Índice da edição nº 2.818, 2017 [de 25/08/17]

    Jornada Mundial pelo Fim do Especismo e do Ecocídio, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A Vida Secreta das Árvores, artigo de Lucio Carvalho Educação Ambiental: Novas Estratégias; Pesquisas, Tendências Sociopolíticas, Ambientais entre Brasil e outros Países da América Latina, artigo de Ricardo Santos David Não adaptar as cidades às mudanças climáticas sairá no mínimo cinco vezes mais caro 5 mentiras que os negacionistas contam, refutadas em 'Negacionismo, esse Pinóquio

Jornada Mundial pelo Fim do Especismo e do Ecocídio, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Não tenho dúvidas de que é parte do destino da raça humana, na sua evolução gradual, parar de comer animais, tal como as tribos selvagens deixaram de se comer umas às outras quando entraram em contato com os mais civilizados” Henry Thoreau (1817-1862) “A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados” Mahatma Gandhi [EcoDebate] O especismo é a discriminação existente com base nas desigualdades entre espécies. É

A Vida Secreta das Árvores, artigo de Lucio Carvalho

    [EcoDebate] Um dos livros mais vendidos de não-ficção do ano nos Estados Unidos e na Europa, A Vida Secreta das Árvores, do botânico alemão Peter Wohlleben, parece tratar de tudo, menos de árvores. Nele, clãs e famílias digladiam-se pela sobrevivência, criaturas solitárias enfrentam o cerco de inimigos, pedem socorro, socorrem-se, tornam-se amigas, realizam pactos, conversam entre si e até mesmo contra-atacam àqueles que agridem os membros destas curiosas sociedades de

Educação Ambiental: Novas Estratégias; Pesquisas, Tendências Sociopolíticas, Ambientais entre Brasil e outros Países da América Latina, artigo de Ricardo Santos David

    EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NOVAS ESTRATÉGIAS; PESQUISAS, TENDÊNCIAS SOCIOPOLÍTICAS, AMBIENTAIS ENTRE BRASIL E OUTROS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA Ricardo Santos David Resumo: A maioria dos problemas ambientais tem suas raízes em fatores sociais, econômicos, políticos, culturais e éticos. Entende-se que os modelos de desenvolvimento econômico adotados pelos países ricos são causadores de degradação ambiental e causam desigualdades sociais junto à miséria. Atualmente, a problemática ambiental tornou-se um dos assuntos mais discutidos entre EUA, Brasil

Não adaptar as cidades às mudanças climáticas sairá no mínimo cinco vezes mais caro

  Por Maria Fernanda Ziegler | Agência FAPESP     Como outras cidades costeiras, a cidade de Santos, no litoral paulista, vive uma situação que lembra a fábula da formiga e da cigarra. Com a expectativa de que o nível do mar continue a aumentar nos próximos anos, enfrenta o dilema de se adaptar ao que vem pela frente ou ter que pagar o preço alto de ressacas e inundações cada vez mais frequentes. A

5 mentiras que os negacionistas contam, refutadas em ‘Negacionismo, esse Pinóquio Zombie’, por Prof. Alexandre Costa

  Como infelizmente temos assistido a um recrudescimento do negacionismo nas redes sociais, estamos tendo de dedicar um esforço extra para combater a patifaria desinformação disseminada, nociva em diversas dimensões: 1) deseduca, no sentido literal da palavra, pois repassa ao público leigo e especialmente à juventude em idade escolar noções falsas sobre o nosso mundo físico; 2) mina de forma totalmente irresponsável a credibilidade da ciência que, mesmo considerando seus limites

Julgamento no STF sobre uso do amianto termina em impasse sobre legislações

  ABr O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem (24) que a Lei Federal 9.055/1995, que permite o uso do amianto do tipo crisotila, material usado na fabricação de telhas e caixas d’água, é inconstitucional. No entanto, a decisão da Corte não significa que a comercialização do material está proibida em todo o país. O impasse somente será resolvido após novos julgamentos sobre o caso, que ainda não têm data marcada. Na primeira

MPT aciona a União a fim de garantir recursos para as ações de combate ao trabalho análogo ao escravo

  ABr   O Ministério Público do Trabalho (MPT) ajuizou ação contra a União, a fim de garantir financiamento para as ações de combate ao trabalho análogo ao escravo. O órgão, que tem o dever de responsabilizar exploradores e beneficiários desse tipo de crime, alertou que a redução do orçamento destinado às operações deflagradas pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel poderá levar à paralisação das atividades do grupo pela primeira vez, desde sua

Top