Pesquisadores comprovam que toxinas, liberadas durante queimadas na Amazônia, podem causar câncer

  A pesquisa comprovou que o dano no DNA pode ser tão grave a ponto de a célula perder o controle e evoluir para câncer de pulmão     ABr As partículas carregadas de toxinas, liberadas durante queimadas na Amazônia, se inaladas involuntariamente por longo período, podem causar estresse oxidativo das células e danos genéticos irreversíveis, resultando até mesmo em câncer de pulmão. A descoberta é resultado de um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de

Estudos analisam as queimadas e seu impacto no clima e na saúde

  Por Graça Portela (Icict/Fiocruz) O ano de 2004 ficou marcado pelos 270.295 focos de incêndio em todo o país – o ápice do número de queimadas no século 21. Na época, apenas no bioma Amazônia, que ocupa cerca de 40% do território nacional e onde estão os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, e também partes do Maranhão, Tocantins e Mato Grosso, foram 145.251 focos. Em 2017, foram 275.120

Resíduos de carvão podem acelerar as emissões de CO2 após incêndios florestais

  Hokkaido University* O carvão que permanece após um incêndio florestal ajuda a decompor raízes finas no solo, potencialmente acelerando as emissões de CO 2 nas florestas boreais.     As florestas boreais são um enorme depósito de carbono. As raízes finas, não apenas as folhas, hastes e galhos de árvores, contribuem amplamente para a acumulação de carbono. O Extremo Oriente russo teve um número cada vez maior de incêndios florestais, muitos dos quais pelas

Voluntários representam metade dos envolvidos no combate ao incêndio na Chapada dos Veadeiros e arredores

  ABr   Mais da metade da equipe que trabalha no combate ao incêndio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e arredores, em Goiás, é formada por voluntários. São moradores, visitantes, profissionais de outros estados e aqueles que têm um carinho imenso pelo lugar. Doações recebidas do Brasil inteiro sustentam o combustível e a alimentação dos brigadistas, além de possibilitar a compra de materiais. O incêndio já é o maior registrado na história

Incêndio que já atinge 22% do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criminoso

  ABr   O incêndio que está assolando o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, desde o dia 17 de outubro foi criminoso, na avaliação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). As suspeitas são de que o incêndio foi iniciado por fazendeiros da região, em represália à recente ampliação da área do parque. De acordo com o órgão, o fogo ainda não foi controlado e já atingiu 22%

Incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros continua ‘crítico e fora de controle’

  ABr Incêndio na Chapada dos Veadeiros ainda fora de controle, diz diretor do parque   O Incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros continua "crítico e fora de controle", informou o chefe da unidade, Fernando Tatagiba. O fogo atinge a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, desde a última terça-feira (17). O Parque Nacional continua fechado à visitação. O incêndio chegou também a propriedades privadas. Segundo Tatagiba, brigadistas do Instituto Chico Mendes

Com aumento da temperatura e secas extremas, Amazônia pode ter incêndios mais intensos nas próximas décadas

    Por Bianca Paiva, da Radioagência Nacional O Brasil registrou neste mês o maior número de queimadas de todos os tempos. Foram mais de 90 mil focos em pouco mais de 20 dias. E o cenário para o futuro não é nada animador, principalmente, para a floresta amazônica.   http://audios.ebc.com.br/49/49142d8c8577047dc46fd2e22eb8e4cf.mp3   Um estudo feito por pesquisadores brasileiros e publicado recentemente em uma revista internacional científica criou um modelo que avaliou como ficaria a situação na região

Tempo seco de setembro facilita incêndios florestais; ação humana é a principal causa

  ABr O mês de setembro é historicamente o que mais registra incêndios florestais no Brasil. E 2017 não é diferente. Nas últimas semanas, por exemplo, o fogo causou estragos no Parque Estadual do Araguaia, em Mato Grosso, e na Serra dos Pirineus, em Goiânia. Em Minas Gerais, a Serra do Rola Moça viu mais de mil hectares serem consumidos pelas chamas. Incêndios atingem também terras da aldeia indígena Bacurizinho, no Maranhão.   De

Governo federal e sociedade civil organizada buscam acordo para conter desmatamento no Cerrado

  ABr O governo federal, a sociedade civil organizada e setores produtivos estão trabalhando em um grande acordo para estabelecer medidas de proteção para o Cerrado, no âmbito do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Cerrado (PPCerrado). Ontem (11) celebrou-se o Dia Nacional do Cerrado, o segundo maior bioma da América do Sul, que ocupa cerca de 22% do território nacional, mas sofre com a pressão

Seca e queimadas: Dia do Cerrado é celebrado em um dos meses mais críticos para região

    Queimadas se intensificam no período de junho a outubro e se tornam preocupação recorrente num dos biomas mais ameaçado do Brasil Em 11 de setembro é lembrado o Dia do Cerrado - segundo maior bioma da América do Sul - mas poucos são os motivos para comemorar. O período de seca no Cerrado brasileiro é histórico e ocorre com intensidade nesta época do ano, entre os meses de junho e outubro,

Partículas da fumaça de queimadas na Amazônia induzem inflamação e danos genéticos em células de pulmão

    Por Karina Toledo | Agência FAPESP Quando são expostas em laboratório a concentrações comparáveis de poluentes encontrada na atmosfera amazônica em época de queimadas, células do pulmão humano sofrem severos danos em seu DNA e param de se dividir. Após 72 horas de exposição, mais de 30% das células em cultura já estão mortas. O principal responsável pelo estrago? Ao que tudo indica é o reteno, um composto químico pertencente à classe

99% dos incêndios florestais em território nacional são iniciados por ação humana

    Maioria dos incêndios no Brasil tem origem na ação humana - Focos podem começar de forma proposital ou por descuido; causas naturais, como raios, representam porcentagem mínima Com anos de atuação no monitoramento de queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o pesquisador Alberto Setzer, atual coordenador da área, é taxativo: mais de 99% dos incêndios florestais em território nacional são iniciados por ação humana. “Alguns são propositais, outros por

Top