#EcoDebate: Índice da edição nº 3.425, de 06/05/2020

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Brasil está a caminho de ser o segundo país mais atingindo pelo coronavírus, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Desigualdade de renda e a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), por César Marques e Raphael Villela Estiagem ameaça o abastecimento de água em regiões do Brasil, por Rodrigo Berté e André M. Pelanda Invasão de habitats naturais intensifica surgimento de doenças zoonóticas Água e saneamento - Covid-19 teria tido menos impacto

Brasil está a caminho de ser o segundo país mais atingindo pelo coronavírus, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] O Brasil estava em 30º no ranking global dos países mais afetados pelo coronavírus em meados de março e passou para o 15º lugar em meados de abril. No dia 05 de maio chegou ao 9º lugar em número de casos e no 7º lugar no número de mortes, mas na iminência de passar a Bélgica e pular para o 6º lugar. No acumulado são 114.715 casos e 7.921

Desigualdade de renda e a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), por César Marques e Raphael Villela

[EcoDebate] A desigualdade da distribuição da renda é uma das características mais marcantes da sociedade brasileira. Independentemente dos métodos, fonte de dados ou indicadores utilizados, os resultados apontam para a mesma direção: o Brasil está entre as nações mais desiguais do mundoi. Recentemente, com a crise econômica iniciada em 2014, seguida por uma profunda recessão (2015-2016) e pela lenta retomada do crescimento, a desigualdade da renda voltou a crescer com

Estiagem ameaça o abastecimento de água em regiões do Brasil, por Rodrigo Berté e André M. Pelanda

  [EcoDebate] Com bloqueio atmosférico, há meses as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil amargam a estiagem. Por meio do racionamento, os órgãos de distribuição e tratamento regulam a água. A pergunta é: o que está acontecendo? Para o Paraná, é a pior estiagem dos últimos 40 anos. Quais são consequências disso, em especial para o abastecimento de água e para a produção de alimentos? De acordo com o INPE –

Invasão de habitats naturais intensifica surgimento de doenças zoonóticas

  ONU Em entrevista ao Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), o especialista ugandês Bernard Bett, que lidera pesquisas sobre doenças infecciosas negligenciadas e emergentes, afirma que as zoonoses estão mais frequentes no mundo. Isso ocorre devido à invasão de habitats naturais, à urbanização e ao desenvolvimento socioeconômico, que impõe práticas como a agricultura intensiva. “Quando as pessoas degradam os habitats da vida selvagem ou estabelecem seus próprios assentamentos em

Água e saneamento – Covid-19 teria tido menos impacto no Brasil se a Agenda 2030 tivesse avançado

  O plano de ação da Organização Mundial da Saúde prega a necessidade de assegurar acesso à água limpa e saneamento básico a toda população até 2030 Por Ivanir Ferreira, do Jornal da USP A disseminação de várias doenças como diarreia, hepatite e verminoses tem relação direta com a falta de serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto. O novo coronavírus também está no radar de pesquisadores. Além da associação

Risco de morrer por coronavírus pode ser dez vezes maior nas regiões com os piores indicadores de qualidade de vida

  O risco de morrer por coronavírus pode ser dez vezes maior para as pessoas que vivem nas regiões com os piores indicadores de qualidade de vida e de desenvolvimento humano da cidade de São Paulo. ABr O boletim epidemiológico da prefeitura da capital mostra que a taxa de mortalidade nos bairros mais privilegiados, chamada área de inclusão, é de 0,7 por 100 mil habitantes para a faixa etária entre 40 e 44

Medidas tomadas noutros séculos para combater as epidemias são replicadas no presente

  Por Jennifer da Silva Combater a propagação de uma epidemia nunca foi tarefa fácil. Se analisarmos o que acontece hoje em dia, não é difícil imaginar o esforço gigante feito em outras épocas. Segundo a arqueóloga portuguesa Joana Freitas* se analisarmos como combatiam o alastramento das doenças em séculos passados podemos ficar surpreendidos com as semelhanças. "Ao analisarmos dados e documentos que se referem a outros surtos epidêmicos ao longo da

Top