Plantas exóticas invasoras, artigo de Roberto Naime

    Plantas exóticas invasoras [EcoDebate] Reduzindo a cobertura vegetal do planeta e poluindo rios e mares, os seres humanos já determinaram a extinção de milhares de espécies e atualmente se calcula que mais de 40% da superfície terrestre do planeta já esteja alterada em decorrência das ações antrópicas. Se estima que a velocidade com que as espécies estão se extinguindo atualmente é de 100 a 1.000 vezes maior do que seria se a

Espécies invasoras põem em risco a biodiversidade, artigo de Sílvia Ziller

    [EcoDebate] Quem passeia pelas dunas da Lagoa da Conceição, em Florianópolis (SC), pode se assustar ao ver o corte de árvores que acontece no Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição. O que acontece, na verdade, é a retirada de pínus invasores que ameaçam espécies nativas e endêmicas (que ocorrem apenas na região). Ao contrário do que se possa imaginar, às vezes, para conservar o meio ambiente é preciso

Justiça Federal obriga Petrobras a elaborar plano contra invasão de corais em plataformas

plataforma

    Petrobras tem 30 dias para apresentar plano emergencial ao Ibama O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF/5) deferiu o pedido do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) para que a Petróleo Brasileiro S.A (Petrobras) elabore plano emergencial para combater corais nocivos ao meio ambiente, conhecidos como Coral-Sol, nas plataformas de petróleo localizadas em Aracaju. O TRF-5 determinou, após o pedido do MPF de antecipação dos efeitos da tutela, no agravo de

Lesma invasora europeia chega à Mata Atlântica de Santa Catarina

  Estudos da Agência Europeia do Ambiente revelam a existência de 28 espécies invasoras naquele continente, entre as quais a lesma espanhola, que ameaçam a saúde, a natureza e a economia da Europa. (ver matéria no final) Praga está atacando canteiros de mudas de tabaco e causando grandes prejuízos aos agricultore sem Santa Catarina Quando se encontra uma planta ou animal desconhecido está cada vez mais difícil saber se é uma espécie nativa

MPF/SP ajuíza ação para evitar proliferação do mexilhão dourado no Reservatório de Água Vermelha

  Mexilhão dourado (Limnoperna fortunei). Foto: Centro de Bioengenharia de Espécies Invasoras de Hidrelétricas   Ação pede também que Justiça determine prazo de 90 dias para que réus apresentem plano de manejo para tratar a situação O Ministério Público Federal em Jales (SP) ajuizou ação civil pública ambiental, com pedido de liminar, para tentar conter a proliferação do molusco Limnoperma fortunei, vulgarmente conhecido como “mexilhão dourado”, no Reservatório de Água Vermelha. A ação pede

MPF investiga bioinvasão pelo coral-sol (Tubastraea coccinea) no litoral fluminense

  O coral-sol (Tubastraea coccinea) é uma espécie de coral que pertence ao gênero Tubastraea (es) que pode ser encontrado nas águas de Timor-Leste carece de fontes. Espalha-se por profundidades que vão de 50 centímetros a 15 metros. No Brasil, tais corais constituem uma ameaça, pois eles são agressivos a espécies nativas de corais, como o coral-cérebro (Diploria labyrinthiformis), uma espécie que só existe no Brasil. O coral-sol se tornou uma

Avanço das espécies invasoras ameaça a fauna fluminense

    Fauna importada causa conflitos no estado do Rio - Perda de biodiversidade é uma das principais consequências de problema em expansão O avanço das espécies invasoras já é a segunda maior causa de perda de diversidade ecológica no planeta, atrás apenas da destruição de habitats - em ilhas, estas posições são invertidas. O tráfico de animais silvestres, uma das causas para sua "exportação" a outras regiões, corresponde à segunda atividade ilícita

Espécies invasoras como javali e pinus afetam ecossistemas do País e causam perda anual de R$ 100 bilhões

As invasões bárbaras - A introdução pelo homem de espécies exóticas em determinados ecossistemas ajudou a moldar países como o Brasil, que teve no café (coffea arabica) a base de sua economia. Mas é também a maior causa de extinções no mundo nos últimos quatro séculos. As invasoras competem e, muitas vezes, prevalecem sobre as nativas. Podem também provocar danos à saúde humana. Um exemplo é o mosquito transmissor da

Estudo no Havaí avalia o risco da introdução de espécies invasoras para produção biocombustíveis

Floresta em fase de conversão para plantio de palma (dendezeiro) na Indonésia. O dendezeiro(Elaeis guineensis), também conhecido como palmeira-de-óleo-africana, aavora, palma-de-guiné, palma, dendém (em Angola), palmeira-dendém ou coqueiro-de-dendê, é uma palmeira originária da Costa Ocidental da África (Golfo da Guiné).(informação da Wikipédia) [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Com a crescente demanda pelos biocombustíveis também cresce a introdução de espécies exóticas, tal como o dendezeiro no Brasil, que, potencialmente, podem ser mais

Tucunaré dizima peixes nativos do Pantanal de MS

O peixe faz ninho em pedras dos fundos dos rios, garantindo assim maior número de sobreviventes SÃO PAULO - Carnívoro, de apetite voraz e protetor exemplar de seus alevinos (filhotes), o tucunaré está dizimando os peixes nativos do Pantanal de Mato Grosso do Sul, na região de Corumbá. A espécie, proveniente da Bacia Amazônica, está tomando conta dos rios pantaneiros, onde chegou na década de 80, depois do rompimento de um

Biodiesel e código florestal retomam questão de espécies exóticas

A possibilidade de flexibilização do Código Florestal com o projeto de lei (PL) 6424, de 2005, coloca contra o governo duas forças opostas. Ruralistas, beneficiados com a alteração, teriam maior disponibilidade de terras a serem cultivadas, e ambientalistas, que alertam para o risco do aumento de terras cultiváveis e do plantio de espécies exóticas, como o dendê. Na Embrapa, pesquisa focaliza plantas nativas alternativas ao dendê para a fabricação de

Top