Estudo de Harvard comprova que consumo de enlatados eleva o nível de Bisfenol-A (BPA) no corpo

  Químico é encontrado em embalagens de plástico e está associado a doenças como puberdade precoce, câncer, infertilidade e obesidade Um estudo realizado pela Universidade Harvard, uma das mais respeitadas dos Estados Unidos e do mundo, revelou que o consumo de alimentos enlatados aumenta o nível de bisfenol A (BPA) no corpo humano. A pesquisa analisou a urina de pessoas divididas em dois grupos. O resultado mostra que os voluntários que comeram

Pesquisador do IQ-USP desenvolve polímero a partir do milho que poderá substituir o Bisfenol-A(BPA)

  Pesquisador do IQ-USP desenvolve polímero a partir do milho – Um novo polímero, desenvolvido a partir de derivados do milho por um pesquisador brasileiro em parceria com cientistas dos Estados Unidos, pode substituir em resinas epóxi o bisfenol A, composto também utilizado em policarbonatos que gera produtos plásticos, como garrafas e mamadeiras, e que está sendo banido em diversos países, incluindo o Brasil. A invenção rendeu ao professor Luiz Henrique Catalani,

Expor bebês a Bisfenol-A(BPA) ainda no útero gera problema comportamental

  BPA é uma substância usada para fazer plásticos e achada em embalagens de alimentos e mamadeiras Bisfenol A está ligado a problemas de comportamento em garotas, diz estudo - Segundo pesquisador, meninas expostas a grandes quantidades da substância, ainda no útero da mãe, apresentaram mais ansiedade e hiperatividade quando crescidas Novo estudo realizado em Cincinnati, Ohio, nos Estados Unidos, sugere que meninas expostas a níveis mais elevados de bisfenol A (BPA) -

Mamadeiras de plástico com bisfenol-A(BPA) devem ser banidas do mercado até 31/12/2011

  A partir de ontem (19), empresas têm três meses para deixar de usar a substância bisfenol A (BPA) na fabricação de mamadeiras plásticas. O Diário Oficial da União traz na edição de hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) com a proibição de uso. A Vigilância Sanitária determinou que as mamadeiras plásticas com BPA nacionais ou importadas somente poderão ser vendidas até o dia 31 de dezembro. A

Sociedade de Endocrinologia aprova proibição de bisfenol-A(BPA) em mamadeiras e defende ampliação para brinquedos

  A decisão de proibir a produção e a venda de mamadeiras com bisfenol A na composição foi bem recebida pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, que lidera uma campanha contra o uso da substância. Anunciada no dia 15/9, a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi tomada para proteger a saúde das crianças, apesar de não haver resultados conclusivos sobre o bisfenol. Para a subcoordenadora da campanha da

Mães e babás desconhecem decisão da Anvisa sobre proibição de bisfenol-A(BPA) em mamadeiras

  Em Brasília, mães e babás reagiram positivamente à decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de proibir a venda de mamadeiras fabricadas no Brasil e importadas que contenham a substância bisfenol A na composição. Segundo especialistas, a substância apresenta risco à saúde das crianças. Mães e babás, no entanto, disseram à Agência Brasil que desconheciam a decisão. Ao tomar conhecimento da medida, elas disseram apoiar

Anvisa proíbe venda de mamadeiras com bisfenol-A(BPA) na composição

  Mamadeiras fabricadas no Brasil ou importadas para uso no país não poderão mais conter a substância bisfenol A, informou ontem (15) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A decisão tem como base estudos recentes que apontam riscos decorrentes da exposição à substância – mesmo em níveis inferiores aos que atualmente são considerados seguros. “Apesar de não haver resultados conclusivos sobre o risco do bisfenol A, a decisão da Anvisa atende

Bisfenol-A (BPA): Catar proíbe embalagens de plástico em restaurantes e padarias

País é o primeiro da região a proibir o uso de plásticos para servir alimentos quentes e medida se deve aos perigos que químicos como o bisfenol A representam para a saúde humana O Catar é o mais novo ator geográfico a iniciar seu combate contra os efeitos do bisfenol A e outras substâncias químicas encontradas em embalagens de plástico. O país árabe é o primeiro do Oriente Médio a proibir

Pesquisa realizada em humanos associa ftalatos e bisfenol a problemas na tiróide

[O Tao do Consumo] Cientistas da Universidade de Michigam recolheram amostras de sangue de 1,6 mil pessoas, químicos são encontrados em embalagens de plástico e em latas de comida e bebida Uma pesquisa da Universidade de Michigan, publicada esta semana no jornal científico Environmental Health Perspectives, revela que adultos com altos níveis de ftalatos e bisfenol A (BPA) na urina tendem a apresentar alteração no nível

Large human study links phthalates, BPA and thyroid hormone levels

A link between chemicals called phthalates and thyroid hormone levels was confirmed by the University of Michigan in the first large-scale and nationally representative study of phthalates and BPA in relation to thyroid function in humans. The U-M School of Public Health study also reported suggestive findings consistent with a previously reported link between a chemical called bisphenol-A and thyroid hormone levels. BPA is best known

Bisfenol: você come sem saber e adoece sem querer, artigo de Frederico Lobo

Bisfenol-A (BPA) nome estranho, mas que tem aparecido com frequência na imprensa. Na semana passada, foi noticiado que Piracicaba - SP é a primeira cidade do Brasil a aprovar, na Câmara Municipal, uma lei que proíbe a comercialização de mamadeiras, chupetas, alimentos e bebidas que contenham o químico bisfenol A. Em 2010 a regional de São Paulo da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e metabologia (SBEM-SP) criou a Campanha Contra os Desreguladores

Estudo relaciona Bisfenol-A (BPA) presente em mamadeiras à feminilização de ratos

O bisfenol A (BPA), substância controversa usada, entre outras coisas, no revestimento interno de garrafas de plástico e mamadeiras, está associado à feminilização de ratos, segundo estudo publicado esta segunda-feira. A pesquisa, feita por cientistas da Universidade do Missouri, mostram que os machos de ratos, expostos enquanto fetos à BPA, se comportam mais como fêmeas, especialmente em suas capacidades para se orientar em seu entorno. Reportagem da AFP. Esta observação leva os

Top