Covid-19 – Confusão nas redes e nos corpos, artigo de Montserrat Martins

 

covid-19

[EcoDebate] Sabe essa confusão nas redes sociais sobre o Coronavírus, informações contraditórias, as pessoas se agredindo? Ela reflete a confusão em que fica nosso organismo quando invadido por esse vírus RNA, tão simples que uma proteína S (Spike) de sua superfície se liga a uma enzima (Enzima Conversora de Angiotensina) das células humanas e penetra na célula sem ser reconhecida como invasora.

O RNA viral coloca o DNA da célula a trabalhar para a reprodução do próprio vírus, que depois migra para infectar outras células. As células contaminadas se tornam disfuncionais e isso desperta enfim o sistema imunológico, produzindo inflamação que inclui um início de edema local pela permeabilidade capilar aumentada. Os linfócitos B produzem anticorpos contra o antígeno (vírus) e os linfócitos T atacam as próprias células disfuncionais, para as destruir.

Imagina a confusão do nosso corpo, com isso chegando às células epiteliais do pulmão. Pois dependemos das células pulmonares para oxigenar nosso corpo, mas isso é prejudicado tanto pela destruição das células, quanto pela própria inflamação. A mesma defesa contra o vírus também aumenta o prejuízo contra a função pulmonar, a inflamação também dificulta a oxigenação do ar.

O que a Medicina tem de mais fascinante é a Fisiologia, que explica o funcionamento e as relações entre células, que formam tecidos, que formam órgãos (coração, pulmão, rins, fígado), que formam sistemas (cardiovascular, respiratório, metabólico, imunológico) que em sua complexa interação mantém as funções essenciais à vida. Cada patologia é uma alteração da nossa fisiologia normal, já foi comprovado por exemplo que os tumores costumam ocorrer por falhas do nosso sistema imunológico, que pode ser afetado até mesmo pela depressão, ou seja, há uma interação até mesmo com o emocional. Em nosso corpo “tudo interage com tudo” o que significa que cada doença, assim como cada medicação, tem um grande número de “variáveis”, de fatores que influenciam a doença, da mesma forma que cada medicação pode influenciar o funcionamento de vários órgãos, não havendo medicamento “bom” ou “ruim”, mas sim adequado ou não para aquele organismo, naquele momento.

Quando estiver brigando com seus amigos nas redes sociais, lembre que é assim que suas células estarão se você se contaminar. Muitos remédios estão sendo testados, ainda sem resultados conclusivos. A única certeza é evitar ao máximo a exposição, pois a pior contaminação é se for por uma grande carga viral. Que a ciência pesquise e que nós nos preservemos.

Montserrat Martins, Médico

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 21/05/2020

Covid-19 – Confusão nas redes e nos corpos, artigo de Montserrat Martins, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 21/05/2020, https://www.ecodebate.com.br/2020/05/21/covid-19-confusao-nas-redes-e-nos-corpos-artigo-de-montserrat-martins/.

 

PUBLICIDADE




 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Deixe uma resposta

Top