Senado vota proposta de financiamento de recomposição de APPs degradadas

 

Senado vota proposta de financiamento de recomposição de APPs degradadas

Após votar o novo Código Florestal Entenda o assunto (PLC 30/11), o Senado vai se dedicar, agora, a viabilizar uma nova fonte de financiamento para iniciativas de recomposição ambiental em Áreas de Preservação Permanente (APPs). A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) já está pronta para votar o PLC 81/11, que canaliza uma parcela dos recursos arrecadados com a cobrança pelo uso dos recursos hídricos para esse tipo de ação.

A proposta quer vincular, no mínimo, 10% desta arrecadação a estudos, programas, projetos e obras incluídos nos Planos de Recursos Hídricos com o objetivo de reflorestar ou recuperar APPs degradadas localizadas no entorno de nascentes e reservatórios e ao longo de cursos d’água. Transformada em lei, terá 120 dias para entrar em vigor.

No voto pela aprovação do PLC 81/11, a relatora, senador Ana Amélia (PP-RS), apontou a destinação de recursos para a reparação de danos ambientais como uma das principais competências da Agência Nacional de Águas (ANA). E ressaltou a aprovação de decretos, em 2010 e 2011, que livraram a autarquia de cortes orçamentários.

Depois de passar pela CAE, a Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) vai examinar a matéria terminativamente .

Matéria de Simone Franco / Agência Senado, publicada pelo EcoDebate, 17/01/2012

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Alexa

Top