Irmã Dorothy, Anapu e Belo Monte. Entrevista com Felício Pontes Júnior, procurador do MPF

Há mais de seis anos, antes de ser assassinada por fazendeiros em Anapu, no Pará, a Ir. Dorothy Stang já temia pelas consequências que a Hidrelétrica de Belo Monte provocaria naquela região caso fosse aprovada. “Ela temia pelo impacto socioambiental e pelo dinheiro público que seria jogado fora em uma hidrelétrica que vai ficar parada em torno de quatro meses por ano sem gerar um quilowatt de

Agroecologia: a solução para as mazelas do mundo

Somente através da agricultura familiar, da reforma agrária e proteção dos mercados nacionais se conquistará a soberania alimentar, defende Peter Rosset “Três décadas de acordos de livre comércio e políticas neoliberais desmantelaram a capacidade da maioria dos países de produzirem sua própria comida.” A constatação é de Peter Rosset, agroecologista americano. Nesse cenário, os investidores têm descoberto o “commodity trading (comércio de bens) como resultado do colapso

Armadilhas da fome e a geração de lucros para o mercado

Para o geógrafo Antônio Thomaz Jr., a crise de alimentos que assola o planeta é conseqüência de um modelo agrícola que tem como prioridade seguir as leis mercadológicas. Ao comentar a produção de biocombustíveis no Brasil, o pesquisador alerta, em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line: “a expansão” desses produtos “anunciará a redução da área plantada e da produção propriamente dita de alimentos”. Para

Sacolas plásticas oxibiodegradáveis se decompõem rapidamente, mas também deixam rastros

No mesmo caminho de países desenvolvidos, aos poucos o Brasil abre guerra contra os sacos plásticos. Depois de cidades do interior de São Paulo terem proibido a distribuição das embalagens em estabelecimentos comerciais, as primeiras capitais também entram na batalha. Mas um dilema se cria a partir da nova legislação: o que irá substituir as sacolinhas no vaivém de supermercados; nas entregas em domicílio de farmácias; e em outras tarefas

Ar condicionado dobra risco de sintomas da síndrome do olho seco

Olhos vermelhos, ardência, coceira e visão borrada são os sintomas da síndrome do olho seco que está lotando os consultórios. De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Queiroz Neto, na última semana o número de pacientes com sintomas de olho seco dobrou. Não é para menos. A OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta que a incidência da síndrome salta de 10% para 20% no verão entre trabalhadores que

Top