A humanidade já ultrapassou os limites da resiliência do Planeta, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] A apresentação “Os limites da resiliência do Planeta e o decrescimento demoeconômico”, exposta e debatida no XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais, da ABEP, ocorrido em 25 de setembro de 2018 (disponível no link mais abaixo), teve como base uma tese, uma antítese e uma síntese, como mostrado a seguir: Tese: O crescimento demoeconômico no Antropoceno (últimos 250 anos) possibilitou uma grande acumulação de capital e riqueza, gerando concentração de

O Antropoceno é um alerta sobre as ações humanas no planeta

  O Antropoceno é um alerta sobre as ações humanas no planeta. Entrevista especial com Etienne Turpin IHU A palavra Antropoceno é relativa à área da Geologia, diz respeito aos efeitos da ação do ser humano sobre os mais variados sistemas da Terra. Entretanto, mergulhar no conceito é entrar num complexo emaranhado. Primeiro, porque não é consenso no campo científico a existência dessa como uma nova era na escala geológica e, segundo, porque há inúmeras interpretações acerca dessa ideia de “efeito dos

Decrescimento, parte 5/6: Os dois inimigos da humanidade e a agrointoxicação; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  A agrointoxicação do planeta: um problema sistêmico Jornal da UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS REPRODUÇÃO EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA Desde 2015, habitamos um planeta em cuja atmosfera concentram-se mais de 400 partes por milhão (ppm) de dióxido de carbono (CO2) e mais de 1.840 partes por bilhão (ppb) de metano, os dois principais gases de efeito estufa (GEE). Em média, as concentrações de CO2 foram de 405 ppm em 2017, ou seja 2,2 ppm

Estudo aponta que desenvolvimento social em Canaã dos Carajás, PA, não acompanha receita dos royalties da mineração

  Canaã dos Carajás, sudeste do Pará, abriga duas grandes minas de exploração de recursos minerais e apesar de exibir uma renda per capita sete vezes maior que o próprio estado o município apresenta um antagonismo em seu desenvolvimento social. É o que aponta um estudo inédito sobre o uso dos royalties da mineração - Os dados da pesquisa foram apresentados na quinta-feira (6) no município a gestores públicos e movimentos populares     Contradições do

Atlas do Agronegócio apresenta lado B da cadeia agroalimentar no Brasil e no mundo

  O Atlas do Agronegócio possui artigos originais de autores brasileiros e estrangeiros, que falam sobre a concentração do setor, entre outros temas como agrotóxicos, qualidade do alimento, conflitos no campo, lobby do agronegócio, biofortificação, condições do trabalho, resistência e agroecologia. Fundação Heinrich Böll Com a presença da chef de cozinha natural Bela Gil, do apresentador Gregorio Duvivier e do coordenador da Articulação Nacional de Agroecologia Denis Monteiro, publicação foi lançada nesta terça

FIAN Brasil: Relatório sobre o Matopiba aponta impactos ambientais e sociais da financeirização de terras

  Loteamento da Amazônia programado?? A seguir o posicionamento da professora Amyra El Khalili sobre temas de sua especialidade em trechos da entrevista à REVISTA PIM: “ Suspeitamos, pelos inúmeros hectares de terras ofertadas no exterior, que alguns estados já foram vendidos, sem exagero, bastando apenas contabilizar e entregar. Este tipo de negócio chama-se "venda à descoberto" (short sale), quando vendem no mercado de commodities e derivativos sem ter o ativo para entrega

O parlamento na vanguarda do atraso e a ‘opção’ pelo desenvolvimentismo ruralista, por Henrique Cortez

  Ou questionamos e encontramos um outro modelo de desenvolvimento ou continuaremos no modelo colonial de exportação de produtos primários   [EcoDebate] O governo (este e os anteriores) sempre demonstra permanente submissão aos interesses do agronegócio de exportação, principalmente os pecuaristas e sojicultores que, aliados aos grandes grupos econômicos e financeiros, apenas percebem os ativos ambientais como recursos econômicos a serem livremente apropriados. O manejo sustentável dos recursos naturais, a agroecologia e a agricultura

A existência para além do economicismo destrutivo e desenfreado

  A existência para além do economicismo destrutivo e desenfreado. Entrevista especial com Daniel Munduruku Por Ricardo Machado e Julie Dorrico, IHU O universo – ou melhor dizendo, o cosmo – ameríndio é de uma complexidade e multiplicidade tão grande que descrevê-lo foge da possibilidade do real. Esse olhar mira os desafios contemporâneos na direção de propor uma resistência baseada, também, no questionamento sistemático das formas de vida economicistas. “O que vejo é uma crise instalada no seio

‘Todos os instrumentos da economia verde obedecem à mesma lógica perversa da financeirização’, entrevista com Amyra El Khalili

  Por Gabriel Brito, da Redação, Correio da Cidadania O debate ambiental tem tudo para ser escamoteado ou repetir velhas tergiversações sobre desenvolvimento e sustentabilidade no cenário eleitoral que começa a se aquecer. Mais ainda no que tange a chamada economia verde, conceito ainda novo para o público. Colunista do Correio da Cidadania, a economista e ativista socioambiental Amyra el Khalili acaba de lançar o e-book Commodities Ambientais em Missão de Paz

A dívida global atinge US$ 247 trilhões: uma bomba prestes à explodir? artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “A dívida é a mãe prolífica de loucuras e crimes” Benjamin Disraeli (1804-1881)     [EcoDebate] O mundo está sentado sobre um barril de pólvora. A dívida global subiu para o recorde de US$ 247 trilhões, no primeiro trimestre de 2018. Isto representa 318% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial. Como mostra o gráfico acima, a dívida era de menos de US$ 100 trilhões em 2003, atingiu US$ 177,7 trilhões em 2008 e passou para

Decrescimento, parte 4/6: Os limites da água; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Resumo: Este quarto artigo (de uma série de 6) aborda a centralidade da crise hídrica no âmbito das crises ambientais globais e enfatiza a vulnerabilidade do Brasil, com uma breve análise sobre as recorrentes secas na Amazônia e no sistema Cantareira, que entra agora, novamente, em estado de alerta com apenas 40% de sua capacidade total. JORNAL DA UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS ANTONIO SCARPINETTI | REPRODUÇÃO EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA Decrescimento. IV

Sobrecarga da Terra: superpopulação e superconsumo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Precisamos pegadas menores, mas também precisamos de menos pés”. (Enough is Enough, 2010)   [EcoDebate] Hoje, 01 de agosto, é o dia da Sobrecarga da Terra. Significa que a humanidade já consumiu todos os recursos renováveis para o ano completo de 2018. Nos próximos 5 meses, a economia internacional vai funcionar na base do déficit ambiental, consumindo a herança deixada pela “Mãe natureza”. Serão cinco meses de sobrecarga e degradação ambiental, fato que

Top