Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.201, de 25/11/2014

    As várzeas, artigo de Roberto Naime A volta do pulo do sapo, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado Avanços e desafios do Povo Nukini no uso e conservação dos recursos naturais e sua produção de alimentos na região do Vale do Juruá, por Paula Lima e José Frank Nova tecnologia, barata e rápida, identifica a presença do agrotóxico na água, terra e até no alimento Brasil: muito mais flora

As várzeas, artigo de Roberto Naime

      [EcoDebate] As condições necessárias para o desenvolvimento da vida dependem da existência de alguns fatores básicos que se tornam fatores limitantes, conforme ODUM (Ecologia, Ed. Guanabara, 1980). Estes fatores são a temperatura, que limita a vida e a reprodução de espécies, a presença de água, a presença de ar para impulsionar o metabolismo, presença de alimentos (nutrientes mínimos) que recomponham sistematicamente os tecidos e outros itens relevantes. Na discussão sobre a

A volta do pulo do sapo, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado

      [EcoDebate] A necessidade faz o sapo pular! Trata-se de um provérbio que se aplica muito bem aos atuais tempos de crise hídrica. Na crise passada, ocorrida há alguns anos, foi feita a operação Pajé, com o bombardeamento de nuvens para se provocar chuva. Surgiram, também, algumas ideias que visavam reduzir as perdas de água e diversificar os mananciais, com ênfase na exploração de águas subterrâneas. Falou-se também em incrementar o reúso não potável

Avanços e desafios do Povo Nukini no uso e conservação dos recursos naturais e sua produção de alimentos na região do Vale do Juruá, por Paula Lima e José Frank

Avanços e desafios do Povo Nukini no uso e conservação dos recursos naturais e sua produção de alimentos na região do Vale do Juruá Por Paula Lima e José Frank, Assessores técnicos, Comissão Pró-Índio do Acre Há anos o povo indígena Nukini vem refletindo sobre as ações de gestão territorial e ambiental em sua terra e desenvolvendo atividades e normas acordadas sobre o uso e manejo dos recursos naturais, vigilância e monitoramento, entre

Nova tecnologia, barata e rápida, identifica a presença do agrotóxico na água, terra e até no alimento

  Seis milhões de litros. É o volume usado em 2010 do inseticida metamidofós em lavouras mato-grossenses. Ele está no topo de duas listas: o segundo mais utilizado no estado e na classe mais perigosa à saúde. Uma gota pode matar um homem adulto. O contato com o agrotóxico pode causar paralisias, convulsões, perda de memória e levar até ao desenvolvimento do Mal de Alzheimer.   Desde 2012 seu uso foi proibido, mas

Brasil: muito mais flora em risco de extinção do que se pensava

    De 43.000 espécies vegetais, mais de 2.000 estão ameaçadas O Brasil, país mais verde da América Latina, enfrenta o paradoxo de ter muito mais flora em risco de extinção do que se havia calculado originalmente, com consequências potencialmente devastadoras para seu meio ambiente e sua sociedade. Um estudo revela que há 2.118 espécies de plantas em vias de desaparecer no Brasil, número cinco vezes superior à previsão oficial atual, segundo os especialistas. “Ainda

Quanto custa a poluição do ar?

  Organizações e governos procuram meios para compensar os efeitos nocivos do carbono na atmosfera     Quanto custa a fumaça que sai do escapamento de seu automóvel? E os gases emitidos pelas fábricas? A fumaça é vista - e sentida - em lugares como Pequim e Cidade do México, quer dizer, é real. Mas é complicado medir e calcular em dinheiro os danos feitos ao planeta, à natureza, às pessoas. No entanto, cientistas, governos,

Licença prévia ambiental pode se tornar obrigatória antes de leilões de energia

    A apresentação de licença prévia ambiental para empreendimentos de geração de energia e de linhas de transmissão para o Sistema Interligado Nacional (SIN) deve passar a ser requisito obrigatório antes da inclusão dos projetos nos leilões de concessão. A exigência é prevista em projeto do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) aprovado na quarta-feira (19) pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). O texto segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, onde

O Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira. A marcha forçada sobre os territórios. Entrevista com Luis Fernando Garzon

  “O licenciamento do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira é um fio que nos leva até o processo decisório do capitalismo brasileiro, que se internacionaliza subalternamente, mas se internacionaliza”, frisa o sociólogo.  Foto: www.franciscanosmapi.org.br As cheias do rio Madeira e os impactos gerados à população de Rondônia por conta das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio recolocam o projeto neodesenvolvimentista do país em discussão e demonstram que o “Brasil funciona como uma espécie

Empresas do Estado de SP não têm plano de contingência para enfrentar crise hídrica, mostra pesquisa

      94,9% das empresas, indústrias, hospitais e hotéis do Estado de São Paulo não tem um plano de contingência para enfrentar a crise hídrica que afeta a região sudeste. Essa foi a conclusão de uma pesquisa realizada pelo CPDEC (Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Educação Continuada), em parceira com o NEIT (Núcleo de Economia Industrial e Tecnologia) do Instituto de Economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Foram entrevistados, entre outubro

Mudanças climáticas podem levar a retrocessos na luta contra a pobreza, alerta Banco Mundial

  Em novo relatório sobre mudanças climáticas, instituição prevê grave impacto na agricultura. No Brasil, a produção de soja pode ser reduzida em 70% até 2050.   As mudanças climáticas podem levar a retrocessos nos esforços para derrotar a pobreza extrema em todo o mundo, advertiu o Banco Mundial neste domingo (23/11), ao divulgar um relatório sobre os impactos do aquecimento global. No documento, intitulado Reduzam o calor: enfrentando a nova normalidade climática (em

Tráfico de crianças aumenta e meninas são 2 em cada 3 crianças vitimadas

  Mais de 2 bilhões de pessoas não estão devidamente protegidas contra o tráfico de seres humanos pela legislação de seus países, diz relatório; aumenta a preocupação com baixas taxas de condenação.   Reprodução/UNODC   O Relatório Global 2014 sobre Tráfico de Pessoas, divulgado nesta segunda-feira (24) em Viena pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), mostra que, em cada três vítimas conhecidas de tráfico de pessoas, uma é criança – um

Top