#EcoDebate: Índice da edição nº 3.403, de 30/03/2020

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   A pandemia de Covid-19 avançou rapidamente na última semana, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Coronavírus: momento de respeito e solidariedade, artigo de Armando Rovai Novo coronavírus e a falácia dos negacionistas: 'Morreu, mas era idoso e tinha diabetes' Coronavírus: risco da disseminação é maior com a circulação de assintomáticos Como se dará a evolução de Covid-19 na população que vive em condições precárias? Pesquisadores mostram

A pandemia de Covid-19 avançou rapidamente na última semana, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Estamos chegando ao final de março de 2020 e o crescimento do número de casos e de mortes do novo coronavírus, em todo o mundo, se acelerou ao longo do mês. Entre os dias 01 e 15 de março o número de casos passou de 88,6 mil para 169,6 mil, representando um crescimento geométrico diário de 4,6% ao dia. O número de mortes passou de 3 mil para 6,5

Coronavírus: momento de respeito e solidariedade, artigo de Armando Rovai

    [EcoDebate] Desde que surgiram as primeiras notícias acerca do coronavírus (Covid-19), uma onda de desrespeito e preconceito tem sido divulgada pelas mídias sociais, como as recentes falas proferidas sobre a origem do vírus e sua proposital contaminação. Algumas dessas falas partiram de pessoas que têm a obrigação de se comportar nos estritos termos de um Estado Democrático de Direito, até porque, algumas delas representam a população brasileira no parlamento. De toda

Novo coronavírus e a falácia dos negacionistas: ‘Morreu, mas era idoso e tinha diabetes’

    É como se todas essas pessoas morressem não por causa do novo coronavírus, mas de suas doenças preexistentes, argumento, aliás, que anda na boca de negacionistas, para quem a pandemia não passa de exagero e invencionice da mídia Ruth Helena Bellinghini Revista Questão de Ciência Eu sabia que ia acontecer comigo, que sou idosa (60 anos), diabética e tenho outros probleminhas. Só não sabia quando. Não, não, que eu saiba, não contraí o

Coronavírus: risco da disseminação é maior com a circulação de assintomáticos

  Por Patrícia da Veiga, UFRJ No início da disseminação do novo coronavírus na cidade de Wuhan, na China, 86% dos infectados não apresentaram sintomas ou reagiram de forma branda e, por isso, não foram identificados. Ao permanecerem em circulação, foram fonte para 79% das pessoas comprovadamente afetadas pela COVID-19 – ou seja, que tiveram sintomas, passaram pelo sistema de saúde e foram submetidas aos primeiros testes. Nessa relação, a proporção foi

Como se dará a evolução de Covid-19 na população que vive em condições precárias?

  Como se dará a evolução de Covid-19 na população que vive em condições precárias? Entrevista especial com Guilherme Werneck Na avaliação do vice-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva - Abrasco, é urgente adotar medidas que minimizem o impacto do coronavírus nas populações mais pobres do país Por João Vitor Santos e Patricia Fachin, IHU A questão mais preocupante em relação à expansão do coronavírus no Brasil, e para a qual ainda se tem

Pesquisadores mostram relação de água contaminada com a epidemia do vírus zika na Região Nordeste

  A presença de toxinas na água consumida pela população nordestina contribuiu para aumentar o número de casos de microcefalia associados à epidemia do vírus zika na Região Nordeste, principalmente nos anos de 2015 e 2016. Essa é a conclusão da pesquisa desenvolvida em conjunto pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal Rural

#EcoDebate: Índice da edição nº 3.402, de 27/03/2020

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   As emissões globais de CO2 por nível de renda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Pandemia COVID-19 na Era do Capitaloceno: Racismo ambiental disfarçado de consciência ecológica, artigo de Victor Pinto Coronavírus e o imperativo de se acreditar na ciência, artigo de Maurício Antônio Lopes Impacto potencial de medicamentos na qualidade da água De 2000 a 2018, Brasil perdeu 7,6% de suas florestas, informa o IBGE; No mesmo período, a

As emissões globais de CO2 por nível de renda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Só temos 12 anos para limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius” IPCC, 2018 [EcoDebate] Existe não só uma correlação, mas também uma causalidade, entre o crescimento da população e o crescimento das emissões de CO2. Todas as pessoas, sem exceção, realizam atividades que emitem gases de efeito estufa (GEE). Não existe pessoa com nível zero absoluto de emissão e quanto mais gente, maiores são as emissões de GEE. Mas as

Pandemia COVID-19 na Era do Capitaloceno: Racismo ambiental disfarçado de consciência ecológica, artigo de Victor Pinto

[EcoDebate] Estou vendo várias pessoas compartilhando notícias sobre a "recuperação ambiental do planeta" com essa pandemia de Corona vírus e alguns comentários me chamaram atenção e me preocuparam enquanto biólogo e progressista. Então escrevi esse texto baseado nas minhas leituras e espero ajudar na construção de uma reflexão mais adequada dentro do cenário político-econômico-ambiental atual no meio de uma pandemia. Para isso vou trazer à luz alguns conceitos complexos, mas

Coronavírus e o imperativo de se acreditar na ciência, artigo de Maurício Antônio Lopes

    [EcoDebate] Por décadas o cinema vem nos expondo a catástrofes, com filmes de enredo apocalíptico e efeitos espetaculares que mostram vulcões, terremotos e maremotos assustadores, asteroides em rota de colisão com a terra, dinossauros revividos que devoram as pessoas, além de muitas tramas que lembram a dura realidade que vivemos agora, com a pandemia do Coronavírus. Comuns nos enredos de muitos desses filmes são os cientistas, que antecipando os perigos

Impacto potencial de medicamentos na qualidade da água

    Quando as pessoas tomam medicamentos, esses medicamentos e seus metabólitos podem ser excretados e chegar às estações de tratamento de águas residuais. A partir daí, os compostos podem acabar em cursos d'água. American Chemical Society (ACS)* As águas residuais de empresas farmacêuticas podem começar com quantidades ainda maiores dessas substâncias. Na Environmental Science & Technology, da ACS, os pesquisadores relatam que uma única instalação de fabricação farmacêutica pode estar influenciando a qualidade

Top