Quanto o degelo polar adicionará ao aumento do nível do mar?

 

Quanto o degelo polar adicionará ao aumento do nível do mar?

French National Centre for Scientific Research*

Mais de 99% do gelo terrestre está preso nas camadas de gelo que cobrem a Antártica e a Groenlândia.  Mesmo o derretimento parcial desse gelo devido à mudança climática contribuirá significativamente para o aumento do nível do mar. Mas quanto exatamente? 

Pela primeira vez, glaciologistas, oceanógrafos e climatologistas de 13 países se uniram para fazer novas projeções. Seus esforços de modelagem, envolvendo pesquisadores do CNRS e CEA , mostram que a camada de gelo da Antártica pode representar até 30 cm de aumento do nível do mar entre 2015 e 2100.

No entanto, alguns cenários sugerem alternativamente que o volume adicionado à camada de gelo pela queda de neve ultrapassar o que se perde com o derretimento, compensando parcialmente o aumento – em 7,8 cm no máximo.

Esta ampla gama de estimativas 2reflete principalmente o conhecimento incompleto do derretimento que ocorre no fundo das plataformas de gelo. Mas essas franjas glaciais flutuantes, que podem cobrir uma área com a metade do tamanho da França, cercam o resto do manto de gelo. 

Caso fossem perdidos, as novas projeções indicam que o oceano subiria vários metros em 500 anos. Durante o mesmo período de 2015–2100, a camada de gelo da Groenlândia contribuiria com 1,5 a 14 cm adicionais, dependendo do nível de nossas emissões de gases de efeito estufa. 

Essas descobertas foram discutidas em uma enxurrada de artigos científicos, incluindo cinco publicados na The Cryosphere em 17 de setembro de 2020. Para refinar suas previsões, os cientistas estão se voltando para uma nova geração de modelos climáticos que integram diretamente dados sobre a criosfera, além dos atmosféricos , insumos oceânicos e biogeoquímicos.

paysage glaciaire vu du ciel
Língua de gelo flutuante perto da estação de pesquisa australiana Casey na Antártica (dezembro de 2014). Algumas ilhas e o manto de gelo da Antártica são visíveis ao fundo.
© Bruno Jourdain / Ipev / IGE / CNRS Photothèque
paysage montagneux et glacé, vu du ciel
A manta de gelo da Groenlândia – entre Constable Point e Zackenberg, no nordeste – no final do inverno.
© Erwan Amice / Lemar / CNRS Photothèque

Referência:

A protocol for calculating basal melt rates in the ISMIP6 Antarctic ice sheet projections
The Cryosphere, 14, 3111–3134, 2020
https://doi.org/10.5194/tc-14-3111-2020

Bibliografia

A protocol for calculating basal melt rates in the ISMIP6 Antarctic ice sheet projections, Nicolas C. Jourdain et al. The Cryosphere, 17 September 2020. https://doi.org/10.5194/tc-14-3111-2020

ISMIP6 Antarctica: a multi-model ensemble of the Antarctic ice sheet evolution over the 21st century, Helene Seroussi et al. (with Cécile Agosta, Christophe Dumas, Nicolas C. Jourdain, Aurélien Quiquet). The Cryosphere, 17 September 2020. https://doi.org/10.5194/tc-14-3033-2020

The future sea-level contribution of the Greenland ice sheet: a multimodel ensemble study of ISMIP6, Heiko Goelzer et al. (with Cecile Agosta, Christophe Dumas, Aurélien Quiquet). The Cryosphere, 17 September 2020. https://doi.org/10.5194/tc-14-3071-2020

Antarctic ice sheet response to sudden and sustained ice shelf collapse (ABUMIP), Sainan Sun et al. (with Christophe Dumas, Fabien Gillet-Chaulet, Aurélien Quiquet). Journal of Glaciology, 14 September 2020. https://doi.org/10.1017/jog.2020.67 

 

*Tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 18/09/2020

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top