Índice da edição nº 2.990, 2018 [de 01/06/2018]

    1968 e o envelhecimento, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Século XXI: a cartografia da violência no campo, artigo de Sucena Shkrada Resk Clique para compartilhar sua fake news do dia, artigo de Breno A. B. Nascimento Redes de agroecologia como uma alternativa à agricultura industrial Pesquisadores identificam grande variabilidade genética do mangue brasileiro Publicação científica internacional descreve metodologia do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito

1968 e o envelhecimento, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Não confie em ninguém com mais de trinta anos”     [EcoDebate] Demografia e democracia tem muito mais em comum do que o prefixo. Nas manifestações da juventude revolucionária de 1968, uma das bandeiras era: “Não confie em ninguém com mais de 30 anos”. Existia uma enorme vontade de mudar as rígidas estruturas fordistas, autoritárias e conservadoras da sociedade e um grande anseio de renovação econômica, social e cultural. Os jovens que tinham entre

Século XXI: a cartografia da violência no campo, artigo de Sucena Shkrada Resk

      O mapeamento do processo de violência no campo revela um Brasil com janelas de oportunidades perdidas sob um modelo perverso, que tem no centro a disputa da terra. Os estados do Pará (21), Rondônia (17), Bahia (10), Mato Grosso (9), Amazonas (3), Minas Gerais (2) e Alagoas (01) figuraram em 2017, como os locais de assassinatos de 70 pessoas. Quilombolas, sem-terra, indígenas, lideranças locais, assentados, posseiros, pescador e aliados tiveram

Clique para compartilhar sua fake news do dia, artigo de Breno A. B. Nascimento

[EcoDebate] O termo fake news, que até recentemente se apresentava como conceito novo para grande parcela da população, tornou-se jargão comum em conversas cotidianas, sites e noticiários. Dificilmente encontraríamos hoje, ao caminharmos pelas ruas, alguém que desconheça do que se tratam as famigeradas fake news, ainda que sua definição exata seja imprecisa. Não se trata de mera mentira enluvada em uma roupagem jornalística. Já não é novidade que o ramo do humor tem explorado tal vertente,

Redes de agroecologia como uma alternativa à agricultura industrial

  Redes de agroecologia como uma alternativa à agricultura industrial. Entrevista especial com Paulo Petersen IHU “Um dos principais objetivos da agroecologia é construir sistemas agroalimentares localizados, aproximando a produção do consumo. Isso só é possível quando os atores dos territórios se articulam em redes para retomar a autonomia sobre os processos de produção, transformação, comercialização e consumo”, diz Paulo Petersen, coordenador executivo da AS-PTA e membro do Núcleo Executivo da Articulação Nacional de Agroecologia - ANA,

Pesquisadores identificam grande variabilidade genética do mangue brasileiro

  Mangue não é tudo igual!!! Há um abismo genético entre os manguezais do Brasil Pesquisadores paulistas investigam a variabilidade genética do mangue brasileiro e identificam diferenças "dramáticas" entre os manguezais que crescem ao longo do litoral do País Por Peter Moon, Agência Brasileira de Divulgação Científica - ABDC Salvem a Amazônia! SOS Mata Atlântica! O Cerrado está sendo destruído! Protejam o Pantanal! E os manguezais, onde ficam nesta história? Metade da área original

Publicação científica internacional descreve metodologia do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa)

      Metodologia do sistema de estimativas de emissões do OC foi publicada no periódico Scientific Data, do grupo Nature A metodologia usada por organizações integrantes do Observatório do Clima para produzir os dados anuais de emissões e remoções de gases-estufa do Brasil foi descrita num periódico científico internacional. É o primeiro artigo científico contendo o passo a passo completo do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa). Ele

Top