#EcoDebate: Índice da edição nº 3.435, de 21/05/2020

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Covid-19 - Confusão nas redes e nos corpos, artigo de Montserrat Martins Escravidão no Brasil: até quando? artigo de Gilvander Moreira Equidade Social: Padrões de Consumo nos Hemisférios Norte e o Sul, artigo de José Austerliano Rodrigues Reparação de dano ambiental não caduca, artigo de Renata Franco Mudança climática tornará a costa da Antártica verde Jeffrey Sachs: Usamos energia demais, destruímos os habitats, as florestas, assistimos ao surgimento de novas doenças Covid-19

Covid-19 – Confusão nas redes e nos corpos, artigo de Montserrat Martins

  [EcoDebate] Sabe essa confusão nas redes sociais sobre o Coronavírus, informações contraditórias, as pessoas se agredindo? Ela reflete a confusão em que fica nosso organismo quando invadido por esse vírus RNA, tão simples que uma proteína S (Spike) de sua superfície se liga a uma enzima (Enzima Conversora de Angiotensina) das células humanas e penetra na célula sem ser reconhecida como invasora. O RNA viral coloca o DNA da célula a

Escravidão no Brasil: até quando? artigo de Gilvander Moreira

Escravidão no Brasil: até quando? Por Gilvander Moreira1 Desde a década de 1980, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) está comprometida com a luta pela superação do Trabalho escravo contemporâneo. Exemplifica esse compromisso a atuação, a partir de 1986, no sul de Minas Gerais, de 15 Sindicatos de Trabalhadores Rurais (STRs) que aderiram a esta luta e passaram a denunciar a existência e a intensificação de trabalho escravo nas fazendas de café.

Equidade Social: Padrões de Consumo nos Hemisférios Norte e o Sul, artigo de José Austerliano Rodrigues

[EcoDebate] Se um estilo de vida é de interesse para ser sustentável, que estilo de vida é este? Existem estilos de vida que devem ser melhorados antes de serem sustentáveis? Diferentes culturas e diferentes pessoas dentro de uma cultura têm padrões de vida amplamente diferentes e a equidade social talvez seja o mais importante conceito em relação ao aspecto social de sustentabilidade. A equidade social é um objetivo principal para

Reparação de dano ambiental não caduca, artigo de Renata Franco

  [EcoDebate] Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) proferiu importante decisão no o julgamento do Recurso Extraordinário 654833, sobre a imprescritibilidade do dano ambiental, determinando que "é imprescritível a pretensão de reparação civil de dano ambiental". Com sete votos favoráveis, o plenário virtual do STF fixou a seguinte tese proposta pelo Ministro relator Alexandre de Moraes: "É imprescritível a pretensão de reparação civil de dano ambiental". Os ministros Edson Fachin, Ricardo Lewandowski,

Mudança climática tornará a costa da Antártica verde

  Por Jacqueline Garget* ** Os cientistas criaram o primeiro mapa de algas microscópicas em grande escala já que floresciam na superfície da neve ao longo da costa da Península Antártica. Os resultados indicam que é provável que essa 'neve verde' se espalhe à medida que as temperaturas globais aumentam.  A equipe, envolvendo pesquisadores da Universidade de Cambridge e da British Antarctic Survey, combinou dados de satélite com observações no solo durante dois verões na Antártica

Jeffrey Sachs: Usamos energia demais, destruímos os habitats, as florestas, assistimos ao surgimento de novas doenças

“O insustentável peso do planeta”. Entrevista com Jeffrey Sachs IHU Entrevista com o estudioso, professor de desenvolvimento sustentável da Columbia University, em Nova York. "Usamos energia demais, destruímos os habitats, as florestas, assistimos ao surgimento de novas doenças. Os políticos devem aprender com a crise que é preciso pensar e planejar com antecedência". "Espero que nossos políticos aprendam algo com essa crise, acima de tudo, eles entendam que é preciso pensar e planejar com antecedência”. Caso contrário, o

Covid-19 – Casos sem sintomas ou com sintomas leves ‘são a chama que mantém a contaminação’ no Brasil, avalia especialista

  Cientistas veem Brasil como epicentro da pandemia num futuro próximo e, com dados subdimensionados pela testagem somente de casos mais graves, sem condições reais de enfrentamento Por Rose Talamone, Jornal/Rádio USP Um dos maiores problemas enfrentados pela ciência de dados no monitoramento do novo coronavírus são os dados mal coletados e restritos, afirma Domingos Alves, professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e coordenador do Laboratório de Inteligência

Top