Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.534, de 22/02/2012

  Reservas naturais 'itinerantes' podem salvar espécies marinhas de extinção, mostra estudo 'Atender a demanda indígena é contrariar a política federal de incentivo ao agronegócio'. Entrevista com Eduardo Carlini Crianças indianas sofrem os efeitos do agrotóxico endossulfam Proibido em países ricos, amianto ainda ameaça população de nações em desenvolvimento EUA: Documentos publicados na internet revelam lobby contra ensino das mudanças climáticas Carnaval no Rio: entre o samba e o lixo no

Reservas naturais ‘itinerantes’ podem salvar espécies marinhas de extinção, mostra estudo

  Cientistas norte-americanos divulgaram que as áreas de preservação dos oceanos, onde a caça e a pesca não são permitidas, precisam ser móveis para proteger as espécies marinhas. A ideia de que apenas áreas fixas de preservação no oceano podem ser criadas está ultrapassada e não reflete o comportamento dinâmico de algumas criaturas marinhas, segundo membros da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. "Menos de 1% do oceano está protegido atualmente e

‘Atender a demanda indígena é contrariar a política federal de incentivo ao agronegócio’. Entrevista com Eduardo Carlini

  “A morte de caciques e professores, lideranças Guarani-kaiowá, são a máxima expressão dos conflitos fundiários que envolvem a permanente luta por território e por sobrevivência dos indígenas e a ascensão dos latifúndios do agronegócio”, afirma o geógrafo Confira a entrevista. “A omissão do Estado em relação à questão agrária e indígena no Brasil é algo que reforça a violência no campo brasileiro enquanto um problema estrutural, ao mesmo tempo em que

Crianças indianas sofrem os efeitos do agrotóxico endossulfam

  do Boletim da AS-PTA Uma reportagem publicada no último mês no jornal inglês The Guardian relata o drama de uma região da Índia que no passado foi intensamente pulverizada com o herbicida endossulfam e hoje tem 50% dos domicílios com um adulto ou uma criança sofrendo severas deficiências. Nos anos 1980 e 1990 helicópteros eram frequentemente vistos sobre os distritos de Kasagod, no estado de Kerala, e de Dakshina Kannada, em Karnataka.

Proibido em países ricos, amianto ainda ameaça população de nações em desenvolvimento

  O amianto, um produto prejudicial à saúde, tem coberto com seu manto invisível a vida dos países desenvolvidos. Proibido nessa região do planeta, embora não extinto, atualmente ameaça a população dos países mais pobres. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de amianto. Por Isabel Martínez Pita, da EFE. Desde o começo do século passado, o amianto se tornou o principal material da maior parte das construções. O material é

EUA: Documentos publicados na internet revelam lobby contra ensino das mudanças climáticas

  Documentos publicados na internet mostram que ONG mobiliza esforços e grandes doadores para contestar aquecimento global. Documentos vazados na internet sugerem que uma organização conhecida por atacar a ciência do clima estaria planejando uma nova ação para tentar minar o ensino do aquecimento global em escolas públicas dos Estados Unidos. Eles são de uma organização sem fins lucrativos em Chicago chamada de Instituto Heartland. O plano é promover um currículo que

Carnaval no Rio: entre o samba e o lixo no pé, artigo de Bruno Rezende

  [Deutsche Welle] O lixo gerado pelos foliões, blocos e escolas de samba é um dos maiores problemas do Carnaval do Rio de Janeiro. Faltam campanhas de conscientização e, sobretudo, mudança de comportamento das pessoas. Nos últimos anos, acompanhando de perto a ascensão da maior e mais esperada festa popular brasileira no Rio de Janeiro, especialmente o Carnaval de rua, constata-se o aumento dos problemas ocasionados pelo evento, principalmente no que se

Insensatez no Pinheirinho, artigo de Eduardo Matarazzo Suplicy e Ivan Valente

  Os juízes conheciam o despacho que suspendia a reintegração; é importante que acompanhem as arbitrariedades e vejam as consequências de suas decisões [Folha de S.Paulo] Testemunhas da reintegração de posse do Pinheirinho e participantes das negociações que a antecederam, vimos relatar a marcha da insensatez das autoridades, responsáveis pela violação dos direitos daquela comunidade. Em 18 de janeiro, com os deputados Adriano Diogo e Carlos Gianazzi, recorremos ao presidente do Tribunal de

Top