Índice da edição nº 2.925, 2018 [de 19/02/2018]

  O crescimento da energia eólica no mundo em 2017, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Cultivar frutas nativas da Amazônia é alternativa para manter floresta em pé, por José Edmar Urano De Carvalho e Walnice Maria do Nascimento Estudo revela a contribuição de produtos de limpeza, tintas, pesticidas e perfumes na poluição atmosférica urbana Em janeiro de 2018, o SAD/Imazon detectou 70 km² de desmatamento na Amazônia Legal Curitiba, PR: Usina passa a produzir

O crescimento da energia eólica no mundo em 2017, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Power to the people, right on” John Lennon     [EcoDebate] O Conselho Global de Energia eólica (The Global Wind Energy Council – GWEC) divulgou, no dia 14 de fevereiro de 2018, o relatório “Global Wind Statistics 2017”, com as informações sobre a capacidade instalada anual global e a capacidade global acumulada de energia eólica entre 2001 e 2017, conforme mostra o gráfico acima. Nota-se que a capacidade instalada global continua elevada e acima

Cultivar frutas nativas da Amazônia é alternativa para manter floresta em pé, por José Edmar Urano De Carvalho e Walnice Maria do Nascimento

    [EcoDebate] A Amazônia possui notável diversidade de plantas produtoras de frutas comestíveis, entretanto, até então, um reduzido número dessas espécies assumiu posição de destaque na fruticultura nacional ou mesmo na fruticultura regional, destacando-se, atualmente, o açaizeiro (Euterpe edulis), o cupuaçuzeiro (Theobroma grandiflorum), o maracujazeiro (Passiflora edulis) e o abacaxizeiro (Ananas comosus). Na região Amazônica, a castanha-do-brasil (Bertholletia excelsa), o bacuri, (Platonia insignis), muruci (Byrsonima crassifolia) e o taperebá (Spondias mombin), também

Estudo revela a contribuição de produtos de limpeza, tintas, pesticidas e perfumes na poluição atmosférica urbana

  CIRES*     Produtos químicos que contêm compostos refinados de petróleo, como produtos de limpeza domésticos, pesticidas, tintas e perfumes, agora são as principais emissões relacionadas com veículos motorizados como a principal fonte de poluição atmosférica urbana, de acordo com um surpreendente estudo liderado pela NOAA. As pessoas usam muito mais combustível do que com compostos à base de petróleo em produtos químicos - cerca de 15 vezes mais por peso, de acordo com

Em janeiro de 2018, o SAD/Imazon detectou 70 km² de desmatamento na Amazônia Legal

  Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (janeiro 2018) SAD No mês de janeiro de 2018, o SAD detectou 70 km² de desmatamento na Amazônia Legal. Considerando o comparativo entre o período de agosto de 2017 a janeiro de 2018 com o período anterior, houve redução de 30% do desmatamento. Entretanto, essa queda pode estar vinculada ao período chuvoso na região, condição que dificulta a ação do corte raso da floresta. Um ponto

Curitiba, PR: Usina passa a produzir biogás a partir de resíduos orgânicos e lodo de esgoto

  Pela primeira vez, uma usina produzirá energia, no Brasil, a partir da combinação entre resíduos orgânicos e lodo de esgoto. Nesta semana, a CS Bioenergia, formada pela estatal Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e pelo grupo Cattalini Bio Energia, recebeu Licença de Operação do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para geração de biogás, no Paraná. A expectativa é que a operação estimule a adoção da tecnologia em outros estados.     O

Inteligência artificial: Capacidades cognitivas humanas podem ser substituídas na nova era de automação

    Por Giovanna Grepi, Rádio USP Como serão os empregos daqui 20 ou 30 anos? Eles se reinventarão? Essas dúvidas surgem quando falamos de inteligência artificial. Isso porque muitas profissões serão substituídas e darão lugar à automação. Como ficará o mercado de trabalho? Para a professora Adriana Cristina Ferreira Caldana, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (Fearp) da USP, a inteligência artificial tem aspectos positivos, como o armazenamento de

Top