzes a todo o momento a sinalizar se pode ou não ir e vir. Madeira pra muitos é móvel. Madeira para mim é vida. Um mundo de contraste, que junta

Belo Monte vai ser a maior agressão já vista na Amazônia, garante dom Erwin Krautler em debate

“É pacífico que o Brasil precisa de energia de qualidade, mas a obra não trará essa energia limpa e barata como diz o governo. Que energia limpa é essa que afetará milhares de famílias, trará doenças, apodrecerá um lago e acabará com o meio de subsistência de tantas pessoas?”. A afirmação é do presidente do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), e bispo prelado do Xingu (PA), dom Erwin Krautler, durante o

Hidrelétrica de Estreito: um pequeno exemplo do que poderá ser Belo Monte

Uma audiência pública realizada nesta quarta feira, 7, na Câmara dos Deputados, em Brasília, pôde demonstrar o que a população da região do Xingu, no Pará, deve esperar caso a usina hidrelétrica de Belo Monte seja construída. Presentes na audiência "Impactos ambientais e econômicos da implantação de UHEs de Estreito e Belo Monte", os moradores atingidos pela hidrelétrica de Estreito, no Tocantins, relataram a realidade de abandono na região depois

Shell e Basf devem custear tratamento médico de ex-trabalhadores expostos a riscos de contaminação na unidade de fabricação de agrotóxicos

Justiça nega mandado e restabelece efeitos de liminar que garante acompanhamento médico de contaminados e seus familiares O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região denegou o mandado de segurança impetrado pelas empresas Shell e Basf, responsável por suspender os efeitos de liminar concedida em favor dos ex-trabalhadores das multinacionais no início do ano passado. Com a decisão, volta a ser obrigatório o custeio, por parte das empresas, de despesas

Prefeito diz que mais de 4 mil casas em áreas de risco no Rio serão demolidas

A Fundação Geo Rio, órgão da Secretaria Municipal de Obras, começa nesta semana a fazer o mapeamento completo das áreas de risco geológico da cidade, especialmente no Maciço da Tijuca e nas encostas. A previsão é que o trabalho seja concluído nos próximos seis meses, segundo informou ontem (11) o prefeito Eduardo Paes. “Meu governo vai se manter muito firme: se houver alguma identificação de risco permanente, onde as obras de

MPRJ prepara campanha para receber donativos e cobra dos Municípios planejamento e ações de drenagem, controle de ocupações irregulares e melhor destinação do lixo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, em razão dos temporais que afetaram o Estado do Rio de Janeiro, receberá doações a serem encaminhadas à Defesa Civil para distribuição às vítimas, na portaria do edifício-sede, situado na Avenida Marechal Câmara, 370, térreo, no período das 10h às 17h. Os donativos também poderão ser entregues nas sedes da Coordenação do CRAAI Niterói (Rua Visconde de Sepetiba, 935, Edifício Tower 2000,

Top