EcoDebate: Índice da edição nº 3.251, de 29/07/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Brasil, um cemitério de obras inacabadas, artigo de Janguiê Diniz Bolsonaro diz que busca parceria internacional para a exploração do território amazônico brasileiro Áreas Protegidas na Amazônia estão sob risco com atividades ilegais como garimpo, extração de madeira e queimadas Dejetos de 40 mil suínos geram energia para cidade de Entre Rios do Oeste, PR Poluição do ar é inimiga da geração de energia solar na China Belo Monte dez anos

Brasil, um cemitério de obras inacabadas, artigo de Janguiê Diniz

    [EcoDebate] Orçamento, custo, prazo de conclusão. Essas são informações que nós vemos nas placas de todas as obras públicas no Brasil. O resultado, porém, não se encontra. A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) realizou levantamento e constatou que, de 2009 para cá, existem 2.555 grandes obras paradas no país. O que mais preocupa é que o setor mais afetado por essa paralisia é o da

Bolsonaro diz que busca parceria internacional para a exploração do território amazônico brasileiro

  Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil   Em resposta a questionamentos de países europeus sobre a gestão das riquezas naturais da Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro disse no sábado (27), durante cerimônia de formatura de paraquedistas no Rio de Janeiro, que busca parcerias “no primeiro mundo” e, em especial com os Estados Unidos, para a exploração do território amazônico brasileiro. “O senhor presidente da França [Emmanuel Macron], a senhora Merkel [chanceler da Alemanha] queriam que

Áreas Protegidas na Amazônia estão sob risco com atividades ilegais como garimpo, extração de madeira e queimadas

  Lideram o ranking territórios que não deveriam registrar desmatamento, como Terras Indígenas e Unidades de Conservação Federais Por Stefânia Costa As Áreas Protegidas representam um patrimônio nacional e possuem muitos benefícios para a manutenção da biodiversidade, estoques de carbono e geração de serviços ambientais, além de possuir grande importância para a regulação do clima. A Amazônia Legal tem 46% do seu território formado por APs. Entretanto, dados publicados pelo Imazon apontam que essas

Dejetos de 40 mil suínos geram energia para cidade de Entre Rios do Oeste, PR

    Em Entre Rios do Oeste, PR, 215 t de dejetos suínos são transformados em biogás ABr Desde a última quarta-feira (26), 72 prédios da prefeitura municipal de Entre Rios do Oeste, no Oeste do Paraná, são abastecidos com energia elétrica gerada pelos dejetos de 40 mil suínos de criadores da região. A iniciativa partiu de uma parceria do poder público com o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e o Centro Internacional de Energias

Poluição do ar é inimiga da geração de energia solar na China

Novo estudo mostra que o país poderia gerar muito mais energia e dinheiro com sua vasta capacidade instalada de painéis solares. Por: Ruy Fontes – Redator Se a saúde de sua população já não fosse o suficiente, a China acaba de ganhar um motivo a mais para continuar sua luta contra a poluição do ar: a perda de geração da sua enorme capacidade fotovoltaica. Foi o que mostrou um estudo realizado pelo

Belo Monte dez anos depois e a contínua precarização dos modos de vida

Belo Monte dez anos depois e a contínua precarização dos modos de vida. Entrevista especial com Sadi Machado Por João Vitor Santos e Patricia Fachin, IHU A vistoria realizada na Volta Grande do Xingu pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público do Pará, dez anos depois do licenciamento ambiental que autorizou a construção da hidrelétrica de Belo Monte, “permite observar uma contínua precarização dos modos de vida na região”, diz Sadi Machado, procurador da República em Altamira. A vistoria deu origem

Top