Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.259, de 05/03/2015

    Gestão e governança na bacia do Rio dos Sinos, artigo de Roberto Naime Delatores não são heróis, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Déficit hídrico e o novo conceito de 'tempo bom', artigo de Marden Campos Desmatamento da Amazônia contribui para crise hídrica, alerta especialista Especialista diz que novo Código Florestal retrocedeu na proteção de nascentes Marco da Biodiversidade é contrário aos interesses nacionais. Entrevista com André de Paiva Toledo Exploração

Gestão e governança na bacia do Rio dos Sinos, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Não há como deixar de saudar e renovar muito as esperanças e compartilhar enorme regozijo com o acontecimento. O lançamento oficial do Plano de Bacia da bacia hidrográfica do Rio do Sinos enche a todos de satisfação e a única sensação que nos impulsiona é compartilhar este momento alvissareiro. Com históricos e enormes problemas que envolvem destinação adequada de resíduos sólidos, saneamento básico, especialmente tratamento de esgotos, uso e ocupação

Delatores não são heróis, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Delatores não são heróis e nem profetas. Delator é parte do grupo e do esquema que ele mesmo denuncia. Assim também são os 15 delatores do caso PETROBRAS. Eles eram corruptos ou corruptores do esquema. Alguns, inclusive, vem desde o governo FHC, passando pelo governo Lula e entrando no governo Dilma. Então, para salvar o próprio pescoço, entregam seus antigos comparsas para as malhas da polícia ou da justiça. Agora se

Déficit hídrico e o novo conceito de ‘tempo bom’, artigo de Marden Campos

    [EcoDebate] Uma das questões mais intrigantes para pensar ao tratarmos do problema ambiental é a relação que os seres humanos estabeleceram com a água. Ao mesmo tempo em que "sabe" de sua total dependência desse recurso, o homem trata-o como se fosse algo sem valor, lançando nos cursos d’água seus piores tipos de dejetos. O nível de contradição presente nessa relação é algo difícil de compreender. Afinal, como explicar o

Desmatamento da Amazônia contribui para crise hídrica, alerta especialista

    Especialista em políticas públicas ambientais do Instituto Socioambiental, Mauricio Guetta questionou há pouco os participantes da comissão geral que discute a atual crise hídrica brasileira, no Plenário da Câmara: “Como é possível um País que detém uma das maiores reservas de água doce do mundo estar passando por tamanha escassez desse recurso?”. Segundo Guetta, contribuem para crise hídrica do País o desmatamento da Amazônia, retrocessos no Código Florestal e a falta

Especialista diz que novo Código Florestal retrocedeu na proteção de nascentes

desmatamento

    O especialista em Políticas Públicas Aldem Bourscheit defendeu há pouco a revisão do atual Código Florestal Brasileiro para reestabelecer limites maiores de proteção de nascente e cursos de rio no País. A medida foi defendida anteriormente pelo deputado Sarney Filho (PV-MA), em comissão geral realizada no Plenário da Câmara dos Deputados. “No campo da política pública, a implantação do novo Código Florestal foi um retrocesso no que se refere à proteção

Marco da Biodiversidade é contrário aos interesses nacionais. Entrevista com André de Paiva Toledo

  “Estamos entregando quase gratuitamente o valioso patrimônio genético nacional. Com a aprovação do Projeto de Lei, a biodiversidade será utilizada como matéria-prima baratíssima, sem contrapartidas de soberania tecnológica, para um dos setores econômicos que mais geram riqueza no planeta”, alerta o advogado.  Foto: www.agrocim.com.br “Com a aprovação do Marco da Biodiversidade, no que concerne à exploração do patrimônio genético nacional, o Brasil tornar-se-á uma colônia em que participará do contexto econômico internacional como

Exploração do pré-sal no Espírito Santo ameaça áreas preservadas e coloca em risco comunidades tradicionais

  Ao sul da costa do Espírito Santo, no município de Anchieta, o pescador da Comunidade de Ubu, Adilson Ramos Neves, de 57 anos, que aprendeu o ofício com o pai e o avô, mostra como o dourado se movimenta nas águas para responder por que os empreendimentos do pré-sal afetam a pesca em todo o litoral capixaba. “O peixe faz o seguinte… faz isso, ele vai e volta na costa, não

Lei Maria da Penha diminui 10% a taxa de homicídio doméstico, diz Ipea

  Levantamento realizado pelo instituto estimou o impacto da legislação nas taxas de homicídios de mulheres   Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre a efetividade da Lei Maria da Penha (LMP) mostra que a iniciativa, criada em 2006, fez diminuir em cerca de 10% a taxa de homicídio contra as mulheres dentro das residências. Apesar de a LMP não ter como foco o homicídio de mulheres, a pesquisa partiu do

Vale é investigada por trabalho escravo de motoristas

  Empresa teve mina interditada pelo MTE após 309 terceirizados serem flagrados em condições análogas às de escravo, em Itabirito     O Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT-MG) vai investigar caso de exploração de terceirizados envolvendo a mineradora Vale. Recentemente, a empresa teve o seu canteiro na Mina do Pico em Itabirito (MG) interditado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) após submeter 309 motoristas a condições análogas às de escravo.

OMS quer redução do consumo de ‘açúcar livre’ para menos de 10%

  Agência da ONU afirmou que se consumo cair para menos de 5%, aproximadamente 25 gramas por dia, população terá benefícios; açúcar livre são monossacarídeos, como glicose e frutose, e dissacarídeos, como sacarose ou açúcar granulado.   Foto: OMS/Christopher Black   Por Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York. Um novo guia da Organização Mundial da Saúde, OMS, divulgado esta quarta-feira pede a redução do consumo de "açúcar livre" entre crianças e adultos para menos

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners