‘Se a ciência não estiver presente no Código Florestal é porque os congressistas não quiseram escutar’

      Quando esta entrevista acabava de ser editada, o Código Florestal estava sendo aprovado no Senado, já quase no fim do dia 6 de dezembro. Há menos de uma semana, o secretário da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e professor do departamento de ciência florestal da Universidade Federal Rural de Pernambuco José Antônio Aleixo da Silva nos explicava por que a comunidade científica não queria que o Código

A passagem da economia da destruição da natureza para a economia do conhecimento da natureza. Entrevista com Ricardo Abramovay

  “Colocar a economia verde no centro significa convidar os tomadores de decisão econômica a ocupar o centro do debate e convidá-los a alterar a maneira como usam os recursos sobre os quais têm poder”, coloca o economista Ricardo Abramovay, sobre a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, a ser realizada no próximo ano. No entanto, alerta que “a economia verde vai se convertendo numa espécie de árvore

Belo Monte: a batalha dos vídeos, artigo de Rodolfo Salm

  [Correio da Cidadania] Finalmente, o debate sobre os problemas da construção da hidrelétrica de Belo Monte ganhou a visibilidade que merece no Brasil. Isso, em grande medida, graças a um vídeo organizado pelo ator Sérgio Marone com a participação de vários atores e atrizes da Rede Globo. O vídeo, “É a Gota D'Agua + 10” veiculado no Youtube, foi amplamente divulgado pelas redes sociais, resultando rapidamente na coleção de um

É possível governar sete bilhões de pessoas? artigo de Leonardo Boff

  Tratamos já do desafio de como alimentar sete bilhões de pessoas. A escalada da população humana é crescente: em 1802 éramos um bilhão; em 1927, 2 bilhões, em 1961, 3 bilhões, em 1974, 4 bilhões, em 1987, 5 bilhões, em 1999, 6 bilhões e, por fim, em 2011, 7 bilhões. Em 2025, se o aquecimento abrupto não ocorrer, seremos 8 bilhões, em 2050, 9 bilhões e em 2070, 10 bilhões.

COP17, em Durban: Governo alemão celebra e ambientalistas criticam resultado

  Enquanto o governo da chanceler federal Angela Merkel vê com bons olhos o acordo fechado em Durban, oposição e ativistas ambientais alemães qualificam o resultado como vergonhoso. "Nós alcançamos o fundamento e a dinâmica para um acordo internacional de proteção do clima que pela primeira vez vale para todos", afirmou o ministro alemão do Meio Ambiente, Norbert Röttgen, neste domingo (11/12) em Durban. Ele considerou o resultado da Conferência das Nações

O Canadá se retirou do Protocolo de Kyoto

  Áudio. Apresentação Dilson Santa Fé Canadá abandona oficialmente o Protocolo de Kyoto. País diz que tem o direito legal de deixar o acordo e evita multas pesadas. Documento de 1997 é o único tratado global contra emissões de carbono. O Canadá se retirou do Protocolo de Kyoto, um acordo para redução das emissões de gases do efeito estufa, declarou nesta segunda-feira (12) o ministro canadense do Meio Ambiente, Peter Kent. Matéria da

Top